Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/5406
Tipo: Dissertação
Título: Formigas edáficas e atributos do solo em cafezais sob diferentes tipos de manejo
Título(s) alternativo(s): Edafic ants and soil attributes in different management coffee cultures
Autor(es): Muscardi, Dalana Campos
Primeiro Orientador: Jucksch, Ivo
Primeiro coorientador: Sperber, Carlos Frankl
Segundo coorientador: Cardoso, Irene Maria
Primeiro avaliador: Schaefer, Carlos Ernesto Gonçalves Reynaud
Segundo avaliador: Mendonça, Eduardo de Sá
Abstract: O cultivo intensivo do solo, está ligado à degradação pela perda da biodiversidade da fauna edáfica, responsável por favorecer a manutenção ou o aumento da qualidade do solo. O estudo biopedológico com formigas em ambientes rurais é necessário, pois elas modificam a estrutura física, os aspectos químicos e atuam em processos ecológicos que ocorrem no solo favorecendo a sustentabilidade. Neste trabalho analisou- se a resposta da riqueza de espécies e da abundância de formigas à cobertura do solo, cobertura de dossel, peso de serapilheira, pH do solo, umidade do solo e macroporosidade do solo, em 9 áreas de plantio de café sob três tipos de manejo: sistema convencional SC (3 áreas), agroecológico AGRO (3 áreas) e agroflorestal SAF (3 áreas). As formigas foram coletadas através da coleta de serapilheira, de solo e da instalação de armadilhas em 5 pontos em cada uma das áreas. O solo e a serapilheira foram colocados em funis de Berlese por 7 dias para a extração das formigas. Após esse procedimento, a serapilheira foi secada e pesada, e uma amostra do solo remanescente da extração das formigas foi coletada para determinação do pH. Coletou-se uma amostra de solo in situ para determinação da umidade atual e da macroporosidade, feitas em laboratório. A cobertura do dossel foi determinada através da determinação dos pixels presentes em imagens ortogonais digitais feitas sobre cada ponto amostrado. Ainda em cada ponto, determinou-se a porcentagem de cobertura vegetal no solo. Foram ajustados modelos lineares mistos utilizando o programa R. A riqueza de espécies e a abundância de formigas foram analisadas em função da cobertura de dossel, cobertura do solo, peso de serapilheira, macroporosidade, umidade, pH e tipo de manejo. A riqueza de espécies e a abundância de formigas foram maiores no sistema agroecológico quando comparado aos outros sistemas de manejo, não responderam à cobertura do solo, mas responderam positivamente à cobertura de dossel, ao peso da serapilheira e ao pH. Há uma preferência por ambientes com um microclima mais estável no desenvolvimento da colônia de formigas, assim, a temperatura local afeta a escolha do ambiente para nidificação. Este é um fato que pode explicar porque a riqueza e a abundância respondem positivamente à porcentagem de sombra. Os resultados mostraram padrão semelhante encontrado na análise em relação ao peso da serapilheira. Uma quantidade maior de serapilheira, oferece maior quantidade de recurso, permitindo a coexistência de mais espécies no local pela diminuição da competição intraespecífica. Essa relação entre serapilheira e diversidade pode ser o causador do resultado encontrado. O peso da serapilheira foi maior no SAF em relação aos outros manejos, uma vez que no SAF há maior aporte de serapilheira advindo das árvores. Já a cobertura de dossel foi maior no AGRO e não diferiu entre SAF e SC. Isso pode ser devido ao fato da a imagem ter sido feita ao nível do solo, tendo a interferência do diâmetro das copas do pé de café. Essas relações ajudam a inferir sobre o padrão de resposta da riqueza de espécies de formigas e da abundância de formigas aos tipos de manejo. Tanto para riqueza quanto para a abundância o padrão foi o mesmo: maior no AGRO que no SAF e SC, os quais não diferiram entre si. Conclui-se que o tipo de manejo afeta a diversidade de formigas e dessa forma as mudanças nos aspectos do solo refletem na biodiversidade da fauna edáfica, interferindo na sustentabilidade do solo. O melhor entendimento dos processos que ocorrem no solo, permite a adoção de práticas de manejo mais sustentáveis e a conseqüente conservação da qualidade do solo.
The intensive soil cultivation, is linked to degradation because of the edafic fauna biodiversity loss, which is responsive to keep or increase soil quality. Biopedological ants studies in farm lands is required, because ants modifies physics and chemistry soil aspects and act in ecologic process that occur in soil, enhancing this sustainability. In this work, the response of ant species richness and ant abundance to soil coverage, canopy coverage, litter weight, soil pH, soil moisture and soil macroporosity in nine coffee plantation areas above tree different management types: conventional cropping (three areas), agroecological cropping (three areas), agroforestry cropping (three areas) was tested. The ants were collected in litter, soil and pitfall traps in five points in each area. The soil and the litter were put into Berlese funnels and left there for seven days to extract the ants. After that, the litter was dried and weighted. After ants extraction, one funnel soil sample was collected to pH determination. One soil sample was collected in situ to determinate actual moisture and macroporosity, in laboratory. The canopy coverage was detected trough pixels presence in ortogonal digital images of each point sampled. The vegetal soil coverage percentage was detected in each point sampled. Linear mixed models were adjusted to data, using R program. The response of ant species richness and ant abundance to soil coverage, canopy coverage, litter weight, soil pH, soil moisture, soil macroporosity and management type was tested. The ant species richness and ant abundance were higher in agroecological system, and not respond to soil vegetal coverage. However, ant species richness and ant abundance responded positively to canopy coverage, litter weight and soil pH. Há uma preferência por ambientes com um microclima mais estável no desenvolvimento da colônia de formigas, assim, a temperatura local afeta a escolha do ambiente para nidificação. Este é um fato que pode explicar porque a riqueza e a abundância respondem positivamente à porcentagem de sombra. Os resultados mostraram padrão semelhante encontrado na análise em relação ao peso da serapilheira. Uma quantidade maior de serapilheira, oferece maior quantidade de recurso, permitindo a coexistência de mais espécies no local pela diminuição da competição intraespecífica. Essa relação entre serapilheira e diversidade pode ser o causador do resultado encontrado. O peso da serapilheira foi maior no SAF em relação aos outros manejos, uma vez interference in the image. This relationship helps to conclude about ant species richness and ant abundance response to managemente pattern. Ant species richness and abundance showed the same pattern: higher in AGRO them SSAF and SC, and the latter two did not differ. It follows that the management affect and biodiversity and then, changes in soil aspects can change soil fauna. A better knowledge about soil process allows the adoption of a sustainable management helping to maintain soil quality.
Palavras-chave: Manejo
Biodiversidade
Qualidade do solo
Edafic ants
Soil management
Biodiversity
Soil quality
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::CIENCIA DO SOLO
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Fertilidade do solo e nutrição de plantas; Gênese, Morfologia e Classificação, Mineralogia, Química,
Programa: Mestrado em Solos e Nutrição de Plantas
Citação: MUSCARDI, Dalana Campos. Edafic ants and soil attributes in different management coffee cultures. 2008. 53 f. Dissertação (Mestrado em Fertilidade do solo e nutrição de plantas; Gênese, Morfologia e Classificação, Mineralogia, Química,) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2008.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/5406
Data do documento: 31-Jul-2008
Aparece nas coleções:Solos e Nutrição de Plantas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf3,03 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.