Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/5332
Tipo: Dissertação
Título: Condições para indução do estado viável não cultivável (VNC) em Salmonella e Escherichia coli
Título(s) alternativo(s): Conditions for induction of viable but non culturable (VNC) state in Salmonella and Escherichia coli
Autor(es): Floresta, Flávia Arruda
Primeiro Orientador: Santos, Miriam Teresinha dos
Primeiro avaliador: Moraes, Célia Alencar de
Segundo avaliador: Mantovani, Hilário Cuquetto
Terceiro avaliador: Passos, Flávia Maria Lopes
Quarto avaliador: Pinto, Paulo Sérgio de Arruda
Abstract: O efeito do cloreto de sódio sobre o crescimento e a sobrevivência de Salmonella e Escherichia coli, e também sua capacidade de induzir o estado fisiológico viável mas não cultivável foram investigados. Estirpes de Salmonella e E. coli isoladas de carcaças suínas e linhagens de referência foram utilizadas neste estudo. As velocidades máximas de crescimento, em meio Infusão Cérebro e Coração (BHI), foram menores em todas as concentrações de NaCl para as quatro estirpes estudadas. O comportamento das estirpes de Salmonella e E. coli foi afetado de forma diferente pelo NaCl em células provenientes de fase log e estacionária de crescimento. Tanto para Salmonella como para E. coli, as células provenientes de fase log de crescimento apresentaram redução do número de unidades formadoras de colônia por mL (UFC/mL) ao longo de dez dias de estocagem a 4 ºC, em meio BHI. Para células provenientes de fase estacionária de crescimento, o número de UFC/mL permaneceu quase inalterado no mesmo período de estocagem nas concentrações superiores a 0,68 M e 1,02 M de NaCl para Salmonella e E. coli, respectivamente. Nas concentrações de 0 e 0,17 M de NaCl os microrganismos apresentaram crescimento nas duas fases estudadas. Quando avaliou-se o comportamento das estirpes em solução fosfato de Butterfield (BPS) nas mesmas concentrações de NaCl, observou-se que, nas concentrações 0 e 0,17 M de NaCl, as estirpes de Salmonella e E. coli não apresentaram crescimento e, nas concentrações de 0,68 M e 1,02 M para as estirpes de Salmonella e 1,02 M e 1,28 M de NaCl para as de E. coli, observou-se queda na culturabilidade no período de dez dias de estocagem quando células da fase log foram avaliadas, no entanto quando células da fase estacionária foram testadas o número de UFC/mL foi praticamente o mesmo para todas as concentrações de NaCl utilizadas. Na detecção de células no estado viável não cultivável, constatou-se que parte das células das quatro estirpes provenientes da fase log de crescimento nas maiores concentrações de NaCl testadas para cada uma delas, provavelmente, estavam no estado VNC. Sob condições de estresse osmótico devido ao NaCl, as células do isolado E. coli CCS4 apresentaram mudanças morfológicas por microscopia eletrônica de varredura. Em meio BHI e BHI adicionado de 0,17 M, 1,02 M as células mostraram-se na forma filamentosa, em BHI com 1,28 M de NaCl algumas células diminuíram de tamanho e outras se desintegraram. Em BPS, todas as condições testadas induziram a diminuição do tamanho das células e na concentração de 1,28 M de NaCl transição para a forma cocóide foi observada. Esses resultados sugerem que estresse osmótico e temperatura de refrigeração induzem o estado VNC nos isolados de Salmonella e E. coli obtidos a partir de carcaças suínas.
The effect of sodium chorine on the growth and survival of Salmonella and Escherichia coli and the role of salt concentration in the induction of the viable but non culturable (VNC) state was evaluated. Salmonella CCS3 and E. coli CCS4, isolated from swine carcasses, and a reference strain of Salmonella and E. coli were used in this study. All strains showed smaller maximum growth rates when cultured in Brain Heart Infusion (BHI) with different NaCl concentrations than in control treatments (BHI without NaCl). Sodium chloride affected log and stationary phase cultures of Salmonella and E. coli differently. Salmonella and E. coli from exponentially growing cultures showed reduction in the number of colony forming units (CFU/mL) after ten days of storage at 4 °C in BHI medium. Stationary phase cells of Salmonella and E. coli were not affected by NaCl concentrations up to 0,68 M and 1.02 M, respectively. In BHI without salt and BHI with 0,17 M of NaCl, growth was observed for both log and stationary phase cells of the four strains tested. In phosphate Butterfield solution (PBS) without salt or with 0,17 M of NaCl, log phase cells of Salmonella and E. coli did not grow, while concentrations of 0,68 M and 1,02 M NaCl for Salmonella and 1,02 M and 1,28 M NaCl for E. coli induced a significant loss of culturability at the same time and temperature of incubation. When stationary phase cells of the four strains were incubated in PBS, the number of CFU/mL was similar regardless of the NaCl concentration used. Some log phase cells of the four strains lost culturability but maintained viability at higher NaCl concentrations in BHI and PBS, suggesting that Salmonella and E. coli entered the VNC state. Scanning electron microscopy indicated morphological changes in E. coli CCS4 cells under osmotic stress. In BHI medium without salt or with 0,17 M and 1,02 M of NaCl, filamentous growth was observed, while in BHI with 1,28 M NaCl, the cells became smaller or lysed. In PBS, all conditions tested resulted in cell size reduction and at 1,28 M NaCl was observed the transition of the cells to the coccoid form. These results suggest that osmotic stress and refrigeration temperature induce the VNC state in isolates of Salmonella and E. coli obtained from swine carcasses.
Palavras-chave: Salmonella
Escherichia coli
Salmonella
Escherichia coli
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::CIENCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS::CIENCIA DE ALIMENTOS::MICROBIOLOGIA DE ALIMENTOS
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Associações micorrízicas; Bactérias láticas e probióticos; Biologia molecular de fungos de interesse
Programa: Mestrado em Microbiologia Agrícola
Citação: FLORESTA, Flávia Arruda. Conditions for induction of viable but non culturable (VNC) state in Salmonella and Escherichia coli. 2006. 72 f. Dissertação (Mestrado em Associações micorrízicas; Bactérias láticas e probióticos; Biologia molecular de fungos de interesse) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2006.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/5332
Data do documento: 10-Fev-2006
Aparece nas coleções:Microbiologia Agrícola

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf728,77 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.