Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/5292
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.authorFernandes, Péricles Leonardo
dc.date.accessioned2015-03-26T13:51:42Z-
dc.date.available2008-03-05
dc.date.available2015-03-26T13:51:42Z-
dc.date.issued2007-08-10
dc.identifier.citationFERNANDES, Péricles Leonardo. Anaerobic production of biosurfactants by Bacillus spp. 2007. 77 f. Dissertação (Mestrado em Associações micorrízicas; Bactérias láticas e probióticos; Biologia molecular de fungos de interesse) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2007.por
dc.identifier.urihttp://locus.ufv.br/handle/123456789/5292-
dc.description.abstractO presente trabalho objetivou determinar as condições nutricionais e de potencial redox que estimulem o crescimento e a produção de biossurfactantes por três isolados do gênero Bacillus. Foram utilizados três isolados pertencentes à coleção de culturas do Laboratório de Biotecnologia e Biodiversidade para o Meio Ambiente (LBBMA) que possuíam características desejáveis para sua aplicação na recuperação avançada de petróleo, incluindo a capacidade de produzirem biossurfactantes. Dos três isolados, somente o isolado LBBMA111A foi capaz de crescer em meio mineral reduzido com 0,5 mmol L-1 de ditiotreitol sem a adição de qualquer fator de crescimento. Os isolados LBBMA155 e LBBMA283 necessitam da adição de DNA ao meio de cultura para apresentarem crescimento vigoroso em baixos potenciais redox. Porém, esse comportamento pode ser alterado de acordo com as condições fisiológicas das bactérias. O potencial redox demonstrou exercer influência sobre o crescimento de todos os isolados, mas em intensidades diferentes. A produção de biossurfactantes também demonstrou ser influenciada pelo potencial redox do meio de cultura onde as bactérias são crescidas. Foram observados indícios de alterações nas moléculas dos biossurfactantes produzidos pelos isolados dependendo da condição redox em que estas foram produzidas. A fonte de carbono e a de nitrogênio adicionadas ao meio de cultura influenciaram o crescimento dos isolados. Fontes de carbono como amido e piruvato demonstraram não ser capazes de sustentar o crescimento dos isolados de Bacillus em condição anaeróbia. Tanto a fonte de carbono quanto a fonte de nitrogênio influenciaram de maneira significativa a produção de biossurfactantes pelas bactérias. Apesar dos isolados não apresentarem o mesmo comportamento mediante diferentes fontes de nitrogênio, a proteose peptona demonstrou ser a melhor fonte de nitrogênio tanto para o crescimento quanto para a produção de biossurfactantes pelas bactérias. Com relação à fonte de carbono, a sacarose proporcionou o melhor crescimento de todos os isolados; porém, para os isolados LBBMA111A e LBBMA283, os melhores dados de produção de biossurfactantes foram obtidos com o cultivo em meio com glicose. Variações nas fontes de carbono e nitrogênio também parecem influenciar a estrutura das moléculas de biossurfactantes produzidos pelas bactérias. Todos os isolados podem ser potencialmente aplicáveis na recuperação avançada de petróleo baseada na produção de biossurfactantes in situ ; porém, mais estudos devem ser conduzidos para se determinar em quais condições estes poderão atuar.pt_BR
dc.description.abstractThe objective of the present study was to determine the nutritional and redox conditions that promote the growth and biosurfactant production by Bacillus spp.. Three strains belonging to the culture collection of the Laboratório de Biotecnologia e Biodiversidade para o Meio Ambiente (LBBMA), previously evaluated for their potential for application in Microbial Enhanced Oil Recovery, including biosurfactant production, were used in the study. Among the three strains, only LBBMA111A was able to grow in mineral medium reduced with 0,5 mmol L-1 of dithiothreitol in the absence of any growth factor. Strains LBBMA155 and LBBMA283 required supplementation of the growth medium with DNA at low redox potential. However, this behavior can be modified according to the physiological state of the cells. The redox potential was shown to affect the growth patter of all strains, but in different intensities. In addition, the redox potential of the growth media also affected the yield and activity of biosurfactants produced by all strains. The growth of the strains was affected by the carbon and nitrogen sources of the media. The three strains were not able to growth when starch or pyruvate were used as carbon source. Either the carbon source or the nitrogen source of the media affected the production of biosurfactants. The greatest growth and biosurfactant production was observed when proteose peptone was used as the nitrogen source. The greatest growth was obtained when sucrose was the carbon source; however, for strains LBBMA111A and LBBMA283, glucose provided the greatest reduction of the interfacial tension. Variations in carbon and nitrogen sources appear to affect the structure of the biosurfactants produced. It is concluded that the three strains Bacillus are potential candidates for Microbial enhanced oil recovery (MEOR) based on the production of biosurfactants in situ; nevertheless, more studies must be conduct to evaluate the range of physical- chemical conditions for their successful application.eng
dc.description.sponsorshipConselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Viçosapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectBiossurfactantespor
dc.subjectBacillus spp.por
dc.subjectAnaerobiosepor
dc.subjectBiosurfactantseng
dc.subjectBacillus spp.eng
dc.subjectAnaerobiosiseng
dc.titleProdução de biossurfactantes por Bacillus spp. em condição anaeróbiapor
dc.title.alternativeAnaerobic production of biosurfactants by Bacillus sppeng
dc.typeDissertaçãopor
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/9781385135118198por
dc.contributor.advisor-co1Borges, Arnaldo Chaer
dc.contributor.advisor-co1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4783573Z8por
dc.contributor.advisor-co2Mantovani, Hilário Cuquetto
dc.contributor.advisor-co2Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4727026Z7por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.departmentAssociações micorrízicas; Bactérias láticas e probióticos; Biologia molecular de fungos de interessepor
dc.publisher.programMestrado em Microbiologia Agrícolapor
dc.publisher.initialsUFVpor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::MICROBIOLOGIA::MICROBIOLOGIA APLICADApor
dc.contributor.advisor1Tótola, Marcos Rogério
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4727020U4por
dc.contributor.referee1Nascimento, Antonio Galvão do
dc.contributor.referee1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4797432E8por
dc.contributor.referee2Moraes, Célia Alencar de
dc.contributor.referee2Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4781007D6por
dc.contributor.referee3Costa, Maurício Dutra
dc.contributor.referee3Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4728228J5por
Aparece nas coleções:Microbiologia Agrícola

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf747,79 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.