Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/5193
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.authorSilva, Tricia Osório da
dc.date.accessioned2015-03-26T13:47:25Z-
dc.date.available2007-07-20
dc.date.available2015-03-26T13:47:25Z-
dc.date.issued2003-08-13
dc.identifier.citationSILVA, Tricia Osório da. Testicular descent and seminal characteristics at puberty and sexual maturity in Labrador Retriever dogs. 2003. 62 f. Dissertação (Mestrado em Biotecnologia, diagnóstico e controle de doenças; Epidemiologia e controle de qualidade de prod. de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2003.por
dc.identifier.urihttp://locus.ufv.br/handle/123456789/5193-
dc.description.abstractNo presente trabalho foram verificados o descenso testicular em cães da raça Retriever do Labrador e a idade na qual esses cães atingem a puberdade e a maturidade sexual. Os testículos não foram palpáveis na região inguinal no segundo dia após o nascimento. Na décima semana de idade, eles o foram no colo do escroto (10 + 0,44), permanecendo palpáveis nessa região até a décima segunda semana (12 + 0,78). Esses órgãos foram palpáveis próximos ao escroto na décima terceira semana de idade (13 + 0,78) até a décima quinta (15 + 0,78). Sua palpação no escroto ocorreu na décima sexta semana de idade (16 + 0,78). A puberdade foi considerada como o aparecimento dos primeiros espermatozóides no ejaculado, e isso aconteceu na idade de 29 semanas (29 + 0,54). No decorrer do período pós-puberal houve decréscimo na porcentagem de defeitos maiores e defeitos totais, bem como aumento na motilidade progressiva, no turbilhonamento, no vigor espermático, na concentração espermática por mL e no número total de espermatozóides no ejaculado. As anormalidades mais encontradas logo após a puberdade foram: patologias de acrossoma e formas teratológicas. Entre as anormalidades consideradas defeitos menores, a que mais se observou nesse período foi a gota citoplasmática distal. Os cães atingiram a maturidade sexual na idade de 43 semanas (43 + 1,12).pt_BR
dc.description.abstractThe objective of this work was to study testicular descent in Labrador Retriever dogs and also the age of these dogs at puberty and sexual maturity. The testicles were not detectable at the inguinal area at two days after birth, but on the tenth week (10 + 0.44) after birth they were palpable in the neck region of the scrotum and remained so detected to the twelfth week (12 + 0.78). The testicles were detected proximal to the scrotum from the thirteenth week (13 + 0.78) to the fifteenth week (15 + 0.78). The testicles became palpable in the scrotum at the sixteenth week (16 + 0.78). The considered puberty began when the first spermatozoa appeared in the ejaculate and it happened at the age of twenty nine weeks (29 + 0.54). By the regression analysis, in the post pubertal phase, the ejaculate showed a decrease in the percentage of major and of total defects, and on the other hand an increase of the progressive motility, spermatozoa waves movements, sperm vigor, spermatozoa concentration and total number of spermatozoa. At the age of forty three weeks (43 + 1.12) the dogs achieved sexual maturity.eng
dc.description.sponsorship
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Viçosapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectCãopor
dc.subjectPuberdadepor
dc.subjectMaturidadepor
dc.subjectDogseng
dc.subjectPubertyeng
dc.subjectSexual maturityeng
dc.titleDescenso testicular e características seminais à puberdade e maturidade sexual em cães da raça Retriever do Labradorpor
dc.title.alternativeTesticular descent and seminal characteristics at puberty and sexual maturity in Labrador Retriever dogseng
dc.typeDissertaçãopor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.departmentBiotecnologia, diagnóstico e controle de doenças; Epidemiologia e controle de qualidade de prod. depor
dc.publisher.programMestrado em Medicina Veterináriapor
dc.publisher.initialsUFVpor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::MEDICINA VETERINARIA::REPRODUCAO ANIMALpor
dc.contributor.advisor1Costa, Eduardo Paulino da
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4787237D6por
dc.contributor.referee1Guimarães, José Domingos
dc.contributor.referee1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4782270U6por
dc.contributor.referee2Torres, Ciro Alexandre Alves
dc.contributor.referee2Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4787213D4por
dc.contributor.referee3Paula, Tarcízio Antônio Rego de
dc.contributor.referee3Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4701637D5por
dc.contributor.referee4Guimarães, Simone Eliza Facioni
dc.contributor.referee4Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4782526Y2por
Aparece nas coleções:Medicina Veterinária

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf308,43 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.