Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/5143
Tipo: Dissertação
Título: Efeitos cardiorrespiratórios e hemogasométricos da ventilação controlada com pressão positiva expiratória final associada ao pneumoperitônio com dióxido de carbono em coelhos
Título(s) alternativo(s): Cardiorespiratory and hemogasometric efects caused by ventilation controlled with positive end-expiratory pressure assocaited with pneumoperitoneum using carbon dioxide in rabbits
Autor(es): Augusto, Luís Eugênio Franklin
Primeiro Orientador: Carlo, Ricardo Junqueira Del
Primeiro coorientador: Favarato, Lukiya Silva Campos
Segundo coorientador: Monteiro, Betânia Souza
Primeiro avaliador: Pompermayer, Luiz Gonzaga
Segundo avaliador: Antunes, Fernanda
Abstract: O pneumoperitônio com CO2, utilizado para melhor visualização do campo cirúrgico em cirurgias laparoscópicas, tem sido associado a alterações hemodinâmicas, respiratórias e metabólicas. As principais complicações são decorrentes do aumento da pressão intra-abdominal (PIA) e da absorção do CO2. Para que a função respiratória seja mantida de forma adequada, pode ser utilizada a pressão positiva expiratória final (PEEP). No trabalho foi avaliado se a ventilação controlada com PEEP (0, 5 e 10 cmH2O) minimiza as alterações promovidas pelo pneumoperitônio com PIA de 15 cmH2O nas funções cardiovascular e respiratória, na gasometria arterial e sobre o parênquima pulmonar de coelhos anestesiados com isofluorano. Foram utilizados 36 coelhos divididos aleatoriamente em três grupos conforme com o valor da PEEP utilizada: GZP (PEEP de 0 cmH2O), GP5 (PEEP de 5 cmH2O) e GP10 (PEEP de 10 cmH2O). As variáveis pressão parcial de oxigênio no sangue arterial [pO2(a)], pressão parcial de dióxido de carbono no sangue arterial [pCO2(a)], pH do sangue arterial [pH(a)], concentração de bicarbonato plasmático no sangue arterial [cHCO3 -(a)], concentração de base no sangue arterial [cBase(a)], concentração de potássio (cK+), concentração de cálcio (cCa+2), concentração de sódio (cNa+), concentração de cloro (cCl-), GAP, pressão parcial de CO2 no final da expiração (EtCO2), frequência cardíaca (FC), pressão arterial diastólica (PAD), pressão arterial sistólica (PAS), pressão arterial média (PAM) e temperatura foram avaliadas em diferentes momentos da anestesia. Os animais foram submetidos à eutanásia nos seguintes tempos: 0 e 6, 12 e 24 horas após o fim da anestesia. Na necropsia foram coletados fragmentos dos lobos pulmonares e confeccionadas as lâminas para avaliação histológica das variáveis: infiltrado linfo-histiocitário, hemorragia intra-alveolar, congestão, edema pulmonar, infiltrado de neutrófilos intersticiais, infiltrado de neutrófilos intra-alveolares e áreas de atelectasia, sendo atribuído às lesões escores de ausente, leve, moderado ou intenso. As variáveis [pCO2(a)], FC, PAD, PAS, PAM, (cNa+), (cK+), (cCa+2), (cCl-), GAP, [cHCO3 -(a)] e [cBase(a)] se mantiveram dentro dos valores fisiológicos. Após o pneumoperitônio, houve aumento da [pCO2(a)] e consequente diminuição do [pH(a)] em todos os animais e elevação da EtCO2 nos grupos ventilados por PEEP e maior eliminação do CO2. Foi observado em todos os grupos infiltrado linfo-histiocitário característico de pneumonia intersticial linfocítica, além de baixos escores para o infiltrado neutrofílico alveolar e intersticial, edema, congestão e atelectasia, compatíveis com lesões ao endotélio capilar alveolar. Tais lesões foram mais intensas nos primeiros momentos após o procedimento anestésico- cirúrgico nos grupos GZP e G5P. Conclui-se que o incremento da PEEP em 0, 5 e 10 cmH2O não é capaz de evitar alterações ácido/base promovidas pela absorção peritoneal de CO2. A PEEP de 10 cmH2O melhora a eliminação de CO2 e reduz a pressão arterial de CO2, mas não evita a hipercapnia e promove lesões inflamatórias menos intensas no parênquima pulmonar.
