Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/5401
Tipo: Dissertação
Título: Disponibilidade e capacidade de suprimento de potássio de solos com diferentes mineralogias
Título(s) alternativo(s): Availability and capacity of supply of potassium of soils with different mineralogies
Autor(es): Faria, Arlindo Ferreira de
Primeiro Orientador: Venegas, Victor Hugo Alvarez
Primeiro coorientador: Neves, Júlio César Lima
Segundo coorientador: Barros, Nairam Félix de
Primeiro avaliador: Fontes, Maurício Paulo Ferreira
Segundo avaliador: Paiva, Haroldo Nogueira de
Abstract: O K acumulado nas plantas cultivadas de modo sucessivo pode ser maior do que a quantidade disponível existente no solo inicialmente, por que, em alguns casos, ocorre a participação de formas do K que inicialmente não estavam disponíveis à nutrição dessas plantas. Assim, este trabalho teve os seguintes objetivos: avaliar os extratores Mehlich-1, Mehlich-3, NH4OAc 1 mol L-1 pH 7, H2SO4 0,5 mol L-1 fervente e HNO3 2 mol L-1 fervente, como medidas de disponibilidade de K a curto e a longo prazo; correlacionar os teores de K obtidos por esses métodos, com os conteúdos de K na parte aérea das plantas de milho por cultivo e em forma acumulativa. O experimento, fatorial: 7 x 6, correspondeu a sete solos (dois Latossolos Vermelho-Amarelo, um Latossolo Vermelho, dois Cambissolos, dois Argissolos Vermelho-amarelo) do Estado de Minas Gerais e seis doses de K adicionadas (0; 50; 100; 200; 300 e 500 mg dm-3 de K) sendo a fonte KCl. O experimento foi realizado em blocos casualizados com quatro repetições. A calagem, nos solos que dela necessitou, e as doses de K foram aplicadas simultaneamente, ficando os solos incubados por um período de 35 d. Após esse período, coletaram-se subamostras para a determinação do K disponível por Mehlich-1, Mehlich-3, NH4OAc 1 mol L-1 pH 7, H2SO4 0,5 mol L-1 fervente e HNO3 2 mol L-1 fervente, antes de cada cultivo. No momento do plantio, a aplicação das doses de P e S foi de acordo com o P remanescente de cada solo; aplicou-se, também uma dose de 100 mg dm-3 de N. Durante a condução de cada cultivo, aplicou-se, semanalmente uma dose de 50 mg dm-3 de N e B, Cu, Fe, Mn, Mo e Zn nas seguintes doses: 0,20; 0,33; 0,39; 0,92; 0,04 e 1 mg dm-3 respectivamente. Cultivaram-se quatro plantas de milho por vaso. Passados 45 d de cultivo, cortaram-se as plantas, que foram secas, moídas em moinho tipo Wiley e mineralizadas pela mistura nítricoperclórica (3:1); esse procedimento realizou-se para cada cultivo. O teor de K total foi determinado nas amostras originais dos sete solos. No intervalo de cada cultivo, amostras de solo foram submetidas aos extratores de K. As análises estatísticas consistiram de análises de variância, regressão e correlação. Verificou-se que ao longo dos cultivos os teores de K extraídos por todos os extratores foram diminuindo, comprometendo a produção de matéria seca por parte das plantas de milho que foram cultivadas. O H2SO4 0,5 mol L-1 fervente e o HNO3 2 mol L-1 fervente, foram os extratores que apresentaram a maior capacidade de recuperação do K nos sete solos em todos os cultivos, por possuírem a maior força de extração de K. Os solos, PVAe1 e PVAe2 apresentaram os maiores teores de K extraídos pelos cinco extratores ao longo dos cultivos. Os níveis críticos de K foram aumentando quando foram calculados de modo acumulado do primeiro até o sétimo cultivo, para se obter maiores produções de matéria seca. Os maiores níveis críticos de K foram obtidos pelos solos PVAe1 e PVAe2. Existiu contribuição de frações disponíveis e não disponíveis por todos os métodos de extração na nutrição das plantas de milho cultivadas em todos os sete solos. Observou-se que os conteúdos acumulados de K na parte aérea das plantas de milho nas seis doses de K, foram altamente correlacionados com os teores do nutriente no solo obtidos por meio das extrações com Mehlich-1, Mehlich-3 e NH4OAc 1 mol L-1 pH 7. Isso indica que esses extratores foram adequados para estimar a disponibilidade de K durante o crescimento das plantas para o primeiro cultivo e em forma acumulativa de milho nos sete cultivos realizados. Os teores de K extraídos pelo Mehlich-1, Mehlich-3 e NH4OAc 1 mol L-1 pH 7 foram altamente correlacionados entre si.
