Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/53
Tipo: Dissertação
Título: Interdependência dos preços de feijão-vulgar, entre cinco dos principais mercados em Moçambique
Título(s) alternativo(s): Interdependence of prices of common bean among five major markets in Mozambique
Autor(es): Chaves, Estevão Silvestre Cambinja
Primeiro Orientador: Teixeira, Erly Cardoso
Primeiro coorientador: Mattos, Leonardo Bornacki de
Primeiro avaliador: Arêdes, Alan Figueiredo de
Abstract: A precariedade das rodovias, a distância e a informalidade das transações afetam a integração dos mercados do feijão-vulgar em Moçambique. A desorganização da cadeia comercial do feijão-vulgar somada às deficiências da infraestrutura de comercialização gera diferencial de preços entre os mercados regionais. O cultivo e o comércio do feijão-vulgar têm tomado espaço cada vez mais significativo nos mercados moçambicanos na última década. Além de ser uma leguminosa amplamente consumida nesta região do território africano, é uma cultura geradora de renda, especialmente para as famílias rurais. As regiões Centro e Norte do país são caraterizadas como regiões de produção, havendo um fluxo constante de feijão-vulgar destas duas regiões para a região Sul, onde se encontra o maior mercado consumidor. Apesar desta ligação entre o Norte e o Sul do país, não existem informações sobre a interdependência entre os preços destes mercados, sendo assim esta análise é de grande importância no desenvolvimento econômico da nação moçambicana, visto que revela informações e conhecimentos úteis para a tomada de decisões e de formação de opinião em diversos assuntos relacionados ao setor de produção e comercialização de feijão vulgar, que tem crescido muito nos últimos dez anos. A integração de mercados facilita, aos agentes envolvidos na cadeia desde o produtor ao consumidor, tomarem decisões racionais, contribuindo assim para a maior eficiência do mercado. Todos estes benefícios contribuirão para melhoria no bem-estar dos produtores e consumidores. Dada a relevância do tema e pelo fato de nenhum estudo desta natureza ter sido realizado em Moçambique com feijão-vulgar, o presente trabalho tem como objetivo analisar a intregração de preços entre os mercados varejistas e o sentido de transmissão entre as cinco capitais provinciais: Tete, Maputo, Nampula, Maxixe e Lichinga, no período de janeiro de 2005 a janeiro de 2011. Para tal, utilizaram-se dados semanais, os quais foram transformados em logarítmos para melhor ajustamento do modelo. Para que se cumprisse este objetivo, utilizou-se como metodologia o Modelo Auto Regressivo (VAR). Este permite analisar a integração dos mercados e a transmissão de preços por intermédio da função impulso-resposta, da decomposição da variância dos erros de previsão e do teste de causalidade. Os resultados da função impulso-resposta e da decomposição da variância dos erros de previsão indicam que o mercado de Tete tem o maior poder de explicação sobre os preços de feijão-vulgar dos mercados de Nampula, Maputo, Maxixe e Lichinga, liderando significativamente as variações nos preços de feijão-vulgar no curto prazo. O mesmo não aconteceu com os demais mercados. Nampula apresentou poder de explicação apenas sobre os preços de feijão-vulgar do mercado de Lichinga. Pelo teste de causalidade de Granger, existe uma relação unidirecional causal dos preços de feijão-vulgar do mercado de Tete para Nampula, Maputo e Maxixe. Também foi encontrada uma relação unidirecional causal dos preços de feijão-vulgar do mercado de Maputo para Maxixe e para Lichinga. Isto implica dizer que os preços passados nestas duas regiões afetam os preços presentes das regiões em causa. Pode-se assim afirmar que a hipótese de presença de integração entre os mercados de feijão-vulgar em análise não foi rejeitada. Isto quer dizer que os preços dos mercados em análise são integrados, ou seja, se inter-relacionam ao longo do tempo. A segunda hipótese de que Maputo tem grande importância na explicação dos preços dos demais mercados foi rejeitada. Dada a importância dos preços do feijão-vulgar do mercado de Tete na determinação dos reços dos demais mercados, conclui-se que o mercado de Tete é formador de preços, enquanto que os mercados de Nampula, Maputo, Maxixe e Lichinga podem ser considerados como tomadores de preços. Deve-se salientar que a falta de intervenção direta pelos órgãos de competência neste setor, é um fator determinante para o mau andamento da cadeia, desde a produção à comercialização do produto. Maior intervenção do governo no mercado de feijão-vulgar propiciando pesquisa agrícola, melhoria das vias de acesso, políticas de crédito e de garantia de preços, assistência técnica e criação de infraestruturas de transporte contribuirão para o desenvolvimento do país como um todo. A intervenção de instituições de direito ajudaria a monitorar o movimento dos preços, facilitando assim a implementação de políticas de estabilização e previsão dos preços do país, dando assim maior suporte aos agentes econômicos nas tomadas de decisões inerentes ao setor.
