Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/5429
Tipo: Dissertação
Título: Geoambientes, morfometria e solos da Bacia do rio Benevente, ES
Título(s) alternativo(s): Geoenvironments, morphometry and soils of the Benevente river basin, ES
Autor(es): Alkimim, Akenya Freire de
Primeiro Orientador: Lani, João Luiz
Primeiro coorientador: Fernandes Filho, Elpídio Inácio
Segundo coorientador: Fernandes, Raphael Bragança Alves
Primeiro avaliador: Jucksch, Ivo
Segundo avaliador: Simas, Felipe Nogueira Bello
Abstract: A preocupação com a água no estado do Espírito Santo levou o governo estadual a adotar medidas, no sentido de contribuir para a conservação desse recurso natural. A bacia do rio Benevente, localizada no sul do Estado, foi escolhida como área piloto do Projeto ProdutorES de Água. A falta de informações mais detalhadas dos geoambientes da bacia do rio Benevente se contrapõe à grande importância do gerenciamento do uso dos recursos naturais baseado no conhecimento da real capacidade suporte e da vulnerabilidade desses recursos. O conhecimento sobre as características dos diferentes ambientes dentro da Bacia e Sub-bacias contribui para o melhor planejamento do espaço com bases sustentáveis e melhor adequação do uso dos solos, no sentido de potencializar o aumento da qualidade e quantidade de água armazenada dentro da Bacia. Esse estudo objetivou determinar as características morfométricas da bacia do rio Benevente; identificar os principais geoambientes com base nas características pedo-geomorfológicas; caracterizar as principais classes de solos em seus aspectos físicos, químicos e mineralógicos e como elas se interrelacionam na paisagem; avaliar quais tipos de uso do solo estão degradando mais o ambiente e sugerir alternativas de uso e ocupação do solo que visem a sua conservação. Para caracterização dos solos da área de estudo foi realizada a coleta de amostras, por meio da abertura de trincheiras com posterior descrição morfológica dos perfis. As amostras coletadas foram submetidas às análises físicas, químicas e mineralógicas. Foi utilizado o Sistema de Informação Geográfica (SIG), por meio do software ArcGis 9.2 para a elaboração dos mapas na escala de 1:50.000. Os geoambientes foram definidos a partir do agrupamento das características pedo-geomorfológicas peculiares a cada área delimitada. Os aspectos morfométricos foram obtidos através do Modelo Digital de Elevação Hidrologicamente Consistente (MDEHC) elaborado por meio da interpolação das curvas de nível (20 em 20 m) na escala de 1:50.000. A Bacia foi estratificada em três principais geoambientes, de acordo com a homogeneidade dos atributos avaliados, que apresentam características exclusivas: Serras com domínio dos Cambissolos Háplicos, Afloramentos Rochosos e Latossolos Vermelho- Amarelos, Tabuleiros Dissecados com predomínio dos Latossolos Amarelos coesos e Planícies Costeiras com Latossolos Amarelos coesos e solos hidromórficos (Gleissolos e Organossolos). Os solos, em sua maioria, apresentam baixa fertilidade natural, sendo distróficos ou álicos. A composição mineralógica é constituída, principalmente, por caulinita e gibbsita, o que denota a baixa reserva mineral desses solos. A pecuária é uma das principais atividades degradantes da Bacia. As alternativas de uso e ocupação variam de acordo com as especificidades dos ambientes estudados. Com relação à morfometria, a parte mais alta da Bacia possui maior densidade de drenagem e está sujeita a um maior controle estrutural onde os rios correm encaixados. Na parte baixa a densidade de drenagem é menor, e os rios correm sobre sedimentos em direção ao sudeste, acompanhando a inclinação natural do Grupo Barreiras.
Concern about water in the state of Espírito Santo led the state government to adopt measures to contribute to the conservation of this natural resource. The Benevente river basin, located in the southern state, was chosen as pilot area of the Project ProdutorES de Água. The lack of more detailed information of geoenvironments Benevente river basin contrasts the importance of managing the use of natural resources based on knowledge of the actual carrying capacity and vulnerability of these resources. Knowledge about the characteristics of different environments within the Basin and Sub-basins contribute to better planning of space with a sustainable and more appropriate land use, to a greater increase in the quality and quantity of water stored within the Basin. This study aimed to determine the morphometric characteristics of the Benevente river basin, identifying the main geo- environments based on the pedogeomorphology characteristics; characterize the main soil classes in terms of physical, chemical and mineralogical and how they interrelate in the landscape; what types of land use are degrading the environment and suggest alternative use and land cover aimed at their conservation. The characterization of soils of the study area was conducted to collect samples by trenching with subsequent morphological description of the profiles. The samples were submitted to physical, chemical and mineralogical analysis. Geographic Information System (GIS), ArcGIS 9.2 software, was used in the preparation of maps on scale 1:50.000. The geo-environments were defined as the combination of the peculiar pedo-geomorphological characteristics to each designated area. The morphometric features were obtained from Digital Elevation Model Hydrologically Consistent (DEMHC) prepared by the interpolation of contour lines (20 by 20 m) on scale 1:50.000. The Basin was divided into three main geoenvironments, according to the homogeneity of attributes, which have intrinsic characteristics: Serras with Haplic Cambisols (Inceptsols), Rock Outcrops and Red-Yellow Latosol (Oxisol), Tabuleiros Dissecados with Yellow Latosol (Oxisol) cohesive and Planícies Costeiras with Yellow Latosol (Oxisol) cohesive and lowlands (Gleys and Histosols). Mostly soils are poor in chemical elements and they are dystrophic or alic. The mineralogical composition consists mainly of kaolinite and gibbsite which indicates the low mineral reserve of the soils. Livestock is a major degrading activity in the Basin. Alternative uses and land cover vary according to the studied sites. With regard to morphometry, the upper Basin has a higher drainage density and is subject to greater structural control where the rivers flow on rocks. In the lower Basin the drainage density is lesser and the rivers flow over sediments toward the southeast, following a natural inclination of the Barreiras Group.
Palavras-chave: Solo-ambiente
SIG
Estratificação ambiental
Soil-environment
GIS
Environmental stratification
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::CIENCIA DO SOLO
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Fertilidade do solo e nutrição de plantas; Gênese, Morfologia e Classificação, Mineralogia, Química,
Programa: Mestrado em Solos e Nutrição de Plantas
Citação: ALKIMIM, Akenya Freire de. Geoenvironments, morphometry and soils of the Benevente river basin, ES. 2009. 129 f. Dissertação (Mestrado em Fertilidade do solo e nutrição de plantas; Gênese, Morfologia e Classificação, Mineralogia, Química,) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2009.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/5429
Data do documento: 21-Dez-2009
Aparece nas coleções:Solos e Nutrição de Plantas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf4,31 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.