The K accumulated in the plants cultivated in a successive way in the soils can be larger than the amount available in the soil initially, because in some cases, there is the participation of ways of the K that initially were not available to the nutrition of those plants. Thus, this work had the following objectives: evaluate the extractors Mehlich-1, Mehlich-3, NH4OAc 1 mol L-1 pH 7, H2SO4 0,5 mol L-1 boiling and e HNO3 2 mol L-1 boiling, as measures of availability of K in a short and long term; correlate the tenors of K obtained by those methods, with the contents of K in the aerial part of the corn plants from cultivation and in accumulative form. The experiment, factorial: 7 x 6, corresponded to seven soils (two Red- Yellow Latosols, one Red Latosol, two Cambisols, two Red- Yellow Argisols) of the State of Minas Gerais and six doses of added K (0; 50; 100; 200; 300 e 500 mg dm-3 of K) being the source KCl. The experiment was accomplished in randomized blocks with four repetitions. The liming, in the soils that needed it, and the doses of K were applied simultaneously, being the soils incubated by a period of 35 d. After that period, subsamples were collected for the determination of the K available by Mehlich-1, Mehlich-3, NH4OAc 1 mol L-1 pH 7, H2SO4 0,5 mol L-1 boiling and HNO3 2 mol L-1 boiling, before each cultivation. In the moment of the planting, the application of the doses of P and S was in agreement with the remaining P of each soil; a dose of 100 mg dm-3 of N was also applied. During the transport of each cultivation, a weekly dose of 50 mg dm-3 of N e B, Cu, Fe, Mn, Mo and Zn was applied in the following doses: 0,20; 0,33; 0,39; 0,92; 0,04 and 1 mg dm-3 respectively. Four corn plants were cultivated per pot. When 45 d of cultivation were passed, the plants were cut, then were dry, grinded in Wiley mill type and mineralized by the nitric - perchloric mixture (3:1); this proceeding happened with each cultivation. The total tenor of K was determined in the original samples of the seven soils. In the interval of each cultivation, samples of soil were subjected to extractors of K. The statistical analyses consisted of analyses of variance, regression and correlation. It was verified that along the cultivations the tenors of K extracted from all of the extractors were decreasing, ommitting the production of dry matter on the part of the corn plants that were cultivated. The H2SO4 0,5 mol L-1 boiling and HNO3 2 mol L-1 boiling, were the extractors that presented the largest capacity of recuperation of K in the seven soils in all of the cultivations, for they possess the largest force of extraction of K. The soils, PVAe1 and PVAe2 presented the largest tenors of extracted K for the five extractors along the cultivations. The critical levels of K went increasing when they were calculated in an accumulated way of the first to the seventh cultivation, to obtain larger productions of dry matter. The largest critical levels of K were obtained by the soils PVAe1 and PVAe2. There was contribution of available and non available fractions for all of the extraction methods in the nutrition of the corn plants cultivated in all the seven soils. It was observed that the accumulated contents of K in the aerial part of the corn plants in the six doses of K were highly correlated with the tenors of the nutrient in the soil obtained through the extractions with Mehlich-1, Mehlich-3 and NH4OAc 1 mol L-1 pH 7. That indicates that those extractors were appropriate to esteem the readiness of K during the growth of the plants for the first cultivation and in accumulative form of corn in the seven cultivations accomplished. The tenors of extracted K for Mehlich-1, Mehlich-3 e NH4OAc 1 mol L-1 pH 7 were highly correlated amongst themselves.
Palavras-chave: K trocável
K não trocável
Extratores
Exchangeable K
Non-exchangeable K
Extractors
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::CIENCIA DO SOLO
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Fertilidade do solo e nutrição de plantas; Gênese, Morfologia e Classificação, Mineralogia, Química,
Programa: Mestrado em Solos e Nutrição de Plantas
Citação: FARIA, Arlindo Ferreira de. Availability and capacity of supply of potassium of soils with different mineralogies. 2008. 117 f. Dissertação (Mestrado em Fertilidade do solo e nutrição de plantas; Gênese, Morfologia e Classificação, Mineralogia, Química,) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2008.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/5401
Data do documento: 20-Jun-2008
Aparece nas coleções:Solos e Nutrição de Plantas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf588,6 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.