Pneumoperitoneum using carbon dioxide (CO2) is used for better visualization of surgical field during laparoscopic surgeries and it has been associated to hemodynamic, respiratory and metabolic changes. The major complications are intraabdominal pressure increasing (IAP) and CO2 absorption. To maintain the appropriate respiratory function can be used positive end-expiratory pressure (PEEP). This study evaluate if ventilation controlled with 0, 5 and 10 cmH2O PEEP minimize changes promoted by pneumoperitoneum with 15 cmH2O IAP in cardiovascular and respiratory functions and arterial gasometry on the pulmonary parenchyma in rabbits anesthetized with isoflurane. Thirty-six rabbits were randomly divided into three groups according to PEEP level: GZP (0 cmH2O), G5P (5 cmH2O) and G10P (10 cmH2O). The variables partial oxygen pressure in arterial blood [pO2(a)], partial carbon dioxide pressure in arterial blood [pCO2(a)], arterial blood pH [pH(a)], plasma bicarbonate concentration in arterial blood [cHCO3 -(a)], base concentration in arterial blood [cBase(a)], K+ (cK+), Ca2+(cCa+2), Na+ (cNa+) and Cl- (cCl-) concentrations, GAP, partial carbon dioxide pressure in end expiratory (EtCO2), heart rate (HR), diastolic blood pressure (DBP), systolic blood pressure (SBP), mean arterial blood pressure (MAP) and temperature were evaluated at different times of anesthesia. The animals were euthanized at the following times: 0, 6, 12 and 24 hours after anesthesia. During autopsy, the lung lobes fragments were collected to do histological slides for histological evaluation of: lymphohistiocytic infiltrate, intraalveolar hemorrhage, congestion, pulmonary edema, interstitial and intra-alveolar neutrophils infiltration and atelectasis areas, with injuries been scored as absent, mild, moderate or intense. The variables [pCO2(a)], HR, DBP, SBP, MAP, (cNa+), (cK+), (cCa+2), (cCl-), GAP, [cHCO3 -(a)] e [cBase(a)] remained within the physiological values, an [pCO2 (a)] increase and consequent [pH (a)] decrease happens in all animals, and elevated EtCO2 was observed in groups ventilated with higher PEEP and CO2 elimination. It was observed in all groups lymphohistiocytic infiltrate typical of lymphocytic interstitial pneumonia, and low scores for neutrophil infiltration and alveolar interstitial edema, congestion and atelectasis consistent with alveolar capillary endothelium injury. These lesions were more intense in the early times after anesthetic-surgical procedure in the groups GZP and G5P. It is concluded that the increase of the PEEP at 0, 5 and 10 cmH2O cannot prevent acid / base changes promoted by peritoneal CO2 absorption. Positive end-expiratory pressure of 10 cmH2O improves CO2 elimination and reduces CO2 blood pressure, but does not prevent hypercapnia and promotes less intense inflammatory lesions in the lung parenchyma.
Palavras-chave: Pneumoperitônio
PEEP
Hemogasometria
Pneumoperitôneum
PEEP
Hemogasometry
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::MEDICINA VETERINARIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Biotecnologia, diagnóstico e controle de doenças; Epidemiologia e controle de qualidade de prod. de
Programa: Mestrado em Medicina Veterinária
Citação: AUGUSTO, Luís Eugênio Franklin. Cardiorespiratory and hemogasometric efects caused by ventilation controlled with positive end-expiratory pressure assocaited with pneumoperitoneum using carbon dioxide in rabbits. 2013. 71 f. Dissertação (Mestrado em Biotecnologia, diagnóstico e controle de doenças; Epidemiologia e controle de qualidade de prod. de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2013.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/5143
Data do documento: 26-Fev-2013
Aparece nas coleções:Medicina Veterinária

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf1,61 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.