Poor road conditions, distance and informal commerce affect market integration in Mozambique. Disorganized commercial chain of common bean and inappropriate marketing infrastructure generate price differential among regional markets far beyond the cost of transport. In the last decade, Mozambique markets have witness a growth in the production and sell of common bean. Besides been a highly consumed leguminous in this part of Africa, it is a product that generates rent, specially for rural families. The north and central regions of the country are production regions that keep a regular flux of common beans to the south, the biggest consumers. Despite this connection between north and south, the country has no information regarding the interdependence between the price and these markets, although this analysis is of highest importance for the economic development of the nation of Mozambique, considering that it contains useful information and knowledge for decision making and to form opinions in different areas of production and marketing of the common bean, that has been growing greatly in the past ten years. Market integration would facilitate the agents involved in the chain, from the producer to the consumer, to take rational decision making, thus contributing for improving market efficiency. All those benefits would contribute to the improvement of the wellbeing of producers and consumers. Given the relevance of the theme and the fact that there is not a single study of this nature concerning common bean in Mozambique, the present work aims at analyzing the integration of prices between retail markets and the sense of transmission between the five capital of province, Tete, Maputo, Nampula, Maxixe and Lichinga, in the period between January 2005 and January 2011. For that, weekly data were used, that in turn were transformed in logarithms for better adjustment into the model. To fulfil this aim, the methodology used was autoregressive model (VAR). that allowed the analysis of the market integration and the transmission of prices with the impulse-response function, the decomposition of the variance of the errors of prevision and casualty test. The results of the impulse-response and the decomposition of errors of prevision indicate that the market in Tete helds the biggest power of explanation about the prices of the common bean in the markets in Nampula, Maputo, Maxixe and Lichinga, leading significantly the price variations of the common bean in a short term. The same did not happen with the other markets. Nampula presented power of explanation only over the prices of common bean in the Lichinga market. Through the casualty test in Granger, there is a unidirectional casual connection of the price of common bean in the markets of Tete to Nampula, Maputo and Maxixe. It was also found a unidirectional casual connection of the price of common bean in the markets of Maputo to Maxixe and Lichinga. That implies to say that the prices in these two regions affect the present price in the other regions in study. It can than be assumed that the hypothesis of the presence of integration between the markets of common bean in analysis can not be rejected. That means that the prices of the markets in analysis are integrated, that is to say, they inter-related along the years. The second hypothesis of that Maputoi has greater importance in the explaination of prices in the other markets has been rejected. Given the importance of the prices of the common bean in the market of Tete in determining prices in the other markets, it is been concluded that Tete market is the price maker, while Nampula, Maputo, Maxixe and Lichinga markets can be considered price takers. It is necessary to point out that the lack of direct intervention by the competent organs in the sector is a determinant factor for the bad development of the chain, from the production to the commercialization of the product. More government intervention in the common bean market favouring research, road access improvement, credit policies and price guarantee, technical assistance and the creation of transport infrastructures, would contribute for the country s development as a whole. The intervention of institutions would help monitoring price shifts, thus facilitating the implementation of stabilization policies and price forecast in the country, providing thus better support to the economic agents in decision making process regarding this sector.
Palavras-chave: Preço
Feijão-vulgar
Moçambique
Price
Common bean
Mozambique
CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA::ECONOMIAS AGRARIA E DOS RECURSOS NATURAIS::ECONOMIA AGRARIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Economia e Gerenciamento do Agronegócio; Economia das Relações Internacionais; Economia dos Recursos
Programa: Mestrado em Economia Aplicada
Citação: CHAVES, Estevão Silvestre Cambinja. Interdependence of prices of common bean among five major markets in Mozambique. 2011. 98 f. Dissertação (Mestrado em Economia e Gerenciamento do Agronegócio; Economia das Relações Internacionais; Economia dos Recursos) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2011.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/53
Data do documento: 13-Set-2011
Aparece nas coleções:Economia Aplicada

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf1,27 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.