Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/5252
Tipo: Dissertação
Título: Modelagem ecofisiológica do desenvolvimento do eucalipto na Amazônia
Título(s) alternativo(s): Modelling ecophysiological development eucalyptus in the Amazon
Autor(es): Rasscon, Nilton Júnior Lopes
Primeiro Orientador: Ribeiro, Aristides
Primeiro avaliador: Souza, Paulo Jorge de Oliveira Ponte de
Segundo avaliador: Silva, Welliam Chaves Monteiro da
Abstract: Nos últimos anos, os plantios florestais têm apresentado uma considerável expansão por todo o Brasil, a exemplo do sul do Rio Grande do sul, sul da Bahia, Mato Grosso do Sul, Piauí, Tocantins, Maranhão, diversas sub-regiões dos Estados de Minas Gerais, Paraná e Santa Catarina, além do estado do Pará. No Pará, a expansão dos plantios florestais vem ocorrendo de forma bastante intensa, com pouco mais de 200 mil hectares já plantados, sendo 148 mil hectares com eucalipto, dos quais 60 mil hectares plantados no Projeto Jari em plena floresta amazônica (ABRAF, 2011). Neste contexto, o estado, se mostra como um grande pólo de expansão dos reflorestamentos no Brasil, e por ser ainda uma atividade relativamente recente no Pará, necessita de pesquisas no setor voltadas para o desenvolvimento dos plantios nessas novas áreas, para que essa expansão ocorra de forma responsável. Diante dessa realidade, os sistemas de tomada de decisão florestal ou silvicultural, que têm como variáveis de entrada dados climáticos, são cada vez mais essenciais no planejamento das atividades florestais. Dentre estes se destaca a modelagem ecofisiológica de desenvolvimento de floresta plantada, uma ferramenta útil ao planejamento estratégico para implantação e condução de plantios florestais. Assim, é essencial o aperfeiçoamento de ferramentas que possam contribuir para o planejamento e desenvolvimento do setor de florestas plantadas em algumas áreas do estado do Pará. Portanto, esse trabalho teve como objetivo geral estudar e desenvolver o conhecimento sobre modelagem ecofisiológica como um aspecto estratégico e um instrumento imprescindível para uma gestão florestal responsável na região amazônica. Especificamente o objetivo foi: a) alterar a escala temporal do cálculo do submodelo do balanço hídrico de mensal (modelo original) para diário (modelo proposto), bem como realizar mudanças no tratamento de seus componentes evapotranspiração e déficit de pressão de vapor (DPV); b) parametrizar, calibrar e validar o modelo 3-PG em algumas áreas da região amazônica para plantio de eucalipto. As mudanças realizadas no modelo proposto produziram um pequeno ganho na eficiência da estimativa dos valores (volume, DAP, altura) em relação ao modelo original, entretanto, as modificações propostas nesse trabalho reduziram o empirismo do modelo proposto, por terem melhorado o rigor físico no tratamento dos processos que envolvem o balanço hídrico (déficit de pressão de vapor e evapotranspiração). Os modelos proposto e original, apresentaram boa capacidade de extrapolação e descreveram com boa precisão os padrões de crescimento do eucalipto em termos de volume, altura e DAP. Verificou-se também um melhor ajuste/ganho pelo modelo proposto. Em relação às áreas estudadas verificou-se que os maiores níveis de abertura estomática em decorrência da maior disponibilidade de água no solo vinculado a maior precipitação, maiores taxas de radiação e maiores áreas de interceptação de energia radiante em função de maior IAF conferiram aos plantios da região de Felipe condições mais favoráveis para a realização de taxas elevadas de fotossíntese que no final do processo se traduzem em maior produtividade.
In recent years, the plantations are expanding throughout Brazil, as in the southern Rio Grande do Sul, southern Bahia, Mato Grosso do Sul, Piauí, Tocantins, Maranhão, several sub-regions of Minas Gerais, Parana and Santa Catarina, and the state of Pará. Faced with this also comes the need for research aimed at the development of plantations in these new areas. In Pará, the expansion of forest plantations is occurring quite intense, is about just over 200,000 hectares already planted 148,000 hectares of eucalyptus, of 60,000 hectares planted in full Jari Project in the Amazon rainforest. In this context, the state appears as a major center of expansion of forest plantations in Brazil, and is still a relatively recent activity in Pará, industry research needs facing the region. Given this reality, the systems of decision-making forestry or forestry, which are input variables and climatic, are increasingly essential in the planning of forest activities. Among these stands out ecophysiological modeling development of planted forest, a useful tool for strategic planning for deployment and conduct of forest plantations. It is therefore essential improvement tools that can contribute to the planning and development of planted forest sector in some areas of the state of Pará. Therefore, this study aimed to study and develop the general knowledge of ecophysiological modeling as a strategic and an essential tool for responsible forestry management in the Amazon region. Specifically the objective was: a change the time scale of the sub-model calculation of the monthly water balance (original model) to daily (proposed model), as well as make changes in the treatment of evapotranspiration and its components vapor pressure deficit (VPD); b) parameterize, calibrate and validate the model 3-PG in some areas of the Amazon to plant eucalyptus trees. Changes made in the proposed model produced a small gain in efficiency of the estimated values (volume, DBH, height) in the original model, however the changes proposed in this work because they have improved the physical rigors of the treatment processes that involve the water balance (vapor pressure deficit and evapotranspiration) reduced the empiricism of the proposed model. The original model proposed and showed good ability to extrapolate and described with good accuracy the patterns of growth in terms of volume, height and DBH. There was also a best fit by the model proposed. In summary the highest levels of stomatal opening due to higher soil water availability linked to higher precipitation, higher rates and larger areas of radiation interception of radiant energy due to higher IAF gave the plantations in the region of more favorable conditions for Felipe achieving high rates of photosynthesis at the end of the process translate into higher productivity.
Palavras-chave: Agrometeorologia
Eucalipto
Modelagem
Agrometeorology
Eucalyptus
Modeling
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::AGROMETEOROLOGIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Agrometeorologia; Climatologia; Micrometeorologia
Programa: Mestrado em Meteorologia Agrícola
Citação: RASSCON, Nilton Júnior Lopes. Modelling ecophysiological development eucalyptus in the Amazon. 2012. 93 f. Dissertação (Mestrado em Agrometeorologia; Climatologia; Micrometeorologia) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2012.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/5252
Data do documento: 10-Fev-2012
Aparece nas coleções:Meteorologia Agrícola

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf1,36 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.