Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/5148
Tipo: Dissertação
Título: Efeito de diferentes tempos de resfriamento pré-congelamento na viabilidade espermática do sêmen descongelado de caprino
Título(s) alternativo(s): Effect of different cooling times pre-frozen on the sperm viability of the thawed goat semen
Autor(es): Oliveira, Giselle Dias de
Primeiro Orientador: Benjamin, Laércio dos Anjos
Primeiro coorientador: Costa, Eduardo Paulino da
Segundo coorientador: Guimarães, José Domingos
Primeiro avaliador: Torres, Ciro Alexandre Alves
Abstract: O experimento foi realizado no Setor de Reprodução Animal do Departamento de Veterinária da UFV, Viçosa-MG. O objetivo do estudo foi desenvolver uma técnica de criopreservação visando melhorar a viabilidade do sêmen de caprino após descongelamento. Foram utilizados 4 tratamentos: T1, tempo de resfriamento de 1 h; T2, tempo de resfriamento de 2 h; T3, tempo de resfriamento de 4 h; e T4, com tempo de resfriamento de 6 h antes do congelamento. O sêmen foi coletado de quatro caprinos adultos com três anos idade, realizando-se cinco coletas/animal, utilizando um macho adulto como manequim e metodo de vagina artificial, com as coletas sendo realizadas durante a estação de monta natural (abril e maio de 2012. Foram avaliadas as características físicas do sêmen imediatamente após a coleta e após o descongelamento. Após o descongelamento, foram realizados também quatro testes complementares: termorresistência (TTR), hiposmótico (HOST), de integridade de membrana (INT), e morfológico. Os valores médios obtidos para o sêmen fresco quanto a volume (mL), motilidade espermática progressiva (%), vigor espermático (0-5) e concentração espermática (x109 totais), se encontraram dentro dos padrões preconizados pelo Colégio Brasileiro de Reprodução Animal (1998), respectivamente de 1,5; 85%, 3,78; 3,3 bilhões/mL. A motilidade espermática pós-descongelamento e o vigor espermático nos tratamentos T2 mot. (38,0±3,3) e vigor (2,2±0,1) , T3 mot. (52,3±4,7) vigor (2,4±0,1) e T4 mot. (47,0±5,0) e vigor (2,4±0,1), também se mostraram nos padrões recomendados pelo CBRA (1998). Foi observado que o sêmen teve resistência até o tempo de 180 minutos em todos os tratamentos ao longo do TTR. Porém, as amostras de sêmen nos tratamentos 3 e 4 foram os que obtiveram melhores resultados. Foi realizada análise de regressão para reforçar os resultados do tempo zero do TTR, onde se observou uma curva maior no tempo de 265 minutos de resfriamento, ou seja, por volta de 4hs e 25minutos. Os valores médios dos parâmetros seminais analisados nos testes complementares (HOST, morfológico e INT) realizados no presente estudo se mostraram diferentes (P<0,05) entre os tratamentos somente no teste INT (29,7±3,3; 39,8±4,6; 50,0±5,1 e 56,5±4,1). Foi observada correlação positiva entre motilidade e vigor espermático, e entre motilidade e teste INT. Conclui-se que o tempo de resfriamento do sêmen de caprino em tempos de 4 e 6 h promoveu melhor viabilidade da célula espermática após o descongelamento do sêmen, aumentado a longevidade do espermatozoide.
The experiment was conducted at the Animal Reproduction Section of Veterinary Department, UFV, Viçosa, MG. The aim of the study was develop a technique of cryopreservation in order to improve the viability of goat semen after thawing. Were used four treatments: T1, cooling time of 1 h; T2, cooling time of 2 h; T3, cooling time of 4 h; and T4, with cooling time of 6 h before freezing. The semen was collected from four adult goats with three years old, totaling five collections using as dummy an adult male and the artificial vagina method, with the collections being conducted during the natural breeding season (April and May 2012). Were evaluated physical characteristics of semen immediately after collection and after thawing. After thawing, were also performed four complementary tests: heat resistance (TTR), hyposmotic (HOST), membrane integrity (INT), and morphological. The average values obtained for the fresh semen as the volume (mL), motility (%), sperm vigor (0-5) and sperm concentration (x109 total) were within the standards set by the Brazilian College of Animal Reproduction (1998), 1,5; 85%, 3,78; 3,3 billion / ml, respectively. The postthaw sperm motility and sperm vigor in the T2 showed mot. (38.0 ± 3.3) and vigor (2.2 ± 0.1), T3 mot. (52.3 ± 4.7) vigor (2.4 ± 0.1) and T4 mot. (47.0 ± 5.0) and vigor (2.4 ± 0.1), also proved within the values recommended by CBRA (1998). It was observed that the semen had resistance until the time 180 minutes in all treatments throughout the TTR. However, semen samples in treatments 3 and 4 were the ones that obtained better results. Regression analysis was performed to strengthen the results of the TTR time zero, where a greater curve was observed on time 265 minutes cooling, in other words, around 4 h and 25 minutes. The complementary tests (HOST, morphological and INT) performed in this study with different cooling times showed differences (P <0.05) between treatments only in INT test (29,7±3,3; 39,8±4,6; 50,0±5,1 e 56,5±4,1). Positive correlation was observed between motility and sperm vigor, and between motility and test INT. It is concluded that the cooling time of goat semen in times of 4 and 6 h has promoted better sperm cell viability after thawing of semen, increasing longevity of the spermatozoa.
Palavras-chave: Espermatozoides
Criopreservação
Tempo de equilíbrio
Sperm
Cryopreservation
Balancing time
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::MEDICINA VETERINARIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Biotecnologia, diagnóstico e controle de doenças; Epidemiologia e controle de qualidade de prod. de
Programa: Mestrado em Medicina Veterinária
Citação: OLIVEIRA, Giselle Dias de. Effect of different cooling times pre-frozen on the sperm viability of the thawed goat semen. 2013. 52 f. Dissertação (Mestrado em Biotecnologia, diagnóstico e controle de doenças; Epidemiologia e controle de qualidade de prod. de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2013.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/5148
Data do documento: 30-Abr-2013
Aparece nas coleções:Medicina Veterinária

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf1,12 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.