Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/5342
Tipo: Dissertação
Título: Fungos micorrízicos arbusculares em rizosfera de pinhão-manso
Título(s) alternativo(s): Arbuscular mycorrhizal fungi in pinhão-manso rhizosphere
Autor(es): Moreira, Bruno Coutinho
Primeiro Orientador: Kasuya, Maria Catarina Megumi
Primeiro coorientador: Bazzolli, Denise Mara Soares
Segundo coorientador: Sturmer, Sidney Luiz
Primeiro avaliador: Tótola, Marcos Rogério
Segundo avaliador: Londe, Luciana Nogueira
Abstract: A cultura do pinhão-manso (Jatropha curcas L.) é considerada uma importante fonte de matéria-prima para produção do biodiesel. Esta espécie possui uma alta adaptabilidade ecológica, permitindo seu crescimento em uma grande variedade de condições ambientais, podendo ter um bom desenvolvimento tanto em regiões tropicais secas quanto em zonas equatoriais úmidas. Regiões onde a cultura do pinhão-manso está sendo implantada apresentam um elevado número de esporos de fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) e as plantas apresentam relações benéficas nas associações com estes fungos. O objetivo deste trabalho foi realizar um levantamento das espécies de FMAs em associação com diferentes acessos de pinhão-manso, bem como comparar a diversidade desses fungos quando esta cultura é submetida a diferentes condições edafoclimáticas, utilizando métodos clássicos de identificação para estes micro-organismos, complementados com avaliações moleculares. Neste contexto, um total de 19 espécies de FMAs foi identificado na rizosfera das plantas de pinhão-manso, além dos indivíduos apresentados somente em nível de gênero. Houve diferenças na ocorrência destas espécies entre as áreas de Viçosa, Canaã e Nova Porteirinha, bem como entre os diferentes acessos cultivados nesta última área. Em todas as áreas, o número de esporos de FMAs variou de 89 a 728 por 100 cm3 de solo e a porcentagem de colonização micorrízica variou entre 50,67 a 72 %. As espécies do gênero Glomus foram as mais abundantes. Indivíduos de pinhão-manso de mesma procedência, plantadas em regiões distantes, mas, com condições edafoclimáticas semelhantes, possuem populações de FMAs similares. Os acessos diferentes apresentaram uma variação na população de FMAs no solo rizosférico em uma mesma área. A soma das metodologias morfológicas e moleculares apresentou informações mais completas a respeito da diversidade de FMAs presentes na rizosfera de pinhão-manso. Estes resultados representam os primeiros relatos sobre a composição das espécies de FMAs em povoamentos de pinhão-manso em diferentes áreas geográficas de estudo.
The physic nut (Jatropha curcas L.) is an important source of raw material for biodiesel production. This species has high ecological adaptability and can grow in a wide variety of environmental conditions, presenting good development in both dry tropical regions and humid equatorial zones. In the regions where physic nut is being cultivated a large number of spores of Arbuscular Mycorrhizal Fungi (AMF) has been found and the plants have beneficial relationships in association with these fungi. The objective of this work was to survey the AMF species in association with different accesses of physic nut, as well as to compare the diversity of these fungi when physic nut is subjected to different edaphoclimatic conditions, using classical methods of identification for these microorganisms, complemented with molecular techniques. In this context, a total of 19 AMF species were identified in the rhizosphere of physic nut, besides individuals identified only at the genus level. Differences in the occurrence of AMF species among the areas of Viçosa, Canaã and Nova Porteirinha, as well among the different accesses cultivated in this last area were observed. In all areas, the numbers of AMF spores ranged from 89 to 728 per 100 cm3 of soil and the mycorrhizal colonization percentage ranged from 50,67 to 72 %. The species of the genus Glomus were the most abundant. Individuals of physic nut of the same origin, grown in remote regions but with similar edaphoclimatic conditions, present similar AMF species. However, the different accesses showed a variation in AMF population in the rhizospheric soil from the same area. The sum of morphological and molecular methods showed a more complete set of information on the diversity of AMF in the rizosphere of physic nut. These results represent the first reports related to the composition of AMF species in physic nut plantations in different geographical areas.
Palavras-chave: Jatropha curcas
FMA
DGGE
Jatropha curcas
AMF
DGGE
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::CIENCIA DO SOLO::MICROBIOLOGIA E BIOQUIMICA DO SOLO
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Associações micorrízicas; Bactérias láticas e probióticos; Biologia molecular de fungos de interesse
Programa: Mestrado em Microbiologia Agrícola
Citação: MOREIRA, Bruno Coutinho. Arbuscular mycorrhizal fungi in pinhão-manso rhizosphere. 2011. 70 f. Dissertação (Mestrado em Associações micorrízicas; Bactérias láticas e probióticos; Biologia molecular de fungos de interesse) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2011.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/5342
Data do documento: 21-Fev-2011
Aparece nas coleções:Microbiologia Agrícola

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf1,98 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.