Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/5172
Tipo: Dissertação
Título: Utilização de microesferas biodegradáveis PLGA como sistema de liberação para a vacina sintética SBm7462 no controle do Boophilus microplus (Canestrini, 1887): modelo experimental em camundongos
Título(s) alternativo(s): Utilization of biodegradable PLGA microspheres as a delivery system for synthetic vaccine SBm7462 on control of the Boophilus microplus (Canestrini, 1887): experimental model in mice
Autor(es): Sales Junior, Policarpo Ademar
Primeiro Orientador: Salcedo, Joaquín Hernán Patarroyo
Primeiro avaliador: Viloria, Marlene Isabel Vargas
Segundo avaliador: Guimarães, Antonio Marcos
Terceiro avaliador: Afonso, Luis Carlos Crocco
Quarto avaliador: Santos, Tomaz Aroldo da Mota
Abstract: Foi avaliada a resposta imunológica do peptídeo sintético SBm7462 emulsificado com o adjuvante saponina ou encapsulado em microesferas biodegradáveis PLGA; bem como, a do peptídeo sintético SPf66 encapsulado no referido sistema de liberação. O estudo foi realizado com camundongos Balb/c, fêmeas, utilizando-se uma dose de 100 mg de peptídeo por animal. Os camundongos foram separados em seis grupos de vinte: grupo I: animais em que foram inoculados 75mg de saponina; grupo II: inoculados com 100 mL de água milli Q; grupo III: imunizados com o peptídeo SBm7462 emulsificado com o adjuvante saponina (75mg de saponina para 100mg de peptídeo); grupo IV: inoculados com as microesferas vazias; grupo V: imunizados com o peptídeo SBm7462 encapsulado nas microesferas PLGA; grupo VI: imunizados com o peptídeo sintético SPf66 encapsulado nas microesferas PLGA. As três inoculações foram efetuadas no dia zero e depois a cada três semanas. Os camundongos foram sangrados antes da primeira imunização e a intervalos periódicos (a cada sete dias) até 21ª semana, sendo o soro utilizado para a realização de ELISA indireto para detecção de IgGs anti-SBm7462, como também para a realização de testes de função hepática. O peptídeo sintético SBm7462 mostrou uma melhor resposta humoral quando emulsificado com o adjuvante saponina. Já o SPf66 mostrou uma resposta similar à encontrada por outros autores quando encapsulado em microesferas PLGA e utilizado em camundongos. Os testes de função hepática foram realizados em equipamento multiparamétrico de bioquímica Alisé e, não se observou evidências de efeitos hepatotóxicos quando foram avaliados parâmetros como proteínas totais, albumina, AST e ALT. Foram também coletados baços de camundongos para verificação das alterações histológicas pós-imunização, para cada tratamento, no dia zero, três, seis e nove dias após a segunda e dois, quatro e seis dias após a terceira inoculação. Os resultados obtidos revelam que a saponina potencializa uma melhor resposta imune do peptídeo SBm7462, tendo sido também esta resposta mais precoce e que, as microesferas PLGA mostram-se viáveis a serem utilizadas como sistema de liberação para este peptídeo, necessitando-se, porém, de estudos adicionais para promoção de uma melhor eficácia de encapsulação.
Was evaluated the immunological response of synthetic peptide SBm7462 emulsified with the adjuvant saponin or encapsulated in biodegradable PLGA microspheres; as well as, the response of synthetic peptide SPf66 encapsulated on cited delivery system. Mice Balb/c, female, were utilized on study, with a dose of 100mg of peptide for each animal. The mice were separated in six groups of twenty: group I: animals inoculated with 75mg of saponin; group II: inoculated with 100mL of water milliQ; group III: immunized with the peptide SBm7462 emulsified on saponin, 75mg of saponin for 100mg of peptide; group IV: inoculated with empty microspheres; group V: immunized with the peptide SBm7462 enclausured in PLGA microspheres; group VI: immunized with the synthetic peptide SPf66 enclausured in PLGA microspheres. The three inoculations was executed on day zero and latter on third and sixth weeks after the first inoculation. The mice were bled prior of first immunisation and at periodic intervals (of seven days) until week 21. The serum was assayed by indirect ELISA for detection of specific IgGs anti-SBm7462, and for realization of tests of hepatic function. The synthetic peptide SBm7462 showed a better immune response emulsified with saponin adjuvant. The peptide SPf66 showed a similar response when compared with the obtained for others authors when encapsulated in PLGA microspheres and utilized in mice. The tests of hepatic function were realized in equipament multiparametric of bioquimic Alisé, and no evidence of hepatotoxic effects was viewed, when was evaluated the parameters: total proteins, albumin, AST and ALT. In order to verification of histologic alterations post-immunization, were colleted spleen of mice, for each treatment, on day zero, three, six and nine days post the second inoculation and two, four and six days post the third inoculation. The results obtained showed the saponin potentiate a better immune response of peptide SBm7462, and this response was more precoce than the obtained with the PLGA microspheres. This delivery system show itself as a good approach for utilization with the synthetic peptide SBm7462, nevertheless more studies are necessary for promotion of a better efficacy of encapsulation.
Palavras-chave: Boophilus microplus
Vacina sintética
Adjuvantes
Boophilus microplus
Synthetic vaccine
Adjuvants
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::MEDICINA VETERINARIA::MEDICINA VETERINARIA PREVENTIVA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Biotecnologia, diagnóstico e controle de doenças; Epidemiologia e controle de qualidade de prod. de
Programa: Mestrado em Medicina Veterinária
Citação: SALES JUNIOR, Policarpo Ademar. Utilization of biodegradable PLGA microspheres as a delivery system for synthetic vaccine SBm7462 on control of the Boophilus microplus (Canestrini, 1887): experimental model in mice. 2003. 94 f. Dissertação (Mestrado em Biotecnologia, diagnóstico e controle de doenças; Epidemiologia e controle de qualidade de prod. de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2003.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/5172
Data do documento: 19-Dez-2003
Aparece nas coleções:Medicina Veterinária

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf856,07 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.