Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/5099
Tipo: Dissertação
Título: Detecção viral e capacidade de maturação in vitro de ovócitos de vacas naturalmente infectadas pelo Herpesvirus bovino 1
Título(s) alternativo(s): Viral detection and in vitro maturation ability of oocytes from cows naturally infected by bovine Herpesvirus 1
Autor(es): Mendes, Vívian Rachel de Araújo
Primeiro Orientador: Costa, Eduardo Paulino da
Primeiro coorientador: Silva Júnior, Abelardo
Segundo coorientador: Guimarães, José Domingos
Primeiro avaliador: Luz, Marcelo Rezende
Abstract: O objetivo do presente estudo foi verificar a presença do DNA do herpesvirus bovino 1 (BoHV1) em Complexos Cumulus Oóforus (COCs) e no sangue, além de avaliar a capacidade de desenvolvimento de ovócitos oriundos de vacas infectadas naturalmente. Os COCs foram obtidos de 15 doadoras por meio de aspiração folicular guiada por ultrassom (OPU). A extração do DNA foi realizada em um pool de COCs de todas as aspirações de uma mesma doadora e no sangue total, para a realização das reações de Nested-PCR. Os tratamentos foram definidos a partir do título de anticorpos detectados pela soroneutralização em microplacas, sendo estabelecidos quatro grupos: animais negativos (título menor do que 2); título baixo (2 a 8); título médio (16 a 32) e título alto (64 a 512). Foram selecionados para o cultivo in vitro somente os COCs com camada compacta de células do cumulus, zona pelúcida íntegra e citoplasma homogêneo. Após 24 horas de cultivo, os ovócitos foram fixados e corados para avaliação da maturação nuclear. O estádio do ciclo celular meiótico foi avaliado, por meio de um microscópio óptico com aumento de 1000X em imersão. Foi considerado maduro o ovócito que atingiu o estádio de metáfase II. O DNA do BoHV1 foi identificado no pool de COCs de três doadoras soropositivas, não sendo detectado em nenhuma das amostras soronegativas. Entretanto, não foi encontrado DNA viral em amostras sanguíneas, mesmo nas oriundas de animais soropositivos. Não houve diferença (P>0,05) na taxa de maturação nuclear ovocitária do grupo controle negativo (76,7%), quando comparada com a observada em animais com baixa titulação de anticorpos contra o BoHV1 (62,2%). Entretanto, verificou-se menor taxa de maturação nuclear (P<0,05) em ovócitos oriundos de vacas com titulação média (48,4%) e alta (50,9%), quando comparadas com o controle negativo. Os resultados obtidos permitem concluir que vacas infectadas naturalmente pelo BoHV1 podem apresentar o DNA viral em estruturas ovarianas e ainda ter comprometimento na taxa de maturação nuclear ovocitária.
This study was carried out to verify the presence of DNA of the bovine herpesvirus 1 (BoHV1) in Cumulus Oophorus Complexes (COCs) and in blood, as well as to evaluate the development ability of the oocytes from the naturally infected cows. COCs were obtained from 15 donors through follicular aspiration guided by ultrasound (OPU). The DNA extraction was accomplished in a pool of COCs of all aspirations from a same donor and in the total blood, in order to accomplish the Nested-PCR reactions. The treatments were defined from the title of the antibodies detected by serum-neutralization in microplates, and four groups were established: negative animals (title lower than 2); low title (2 to 8); medium title (16 to 32) and high title (64 to 512). Only the COCs provided with compact layer of cumulus cells, an integral pellucid zone and homogenous cytoplasm were selected for in vitro culture. After 24 hours under culture, the oocytes were fixed and stained for evaluation of the nuclear maturation. The stage of the meiotic cellular cycle was evaluated through an optical microscope with increase of 1000X in immersion. The oocyte reaching the metaphasis stage II was considered as ripe. The DNA of BoHV1 was identified in the pool of COCs from three serum-positive donors, as being not detected in any serumpositive sample. However, the viral DNA was not found in sanguine samples, even in those from the serum-positive animals. No differences (P>0.05) occurred in the nucleus maturation rate of the negative control group (76.7%), when compared with that one observed in animals with low titration of antibodies against BoHV1 (62.2%). However, lower nucleus maturation rate (P <0.05) were verified in oocytes from the cows with average (48.4%) and high titration (50.9%), when compared with negative control. The obtained results allow to conclude that cows naturally infected by BoHV1 can present either viral DNA in ovarian structures and endangerment of the maturation rate of the oocyte nucleus.
Palavras-chave: Ovócito bovino
BoHV1
Maturação "in vitro"
Bovine oocyte
BoHV1
"In vitro" maturation
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::MEDICINA VETERINARIA::REPRODUCAO ANIMAL
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Biotecnologia, diagnóstico e controle de doenças; Epidemiologia e controle de qualidade de prod. de
Programa: Mestrado em Medicina Veterinária
Citação: MENDES, Vívian Rachel de Araújo. Viral detection and in vitro maturation ability of oocytes from cows naturally infected by bovine Herpesvirus 1. 2012. 92 f. Dissertação (Mestrado em Biotecnologia, diagnóstico e controle de doenças; Epidemiologia e controle de qualidade de prod. de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2012.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/5099
Data do documento: 1-Jun-2012
Aparece nas coleções:Medicina Veterinária

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf555,48 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.