Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/5506
Tipo: Dissertação
Título: Produtividade, demanda e eficiência nutricional de clones de eucalipto em regime de alto fuste e talhadia
Título(s) alternativo(s): Yield and nutritional demand and eficiency of eucalypt clones in the firts and second rotations
Autor(es): Silva, Nathália Faria da
Primeiro Orientador: Barros, Nairam Félix de
Primeiro coorientador: Neves, Júlio César Lima
Primeiro avaliador: Assis, Igor Rodrigues de
Segundo avaliador: Villani, Ecila Mercês de Albuquerque
Abstract: O manejo de povoamentos de eucalipto no Brasil envolve a implantação de novos plantios ou a reforma de plantios já existentes ou a condução da rebrota de cepas, também conhecida por talhadia . A eucaliptocultura brasileira está baseada principalmente no cultivo de clones, que são selecionados regionalmente em razão de sua adaptação às condições climáticas, embora os nutrientes sejam outro fator fundamental no crescimento de plantas, principalmente na região de cerrado devido à baixa fertilidade dos solos, os aspectos nutricionais têm sido pouco relevados no processo de seleção de materiais genéticos de eucalipto. Poucos clones foram desenvolvidos e selecionados para algumas regiões do cerrado de Minas Gerais, destacando-se, contudo, alguns clones selecionados na região de Três Marias em solos arenosos ou de textura média. Nenhum estudo específico foi ainda conduzido para caracterizar a exigência nutricional desses clones. A adoção de talhadia não é recente no Brasil. A produtividade de plantios conduzidos por talhadia tem sido menor do que a conseguida no regime de alto fuste, com redução que pode atingir 50%. Pesquisadores relatam que se mantida a disponibilidade dos fatores de crescimento do sistema de alto fuste, a queda de produtividade pode ser minimizada ou até mesmo pode nem ocorrer, e que, na maioria das vezes, a queda seria explicada pela redução na disponibilidade de nutrientes para as árvores conduzidas por talhadia. Assim, os objetivos deste estudo são avaliar a produtividade e demanda nutricional de clones de eucalipto híbridos de Eucalyptus urophylla na primeira e um deles na segunda rotação; avaliar o efeito combinado da altura e do número de brotos deixados na ocasião da desbrota, na produção de eucalipto em regime de talhadia e avaliar o efeito da adubação na produção de madeira de eucalipto, distribuição e compartimentação dos nutrientes nos componentes dessa planta, em estudo, na primeira e segunda rotação. Foi utilizado um banco de dados de dois experimentos conduzidos na fazenda Gama, pertencente a empresa Gerdau, S.A, localizada no município de Lassance- MG. Para avaliação dos três clones: GG 050, GG100 e GG157, todos híbridos de Eucalyptus urophylla, ao longo dos 84 meses, foi estabelecido um experimento conduzido em Delineamento Inteiramente Casualizado (DIC), com três repetições. Foram mensuradas: iX Circunferência a altura do peito (CAP), altura comercial e total na idade de 9, 12, 18, 24, 36, 48, 60, 72 e 84 meses. Após a última avaliação foram abatidas três árvores médias dentro de cada bloco, obtendo amostras simples dos componentes: folha, galho, casca, lenho e tronco. Em cada componente foi determinada a matéria seca (MS), o teor e conteúdo dos nutrientes: N, P, K, Ca, Mg e S. Para avaliação do sistema de talhadia, foi estabelecido um experimento conduzido sobre as cepas remanescentes do primeiro corte do clone GG 157, para estudo do crescimento da brotação em segunda rotação. Foram mensuradas as mesmas características acima. Foram obtidos a MS, os teores e conteúdos dos nutrientes: N, P, K, Ca e Mg nos componentes: folha, galho, casca, lenho e tronco. Os clones GG 050 e GG 157 apresentam taxa de crescimento volumétrico muito similar, enquanto que o GG 100 teve taxa inferior, aos 84 meses de idade. Entretanto, a taxa se iguala para os clones GG 100 e GG 050, nesta idade. O acúmulo de biomassa da parte aérea e do tronco, ao longo da idade dos três clones, segue comportamento semelhante ao que se observa para produção de volume de tronco. O clone GG 050 é o que mais acumula nutrientes na parte aérea e no tronco quando comparado com os clones GG 100 e GG 157, com exceção para P e K, sendo em geral, o GG 050 menos eficiente na utilização dos nutrientes do que estes dois últimos, nesta região. O ganho de produtividade do tronco com a adubação e a combinação da altura que os brotos estavam ao realizar a desbrota e número de brotos permanecidos, variou entre 140,23 % e 128,57 % de acordo com os tratamentos H2NB1 e H1NB1, respectivamente. O não suprimento de nutrientes em sistema de talhadia reflete em menor acúmulo de nutrientes na árvore e queda de produtividade tanto do lenho como tronco. Árvores no sistema de talhadia utilizam mais eficientemente os nutrientes na produção de tronco do que aquelas em regime de alto fuste. A desbrota precoce (brotações com 1m de altura) permite o melhor aproveitamento dos recursos de crescimento resultando em maior produtividade. O maior número de brotos por cepa reduz o crescimento diamétrico individual das hastes. O adequado manejo nutricional de povoamentos conduzidos por talhadia resulta na manutenção ou aumento de produtividade em relação à primeira rotação.
