Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/5177
Tipo: Dissertação
Título: Anastomose término-terminal no jejuno de eqüinos coberta com retalhos mesentéricos pediculados
Título(s) alternativo(s): End to end anastomosis in the equine jejunum covered by pedunculated mesenteric flaps
Autor(es): Mena, Fabio Augusto Aristizábal
Primeiro Orientador: Lopes, Marco Aurelio Ferreira
Primeiro coorientador: Viloria, Marlene Isabel Vargas
Primeiro avaliador: Borges, Andrea Pacheco Batista
Segundo avaliador: Carlo, Ricardo Junqueira Del
Terceiro avaliador: Faleiros, Rafael Resende
Abstract: Ressecção e anastomose do intestino delgado são procedimentos comumente empregados em eqüinos para tratar lesões produzidas por obstruções estrangulantes e outras doenças. No entanto, este procedimento é altamente associado com uma grande quantidade de complicações como aderências peritoneais, estenose no local da anastomose, necrose continuada do segmento intestinal preservado, vazamento do conteúdo intestinal e peritonite séptica. Este trabalho têm como objetivos avaliar uma técnica de anastomose término-terminal no jejuno de eqüinos com uma sutura simples contínua e coberta com retalhos do mesentério quanto à formação de aderências peritoneais, à deformação e à estenose do intestino. Avaliar a utilização do adesivo cirúrgico n-butil cianoacrilato para a fixação do mesentério na serosa do jejuno e para a síntese da pele em eqüinos submetidos a laparotomia e anastomose término-terminal do jejuno. Foram utilizados 6 equinos sadios. Através de uma laparotomia mediana préumbilical, dois segmentos do jejuno (um oral e o outro aboral e correspondentes a dois arcos mesentericos) localizados a 2 metros um do outro e a 2 metros da extremidade oral da prega ileocecal foram demarcados. Num desenho experimental cross-over , cada um desses segmentos foi submetido a um dos seguintes tratamentos: ressecção seguida de enteroanastomose término-terminal com uma sutura simples contínua ou o mesmo tipo de anastomose coberta com dois retalhos mesentéricos pedic ulados criados de cada uma das extremidades do segmento intestinal removido e fixados com n-butil cianoacrilato sobre o local da enteroanastomose. O adesivo cirúrgico também foi utilizado para a síntese da pele. Após 14 dias da cirurgia, os animais foram sacrificados e as aderências peritoneais foram classificadas em graus de 0 a 3 segundo BAXTER, et al. (1993). Segmentos de aproximadamente 40 cm de jejuno com o local da anastomose no centro foram colhidos e distendidos pela administração de uma solução de sulfato de bário 0,1%, até alcançar 20mmHg de pressão interna e radiografados. A redução da luz intestinal foi determinada por medições da coluna de bário visível na radiografia. Concluiu-se que a anastomose término-terminal do jejuno coberta com retalho mesentérico aderido à serosa pelo n-butil cianoacrilato não apresenta nenhuma vantagem e não é recomendado seu uso em eqüinos. O uso do adesivo n-butil cianoacrilato no intestino precisa ser melhor investigado. O uso desse adesivo na pele parece não ter nenhuma desvantagem e torna a síntese mais simples e rápida.
Resection and anastomosis of the small intestine is commonly performed in horses to treat lesions produced by strangulated obstructions and other diseases. However this procedure is associated with several complications such as peritoneal adhesions, intestinal stenosis at the site of the anastomosis, necrosis of the preserved intestinal stumps, leakage of intestinal contents and septic peritonitis. The present study was conducted to evaluate a single- layer appositional end-to-end anastomosis technique covered by mesenteric flaps with respect to adhesion formation, distortion and stomal diameter. To evaluate the use of n-butyl cyanoacrylate surgical glue to fix a mesenteric flap over the jejunum serosa and to perform skin closure in horses that underwent laparotomy and end-to-end anastomosis in the jejunum. Six healthy horses, without evidence of previous abdominal surgery were used. Midline laparotomy was performed and the jejunum was exteriorized. Two jejunal segments (one aboral and other oral and each corresponding to 2 mesenteric arches) were delimited, 2 and 4 meters proximal to the ileocecal junction, respectively. In a crossover design, each one of the jejunal segments underwent one of the following treatments: resection and end-to-end anastomosis performed with a simple continuous pattern (simple anastomosis) or the same type of anastomosis covered by two mesenteric flaps (conserved from the removed segment) and fixed with n-butyl cyanoacrylate to the anastomosis site. Tissue adhesive was also used to perform skin closure. The animals were euthanized 14 days after surgery and peritoneal adhesions were assigned grades of 0 to 3 according to BAXTER, et al. (1993). A 40 cm segment of jejunum containing the anastomotic site was harvested and distended by barium sulfate solution 0,1% to 20 mmHg and radiographed. Stomal diameter reduction and stenosis length were determined by measuring the barium column visible on the radiographs. Was concluded that the single layer appositional end-to-end anastomosis technique covered by mesenteric flaps was not advantageous and must not be used in equines. Prospective studies are needed to evaluate the use of n-butyl cyanoacrylate in the intestine. The skin suture was simpler and faster when performed with n-butyl cyanoacrylate glue.
Palavras-chave: Equino
Aderências
Cólicas
Cirurgia intestinal
Equine
Adhesions
Colic
Intestinal surgery
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::MEDICINA VETERINARIA::CLINICA E CIRURGIA ANIMAL
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Biotecnologia, diagnóstico e controle de doenças; Epidemiologia e controle de qualidade de prod. de
Programa: Mestrado em Medicina Veterinária
Citação: MENA, Fabio Augusto Aristizábal. End to end anastomosis in the equine jejunum covered by pedunculated mesenteric flaps. 2006. 54 f. Dissertação (Mestrado em Biotecnologia, diagnóstico e controle de doenças; Epidemiologia e controle de qualidade de prod. de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2006.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/5177
Data do documento: 31-Jan-2006
Aparece nas coleções:Medicina Veterinária

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf1,03 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.