Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/539
Tipo: Tese
Título: Ipucas da planície do Araguaia, estado do Tocantins: ambiente físico de ocorrência, solos e uso da terra
Título(s) alternativo(s): Ipucas in the Araguaia plains, Tocantins state: physical aspects, soil classification and land use
Autor(es): Martins, Alan Kardec Elias
Primeiro Orientador: Silva, Elias
Primeiro avaliador: Soares, Vicente Paulo
Segundo avaliador: Schaefer, Carlos Ernesto Gonçalves Reynaud
Terceiro avaliador: Martins, Sebastião Venâncio
Quarto avaliador: Morais, Paula Benevides de
Abstract: Este trabalho foi conduzido no município de Lagoa da Confusão, no estado do Tocantins, com o objetivo de conhecer o uso do solo e aspectos geológicos, geomorfológicos e pedológicos em área com presença de florestas inundáveis denominadas regionalmente de ipucas. Tomou-se como base de estudo uma área que abrange 8.232 ha, dos quais 1.762 pertencem a um projeto hidroagrícola, incluindo as vias de acesso. As ipucas são fragmentos florestais naturais que ocorrem nas proximidades da Ilha do Bananal, em região de ecótono entre o Cerrado e a Floresta Amazônica. Em termos metodológicos, foram feitos mapeamentos, utilizando imagens ETM+Landsat-7, bandas 3, 4, 5 e 8, obtidas no dia 22 de agosto de 2002. O mapa de uso da terra gerou nove classes, que foram posteriormente confirmadas por levantamentos de campo. Por meio dessa classificação, verificou-se a dominância do varjão (limpo e sujo: 3.003 ha) sobre as demais feições na composição da paisagem. Entre outras feições de ocorrência natural, por ordem decrescente, tem-se o cerrado (1.218 ha), as ipucas (1.107 ha), a floresta ripária (622 ha) e o Bordas com cangas laterita (376 ha), além de corpos d água (144 ha). Também foram gerados os mapas de Geologia, Geomorfologia e Pedologia. De acordo com os resultados, verificou-se que variações entre e dentro dos ecossistemas inundáveis refletem-se, principalmente, em mudanças na composição florística e estrutura das comunidades vegetais, formando verdadeiros mosaicos. Os solos da área estudada são caracterizados por: Gleissolo, Plintossolo argilo-arenoso e Plintossolo areno-argiloso. Os resultados apontam para a argumentação de que os Gleissolos sob ipucas (S3 e S4) são todos ácidos e extremamente pobres em nutrientes como Ca, Mg e K, enquanto os teores de alumínio são muito elevados. Ao elaborar o mapa de geologia com mais detalhe, foi possível identificar duas unidades: Cobertura Sedimentar do Bananal e Residual do Grupo Tocantins. Já no item geomorfologia, em nível de detalhe, foi possível identificar cinco unidades: Depressão Fechada com Ipuca, Planície de Acumulação, Planície Aluvial, Terraço Dissecado e Bordas com canga laterita. A combinação desses elementos resulta nas diferentes paisagens terrestres, ou seja, em diversas formas de relevo e tipos de vegetação, organizados em um arranjo ou mosaico, que resultam num grupamento único de ecossistemas em interação. Conclui-se que as ipucas precisam ser entendidas, preservadas e conservadas, tendo em vista suas características pedológicas e geomorfológicas e demais fatores ecológicos.
This work was carried out in hte municipality of Lagoa da Confusão in the State of Tocantins, Brazil. The objective was to find out about the soil use and the geologic, geomorphologic and soil features in the ipucas areas. An area of 8,232 ha was used of which 1,762 ha belong to a hydroagricultural project with access roads. Ipucas are natural forest fragments that occur around the Bananal Isle, in an ecotone region between the Cerrado and the Amazon Forest. Methodogically spoken, mappings were using ETM+Landsat-7 images, 3, 4, 5 and 8 bands, obtained in August 22nd 2002. The land use map generated nine classes which later were confirmed in field surveys. By means of this classification, the dominance of extensive plains (cleared and uncleared land: 3,003 ha) was shown upon the other features on the landscape composition. Among the other features of natural occurrence, by decreasing order, there are cerrado (1,218 ha), the ipucas (1,107 ha), the riparian forest (622 ha) and the rock outcrops (376 ha), besides water collections (144 ha). Also geologic, geomorphologic and soil maps were generated. According to the results, the variation among and within the foodable ecosystems are mainly shown in changes in the floristic composition and structure of the plant communities, forming true mosaics. The soils in the area are classified as: Gleisoil, sandy-clay Plinthsoil and clayish-sand Plinthsoil. The results indicate that all the Gleisoils under ipucas (53 and 54) are acidic and extremely poor in nutrients such as Ca, Mg and K, while the aluminum content is very higl. When the geologic map was generated in detail it was possible to identify two geologic units: Sedimentary cover of Bananal and Residual of the Tocantins Group. In the geomorphologic in detail it was possible to identify five geomorphologic units: Closed Depression with ipuca, Accumulation Plain, Alluvial Plain, Dissected Plain and Rock Emergence. The combination of these elements results in the various earth landscapes, that is, in various relief forms and vegetation typs, which are organized in an arrangement or mosaic, that result in an unique cluster of interactive ecosystems. The conclusion is that the ipucas need to be understood, preserved and maintained because of their soil and geomorphologic features as well as other ecologic factors.
Palavras-chave: Manejo
Preservação
Geoprocessamento
Pedo-Geomorfológia
Ipucas
Solo
Monitoramento ambiental
Environmental management
Preservation
Geomorphology
Land use
Ipucas
Environmental monitoring
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::RECURSOS FLORESTAIS E ENGENHARIA FLORESTAL::CONSERVACAO DA NATUREZA::RECUPERACAO DE AREAS DEGRADADAS
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Manejo Florestal; Meio Ambiente e Conservação da Natureza; Silvicultura; Tecnologia e Utilização de
Programa: Doutorado em Ciência Florestal
Citação: MARTINS, Alan Kardec Elias. Ipucas in the Araguaia plains, Tocantins state: physical aspects, soil classification and land use. 2004. 157 f. Tese (Doutorado em Manejo Florestal; Meio Ambiente e Conservação da Natureza; Silvicultura; Tecnologia e Utilização de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2004.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/539
Data do documento: 6-Mai-2004
Aparece nas coleções:Ciência Florestal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf5 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.