Eucalyptus is one of the main forest tree used in plantations. In Brazil, in 2010, the area planted to eucalypt amounted 4.754.334 ha, of which 55.8% was in the southeast region (ABRAF, 2011). There are three types of stands: 1) new stands from seedlings; 2) replanted stands from seedlings and 3) stands from coppices. Clonal seedlings are used in these stands, but little information is available on the growth dynamic and nutrient requirement of the trees. Also, there is no much information on the effect of fertilization and time and number of pole selection to be conducted in each stump. Hence, the objectives of this study were to evaluate growth and nutrient demand of hybrid eucalypt clones in the first and second rotations; to evaluate the effect of pole size before the selection and pole number per stump; to evaluate the effect of fertilization on coppice production. Data from two experiments conducted in medium textured Red Yellow Latosol, in the cerrado region of Minas Gerais, were used. In the first experiment, growth and nutrient content of three Eucalyptus urophylla clones (GG 050, GG100 e GG157) were compared. Assessments (diameter and height) were performed at 9, 12, 18, 24, 36, 48, 60, 72 e 84 month after planting. At the end of the first rotation (84 months), above ground biomass and nutrient content were determined from selected mean tree, in three replicates. In the second experiment, coppices of clone GG 157, received or not fertilization and one, two or four coppices, 1 m, 2 m or 4 m high, were conducted. At the end of 67 months, stem volume and biomass and nutrient content of tree above ground components were determined. Clones GG050 and GG157 showed a similar volume growth pattern and initially were superior to GG100. At age 84 months the volume of GG100 was similar to that of GG050. However, clone GG050 accumulated higher amount of nutrients than GG100 and GG157, except for P and K, and, in general, it was less efficient in nutrient utilization. Debarking in the field is recommended to reduce nutrient export, which varies from 20%, for sulfur, to 94%, for calcium. Stem volume of the fertilized plots was 92% higher than the unfertilized ones. Stands conducted by coppicing showed a higher nutrient utilization than those of first rotation. Fertilizing the coppices leads to a lower (51%) nutrient exportation in the bark than the unfertilized coppices (63%). Earlier pole selection (1 m high) resulted in higher production than later selection (2 or 4 m high). The best coppicing treatment (2 poles Xi per stump, selected with 1m height and fertilized) produced 65% more wood than in the first rotation.
Palavras-chave: Nutrição do eucalipto
Sustentabilidade da produção
Talhadia
Sustainability of production
Coppice
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::CIENCIA DO SOLO
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Fertilidade do solo e nutrição de plantas; Gênese, Morfologia e Classificação, Mineralogia, Química,
Programa: Mestrado em Solos e Nutrição de Plantas
Citação: SILVA, Nathália Faria da. Yield and nutritional demand and eficiency of eucalypt clones in the firts and second rotations. 2013. 65 f. Dissertação (Mestrado em Fertilidade do solo e nutrição de plantas; Gênese, Morfologia e Classificação, Mineralogia, Química,) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2013.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/5506
Data do documento: 12-Mar-2013
Aparece nas coleções:Solos e Nutrição de Plantas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf782,21 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.