Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/5203
Tipo: Dissertação
Título: Imunidade passiva em eqüinos neonatos: avaliação por diferentes métodos
Título(s) alternativo(s): Passive immunity in equine neonates: evaluation by different methods
Autor(es): Lang, André
Primeiro Orientador: Souza, Maria Verônica de
Primeiro coorientador: Pompermayer, Luiz Gonzaga
Segundo coorientador: Ribeiro Filho, José Dantas
Primeiro avaliador: Carvalho, Giovanni Ribeiro de
Segundo avaliador: Paula, Sérgio Oliveira de
Abstract: O objetivo deste estudo foi avaliar a transferência de imunidade passiva em neonatos eqüinos, mediante a utilização do método de imunodifiusão radial simples (IDRS) e verificar a correlação entre a concentração de IgG no soro materno, no colostro e no soro do neonato, bem como comparar os resultados obtidos com esta metodologia com aqueles alcançados pelas técnicas de turbidez pelo sulfato de zinco (TSZ) e coagulação pelo glutaraldeído (CG). Para isso foram utilizados 34 animais, sendo 17 éguas e respectivos neonatos, mestiços da raça Bretão. Os partos foram acompanhados e amostras de colostro foram coletadas imediatamente após o parto, assim como com 12 e 48 horas após o mesmo. Amostras de sangue foram coletadas das éguas próximo ao parto e dos potros imediatamente após o nascimento, antes da ingestão de colostro, e com 6, 12, 24, 48 horas e 30 dias após o mesmo. As amostras foram processadas e a concentração de IgG no colostro determinada por IDRS. As amostras de soro foram submetidas às técnicas de IDRS, TSZ e CG. Observou-se queda na concentração de anticorpos no colostro após o parto, porém valores ainda significativos foram detectados com 48 horas. Não foi observado correlação significativa entre a concentração de IgG no soro das éguas e respectivo colostro, mas sim entre a concentração no soro das éguas e soro dos neonatos, no momento em que cada animal apresentou valor máximo dessa imunoglobulina, o que ocorreu entre 6 e 24 horas após o parto. Correlação também foi encontrada entre as concentrações de IgG no colostro e soro dos neonatos no momento do parto, assim como com 12 e 48 horas após o mesmo. Valores máximos de IgG foram encontrados com 48 horas após o parto, tanto quando se utilizou a técnica de IDRS como TSZ ou CG. A comparação dos valores médios de IgG obtidos em cada tempo, mostrou o momento de 12 horas após o parto como indicado para a determinação da concentração de IgG para os métodos de IDRS e TSZ e 6 horas indicado para CG. Correlação significativa foi observada entre a concentração de IgG no soro determinada por IDRS e a encontrada por TSZ e CG.
The objective of this study was to evaluate passive transfer of immunity in newborn foals, by applying the single radial immunodiffusion (SRID) method and to verify immunoglobulin G correlation in the maternal serum, colostrum, and neonatal serum, as well as compare the results from this methodology with those from zinc sulfate turbidity (ZST) and gluteraldehyde coagulation (GC). Thus, 34 Breton cross bred animals were used, 17 mares and respective neonates, mixed Breton breed. The births were monitored and colostrum samples were collected immediately and 12 and 48 hours after birth. Blood samples were collected from the mares next to the foals birth and from the foals immediately, before colostrums ingestion, and 6, 12, 24, 48 hours and 30 days after birth. The samples were processed and IgG concentration determined in the colostrum by SRID. Blood serum samples was used for SRID, TSZ and GC. A drop in antibody concentration in the colostrum was observed after birth, however still significant values were detected within 48 hours. No significant correlation was verified between mare serum IgG concentration and respective colostral concentration, but rather between mare serum and neonate serum concentrations, at the moment that each animal presented maximum value of this immunoglobulin, which occurred between 6 and 24 hours after birth. Correlation was also found between IgG concentration in the colostral and neonatal serum at birth, and 12 and 48 hours after it. Maximum IgG values were found 48 hours after birth, for SRID, ZST and GC test. The comparison of the mean IgG values obtained each time indicated a period of 12 hours after birth as the ideal time for determining IgG concentration by the SRID and ZST techniques and of 6 hours using the GC test. A significant correlation was observed between IgG concentration obtained in the foal serum by the SRID technique with that found using ZST and GC test.
Palavras-chave: Eqüino
Neonatologia
Anticorpos
Sorologia
Colostro
Equine
Neonatology
Immunity
Serum
Colostrum
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::MEDICINA VETERINARIA::CLINICA E CIRURGIA ANIMAL::CLINICA VETERINARIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Biotecnologia, diagnóstico e controle de doenças; Epidemiologia e controle de qualidade de prod. de
Programa: Mestrado em Medicina Veterinária
Citação: LANG, André. Passive immunity in equine neonates: evaluation by different methods. 2006. 93 f. Dissertação (Mestrado em Biotecnologia, diagnóstico e controle de doenças; Epidemiologia e controle de qualidade de prod. de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2006.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/5203
Data do documento: 21-Jul-2006
Aparece nas coleções:Medicina Veterinária

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf226,33 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.