Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/505
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.authorSilva, Alexandre Navarro da
dc.date.accessioned2015-03-26T12:25:17Z-
dc.date.available2015-03-20
dc.date.available2015-03-26T12:25:17Z-
dc.date.issued2014-12-18
dc.identifier.citationSILVA, Alexandre Navarro da. Biofuels production affects food security in Brazil? Quantitative discussion and approach. 2014. 98 f. Tese (Doutorado em Ciência de Alimentos; Tecnologia de Alimentos; Engenharia de Alimentos) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2014.por
dc.identifier.urihttp://locus.ufv.br/handle/123456789/505-
dc.description.abstractA segurança alimentar é um tema que tem sido muito discutido na literatura e mostra que diversos fatores podem afetá-la. Algumas pesquisas têm demonstrado que os biocombustíveis influenciam a segurança alimentar de forma muito próxima, mas não há um consenso se esta influência é positiva ou negativa, uma vez que a conjuntura político-econômica da região avaliada é um fator preponderante para esta afirmativa. Como forma de contribuir com a discussão deste tema tão importante e pouco explorado no Brasil, objetivou-se avaliar se a produção dos biocombustíveis etanol e biodiesel afetam a segurança alimentar da população brasileira; além da possibilidade de se estimar o Índice de Massa Corporal (IMC) da população, por meio das Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) e Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), utilizando como ferramenta as técnicas de Redes Neurais Artificiais (RNA s). Assim, identificou-se que os principais produtos alimentícios consumidos pela população brasileira são: arroz, trigo, açúcar, mandioca, feijão, óleo de soja, frango, carne bovina e leite, compondo cerca de 80% da ingestão calórica diária. Os resultados obtidos nas dimensões de segurança alimentar analisadas (disponibilidade, acesso e utilização) demonstram que existe oferta de alimentos em quantidade e preço compatíveis com o poder aquisitivo da população, em função da produção e melhoria da renda familiar dos brasileiros e que o padrão de consumo alimentar da população teve pequenas alterações, porém não significativas para comprometer o consumo. Assim, não houve ameaça à segurança alimentar da população brasileira nas cinco grandes regiões do país. Tal situação indica que a introdução do biodiesel e o fortalecimento do etanol combustível na matriz energética brasileira não promoveu nenhuma ameaça à segurança alimentar da população. A predição do IMC por meio da PNAD não foi possível, sendo observado que os valores médios e variâncias, além de toda a distribuição de frequência dos valores de cada uma das variáveis analisadas, apresentaram valores muito próximos entre si, para todas as classes de IMC e grandes regiões do país. Portanto, a aparente segurança alimentar dos brasileiros pode mascarar a insegurança nutricional que o país está vivenciando. Os instrumentos utilizados atualmente na POF não permitem a classificação das pessoas, de forma indireta, quanto ao IMC, inviabilizando o acompanhamento desta importante medida anualmente. Medidas específicas de segurança alimentar e também de variáveis intimamente relacionadas ao IMC devem ser coletadas, para o melhor monitoramento da segurança alimentar e nutricional da população brasileira.pt_BR
dc.description.abstractFood security in Brazil is a relatively unexplored subject, although of major importance. This theme has been much discussed in the literature and shows that many factors can affect the food security of a region. Some research has shown that biofuels affect food security very closely, but there is no consensus whether this influence is positive or negative, since the political and economic situation of the evaluated region is a major factor in this statement. Thus, this study aimed to assess whether biofuels production affect food security of the population; and the possibility to estimate the body mass index (BMI) of the population, by means of the Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF), that is a family budget survey and Pesquisa Nacional por Amostra de Dmicílios (PNAD), that is a national household survey, using Artificial Neural Networks (ANN) techniques. Thus, it was identified that the main food items consumed by the Brazilian population are: rice, wheat, sugar, cassava, beans, soybean oil, chicken, beef and milk, making up about 80% of daily caloric intake. The results obtained in the analyzed food security dimensions (availability, access and utilization) show that there is food supply in quantity and price compatible with the purchasing power of the population in terms of production and improving family income in Brazil and that the pattern of food consumption of the population had minor changes, but not significant to compromise the consumption. Therefore, there was no threat to food security of the population in the five major regions of the country. This situation indicates that the introduction of biodiesel and the strengthening of fuel ethanol in the Brazilian energy matrix do not promote any threat to food security of the population. The prediction of BMI by PNAD was not possible, and was observed that the mean values, variances and the frequency distribution of the values of each of the variables analyzed showed values very close to each other, for all BMI classes and major region of the country. Therefore, food security of Brazilians may mask nutritional insecurity that the country is experiencing. The instruments currently used in POF do not allow the classification of people, indirectly, by means of the BMI, making it impossible to follow up on this important measure annually. Specific measures of food security and also of closely related variables to BMI should be collected, for better monitoring of food and nutrition security of the population.eng
dc.description.sponsorshipConselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Viçosapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectSegurança alimentar - Brasilpor
dc.subjectAlimentos - Consumopor
dc.subjectNutriçãopor
dc.subjectBiocombustível - Produçãopor
dc.subjectFood security - Brazileng
dc.subjectFood - Consumptioneng
dc.subjectnutritioneng
dc.subjectBiofuel - Productioneng
dc.titleOs biocombustíveis afetam a segurança alimentar no Brasil? Discussão e abordagem quantitativapor
dc.title.alternativeBiofuels production affects food security in Brazil? Quantitative discussion and approacheng
dc.typeTesepor
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/9194382263216413por
dc.contributor.advisor-co1Minim, Luis Antonio
dc.contributor.advisor-co1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4789633Y8por
dc.contributor.advisor-co2Nascimento, Moysés
dc.contributor.advisor-co2Latteshttp://lattes.cnpq.br/6544887498494945por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.departmentCiência de Alimentos; Tecnologia de Alimentos; Engenharia de Alimentospor
dc.publisher.programDoutorado em Ciência e Tecnologia de Alimentospor
dc.publisher.initialsUFVpor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::CIENCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS::TECNOLOGIA DE ALIMENTOSpor
dc.contributor.advisor1Perez, Ronaldo
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4763156J5por
dc.contributor.referee1Siqueira, Kennya Beatriz
dc.contributor.referee1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4762340P2por
dc.contributor.referee2Cruz, Cosme Damião
dc.contributor.referee2Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4788274A6por
Aparece nas coleções:Ciência e Tecnologia de Alimentos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf2,4 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.