Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/5384
Tipo: Dissertação
Título: Estudo da resistência a antimicrobianos em Lactobacillus delbrueckii UFV H2b20 submetido a condições de estresse
Título(s) alternativo(s): Effect of stress on antimicrobial resistance in Lactobacillus delbrueckii UFV H2b20
Autor(es): Ferreira, Alessandra Barbosa
Primeiro Orientador: Moraes, Célia Alencar de
Primeiro avaliador: Moreira, Maria Aparecida Scatamburlo
Segundo avaliador: Alves, Virgínia Maria Chaves
Terceiro avaliador: Borges, Arnaldo Chaer
Quarto avaliador: Andrade, Nélio José de
Abstract: A resistência a antimicrobianos e o efeito de peróxido de hidrogênio sobre o crescimento em Lactobacillus delbrueckii UFV H2b20 foram estudados. Os efeitos de choque térmico, choque ácido, exposição a sais biliares e presença de peróxido de hidrogênio sobre a resistência a antimicrobianos nesta bactéria também foram investigados. A determinação do modelo de resistência, pelo método de difusão em meio sólido, indicou que L. delbrueckii UFV H2b20 apresenta resistência a vancomicina, a alguns [Beta]-lactâmicos, a sulfametoxol, a aminoglicosídeos, a nitrofuranos, a quinolonas e a colistina e susceptibilidade moderada a cloranfenicol, a tetraciclina, a cefalotina, a ampicilina e a eritromicina. L. delbrueckii UFV H2b20 é capaz de crescer em altas concentrações de peróxido de hidrogênio e inibição completa do crescimento só foi observada com 70 µg mL-1. Os efeitos de condições de estresse sobre a resistência a antimicrobianos foram determinados pela comparação da Concentração Inibitória Mínima (CIM), realizada pelo método de microdiluição em meio líquido, de células submetidas e de não submetidas às condições de estresse citadas. O choque térmico provocou efeitos diversos sobre a resistência a aminoglicosídeos e a [Beta]-lactâmicos, diminuiu a resistência a nitrofuranos e a tetraciclina e não alterou a resistência a cloranfenicol e a espiramicina. O choque ácido também provocou efeitos diferentes sobre a resistência a aminoglicosídeos e a [Beta]-lactâmicos, diminuiu a resistência a nitrofuranos e a tetraciclina, não alterou a CIM de cloranfenicol e aumentou a resistência a espiramicina. A exposição das células de L. delbrueckii UFV H2b20 a sais biliares provocou diminuição da CIM de quase todos os antimicrobianos testados, exceto furazolidona, sulfametoxol e ácido nalidíxico, que não tiveram a resistência alterada até a concentração máxima testada. A presença de peróxido de hidrôgenio provocou efeitos diferentes sobre a resistência a aminoglicosídeos, diminuiu a resistência a nitrofuranos, a [Beta]-lactâmicos, a tetraciclina e a espiramicina e aumentou a resistência a cloranfenicol. Os resultados demonstram ampla diversidade nas respostas ao choque térmico, ao choque ácido e ao peróxido de hidrogênio e similaridade na resposta à exposição das células de L. delbrueckii UFV H2b20 a sais biliares.
The effects of heat shock, acid treatment, exposure to bile salts and the presence of H2O2 on antimicrobial resistance in Lactobacillus delbrueckii UFV H2b20 were determined. Agar diffusion assays results indicated that this bacterium is resistant to vancomycin, sulphamethoxazole, colistin, some [Beta]-lactams, aminoglycosides, nitrofurans and quinolones. It is moderately susceptible to choramphenicol, tetracycline, cephalothin, ampicillin and erythromycin. L. delbrueckii UFV H2b20 can grow on high concentrations of H2O2 and complete inhibition will be observed only at 70 µg mL-1. Diferent effects on the Minimal Inhibitory Concentration (MIC) of the antimicrobials were observed when the bacterial cells were exposed to several stress conditions. Heat shock affected resistance to different aminoglycosides and [Beta]-lactams in various ways; it diminished resistance to nitrofurans and to tetracycline; however, it had no effect over resistance to choramphenicol and espiramycin. The same results were observed for acid pre-treatment at pH 3,5 for 30 min, except that it resulted in enhancement of espiramycin resistance. Cell exposure to 0,5% bile salts resulted in diminuished MICs for almost all tested antibiotics, except, apparently, furazolidone, sulphametoxol and nalidix acid, which maintained resistance to the highest concentrations tested. The presence of H2O2, 20 µg mL-1, had various effects on aminoglycosides, diminuished resistance to nitrofurans, [Beta]-lactams, tetracycline and espiramycin; however, it enhanced resistance to choramphenicol. These results demonstrate an ample diversity of responses to heat shock, acid shock, presence of H2O2, and also a general response when cells of L. delbrueckii UFV H2b20 are exposed to bile salts.
Palavras-chave: Lactobacillus delbrueckii
Resistência a antimicrobianos
Condições ambientais
Lactobacillus delbrueckii
Antimicrobial resistance
Environmental conditions
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::MICROBIOLOGIA::MICROBIOLOGIA APLICADA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Associações micorrízicas; Bactérias láticas e probióticos; Biologia molecular de fungos de interesse
Programa: Mestrado em Microbiologia Agrícola
Citação: FERREIRA, Alessandra Barbosa. Effect of stress on antimicrobial resistance in Lactobacillus delbrueckii UFV H2b20. 2006. 66 f. Dissertação (Mestrado em Associações micorrízicas; Bactérias láticas e probióticos; Biologia molecular de fungos de interesse) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2006.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/5384
Data do documento: 22-Fev-2006
Aparece nas coleções:Microbiologia Agrícola

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf202,48 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.