Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/5301
Tipo: Dissertação
Título: Associação micorrízica arbuscular em plantas micropropagadas de Jatropha curcas L. (pinhão-manso)
Título(s) alternativo(s): Mycorrhizal association on micropropagated plantlets of Jatropha curcas L.
Autor(es): Folli, Muriel da Silva
Primeiro Orientador: Kasuya, Maria Catarina Megumi
Primeiro coorientador: Otoni, Wagner Campos
Segundo coorientador: Silva, Luzimar Campos da
Primeiro avaliador: Costa, Maurício Dutra
Segundo avaliador: Costa, Francilina Araújo
Abstract: O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da inoculação do fungo micorrízico arbuscular (FMA), Glomus clarum, multiplicado monoxenicamente em raízes de cenoura transformadas, sobre o crescimento, a sobrevivência, a colonização micorrízica e o desenvolvimento radicular de plantas micropropagadas de pinhão-manso em diferentes estádios de enraizamento. A inoculação foi efetuada em condições in vitro e ex vitro. Plantas micropropagadas de pinhão-manso com 0, 14 ou 21 dias de permanência em meio de enraizamento, suplementado ou não com 1 mg L-1 de ácido indol-butírico (AIB), foram transferidas para substrato areia lavada:solo:vermiculita (1:1/2:1). O sistema in vitro utilizado permitiu o estabelecimento da associação micorrízica, mas não foi possível observar efeitos estimuladores da inoculação sobre o crescimento e desenvolvimento radicular das plantas. O tempo de permanência em meio de enraizamento e a adição de AIB também não afetaram o crescimento das plantas. No sistema ex vitro os efeitos estimuladores das micorrizas arbusculares foram evidenciados em todas as características relacionadas ao crescimento, com exceção da altura das plantas. As plantas que não foram submetidas à etapa de enraizamento mostraram crescimento semelhante ou superiores àquelas submetidas à etapa de enraizamento, independente da adição do AIB. As plantas inoculadas com G. clarum mostraram-se também eficientes na absorção de nutrientes, principalmente de fósforo. Pode-se concluir que os efeitos estimuladores das micorrizas arbusculares foram evidenciados quando foi realizada a inoculação ex vitro dessas plantas e que a melhor época de inoculação de J. curcas corresponde à fase de início da aclimatização, sem necessidade de passar pela fase de enraizamento in vitro. A inoculação com FMAs pode representar importante ferramenta para a produção de mudas micropropagadas de qualidade.
The objective of this work was to evaluate the effects of the arbuscular mycorrhizal fungus (AMF), Glomus clarum, multiplied monoxenically in transformed carrot roots, on the growth, survival, mycorrhizal colonization and root development of micropropagated plantlets in different stages of rooting. Inoculation was performed in vitro and ex vitro conditions. Micropropagated plantlets with 0, 14 or 21 days maintained in rooting medium, supplemented or not with 1 mg L-1 of Indolbutiric acid (IBA), were transferred to a substrate composed by sand:soil:vermiculite (1:1/2:1). The in vitro system allowed the establishing mycorrhizal association, but no stimulatory effect on the development of shoot or root by mycorrhizal inoculation was observed. The period of time and addition of IBA did not affect plant growth. In ex vitro system, the stimulatory effects of arbuscular mycorrhizal association were evident in all evaluated characteristics, except to plant height. Plants that were not submitted to rooting showed growth similar or superior to those that were maintained in the rooting media, independent of IBA addition. Inoculated plants were shown to be more efficient at nutrient absorption, especially to phosphate. The arbuscular mycorrhizal association promotes beneficial effects when inoculation is performed ex vitro and the best period for inoculation of physic nut seedlings is in the beginning of acclimatization, without in vitro rooting phase. Inoculation of physic nut with arbuscular mycorrhizal fungi showed to be an important tool for micropropagated seedlings production.
Palavras-chave: Fungos micorrízicos arbusculares
Micropropagação
Pinhão-manso
Arbuscular mycorrhizal fungi
Micropropagation
Plantlets
Pinyon pine
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::CIENCIA DO SOLO::MICROBIOLOGIA E BIOQUIMICA DO SOLO
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Associações micorrízicas; Bactérias láticas e probióticos; Biologia molecular de fungos de interesse
Programa: Mestrado em Microbiologia Agrícola
Citação: FOLLI, Muriel da Silva. Mycorrhizal association on micropropagated plantlets of Jatropha curcas L.. 2008. 5 f. Dissertação (Mestrado em Associações micorrízicas; Bactérias láticas e probióticos; Biologia molecular de fungos de interesse) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2008.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/5301
Data do documento: 29-Jul-2008
Aparece nas coleções:Microbiologia Agrícola

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
01 - capa_abstract.pdf57,29 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.