Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/5459
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.authorFreitas, Rita de Cássia Alves de
dc.date.accessioned2015-03-26T13:53:17Z-
dc.date.available2013-03-22
dc.date.available2015-03-26T13:53:17Z-
dc.date.issued2011-07-07
dc.identifier.citationFREITAS, Rita de Cássia Alves de. Water dispersible clay determined by slow and fast shaking and ultrasonic dispersion. 2011. 63 f. Dissertação (Mestrado em Fertilidade do solo e nutrição de plantas; Gênese, Morfologia e Classificação, Mineralogia, Química,) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2011.por
dc.identifier.urihttp://locus.ufv.br/handle/123456789/5459-
dc.description.abstractDurante a execução analítica, a determinação de argila dispersa em água (ADA) é precedida da dispersão física, sem acréscimo de dispersante químico. Nesse procedimento, o mais tradicional é a adoção da agitação rápida. Recentemente a agitação lenta tem sido sugerida para a determinação da ADA. A dispersão física por ultrassom é outro procedimento a considerar como alternativa na determinação da ADA. O objetivo do presente trabalho foi avaliar os teores de ADA obtidos por três métodos de dispersão física: agitação rápida, lenta e ultrassom, sendo os dois últimos em diferentes condições. Os tratamentos foram dispostos segundo um delineamento em blocos casualizados, correspondendo a um fatorial 4 x 9, com quatro repetições. Os fatores em estudo foram quatro solos de mineralogias contrastantes (Latossolo Amarelo, LA; Plintossolo Háplico, FX; Latossolo Vermelho-Amarelo, LVA; e Latossolo Vermelho acriférrico, LV) e os três métodos de dispersão física indicados. Na dispersão por ultrassom, foram avaliadas três energias ultrassônicas (55, 110 e 220 J mL-1), e na dispersão por agitação lenta, cinco volumes de suspensão (50, 100, 200, 300 e 400 mL) em recipientes de 500 mL. Os teores de ADA e índice de dispersão (ID) foram quantificados nos diferentes tratamentos. Amostras da ADA de todos os tratamentos foram utilizadas na identificação e quantificação dos teores de caulinita, gibbsita, goethita e hematita, além da determinação de pH, Na+, K+, Ca2+, Mg2+, Al3+ e P remanescente. Para todos os tratamentos, nos solos com maior proporção de óxidos (FX, LVA e LV) foi verificada maior dificuldade de dispersão em conseqüência da maior estabilidade de seus microagregados, frente ao mais caulinítico (LA). Verificou-se maior dispersão de argila com a agitação lenta e ultrassônica. Na agitação lenta, observou-se, no geral, relação inversa entre o volume de suspensão e o teor de ADA e ID. Essa diferenciação foi associada ao maior atrito entre agregados e partículas e maior vigor de agitação nos menores volumes de suspensão. Nos solos LA, FX e LVA verificou-se, em geral, correlação significativa e negativa entre a ADA e os cátions trocáveis. Sugere-se que, com incremento da ADA pelo aumento da energia de dispersão (por diminuição do volume de suspensão), maiores proporções de óxidos foram liberados, com redução dos teores relativos de caulinita.pt_BR
dc.description.abstractDuring the analytical execution, the water dispersible clay (WDC) determination is preceded by physical dispersion, without addition of chemical dispersant and, usually fast shaking procedure. Recently, slow shaking and ultrasonic dispersion has been suggested as alternatives procedures to determine WDC. The objective of this study was to evaluate the WDC content obtained by three methods of physical dispersion, fast and slow shaking and, ultrasonic dispersion. The treatments were arranged in a randomized block design, representing a 4 x 9 factorial with four replicates. The factors evaluated in the study were four mineralogy contrasting soils (Xantic Kandiudox; Plintaquox; Typic Hapludox and Rhodic Hapludox) and the three methods of physical dispersion indicated. The ultrasonic dispersion procedure were evaluated at three ultrasonic energy levels (55, 110 and 220 J mL-1) and, the slow shaking procedure at five volumes of suspension (50, 100, 200, 300 and 400 mL) in 500 mL containers. The WDC content and dispersion index (DI) were quantified for the different treatments. Samples of the WDC to all treatments were used to identify minerals and the proportion of kaolinite, gibbsite, goethite and hematite and, pH, Na+, K+, Ca2+, Mg2+, Al3+ and remaining P measurements. In all treatments were verified lower dispersion of clay in soils with a higher proportion of oxides (Plintaquox, Typic Hapludox and Rhodic Hapludox), compared to kaolinitic soils (Xantic Kandiudox), probably due to greater microaggregates stability observed in oxide rich soils. There was greater clay dispersion with slow shaking and ultrasonic dispersion. For the slow shaking, there was generally, an inverse relationship between the volume of suspension and WDC content and DI. This differentiation was associated with increased friction between particles and aggregates and increasing vigor of shaking in smaller volumes of suspension. In the Xantic Kandiudox, Plintaquox and Typic Hapludox was found generally, significant and negative correlation between WDC content and exchangeable cations amount. It is suggested that with increasing WDC by higher energy dispersion (by decreasing the volume of suspension), higher proportions of oxides were released with reduced kaolinite amount.eng
dc.description.sponsorshipConselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Viçosapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectDispersão físicapor
dc.subjectVolume de suspensãopor
dc.subjectEnergia ultrassônicapor
dc.subjectPhysical dispersioneng
dc.subjectVolume of suspensioneng
dc.subjectUltrasonic energyeng
dc.titleArgila dispersa em água determinada por agitação rápida, lenta e ultrassompor
dc.title.alternativeWater dispersible clay determined by slow and fast shaking and ultrasonic dispersioneng
dc.typeDissertaçãopor
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/6736532927613457por
dc.contributor.advisor-co1Fernandes, Raphael Bragança Alves
dc.contributor.advisor-co1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4728400J8por
dc.contributor.advisor-co2Schaefer, Carlos Ernesto Gonçalves Reynaud
dc.contributor.advisor-co2Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4723204Y8por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.departmentFertilidade do solo e nutrição de plantas; Gênese, Morfologia e Classificação, Mineralogia, Química,por
dc.publisher.programMestrado em Solos e Nutrição de Plantaspor
dc.publisher.initialsUFVpor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::CIENCIA DO SOLOpor
dc.contributor.advisor1Ruiz, Hugo Alberto
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4783550T5por
dc.contributor.referee1Costa, Oldair Vinhas
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/0146226390364619por
Aparece nas coleções:Solos e Nutrição de Plantas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf1,96 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.