Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/5537
Tipo: Dissertação
Título: Caraterização de Pó de Despoeiramento da Fabricação de Ligas de Manganês e Avaliação de seu Potencial Agronômico
Título(s) alternativo(s): Caracterization of a dusty from the siderurgical industry to be used as source of manganese and avaliation in the agriculture potential
Autor(es): Cunha, Fernando de Jesus
Primeiro Orientador: Fontes, Renildes Lúcio Ferreira
Primeiro coorientador: Dias, Luiz Eduardo
Segundo coorientador: Barros, Nairam Félix de
Primeiro avaliador: Mello, Jaime Wilson Vargas de
Segundo avaliador: Matos, Antonio Teixeira de
Abstract: O Pó de Despoeiramento (PD) é um resíduo sólido industrial proveniente dos processos da metalurgia do minério de manganês (Mn). Este material contém concentração significativa de Mn. A unidade industrial responsável pela produção de aproximadamente 2000 toneladas/mês de PD s é a Rio Doce Manganês (RDM), empresa do grupo da Companhia Vale do Rio Doce (CVRD), atualmente, Companhia VALE. Os PD s foram caracterizados quimicamente (etapa 1) e em seguida, avaliados como fonte de Mn para plantas de soja (Glicine max L.), da variedade Conquista e plantas de eucalipto (Eucalyptus globulus), do híbrido Urograndis, em casa de vegetação (etapa 2). Para a etapa 1 da pesquisa, foram escolhidos dez materiais de PD s coletados nas unidades industriais de Barbacena/MG, Ouro Preto/MG, Salvador/Ba e Corumbá/MS, respectivamente. As amostras de PD s foram analisadas segundo os procedimentos de lixiviação e solubilização de resíduos sólidos (ABNT NBR 10005 e 10006, 2004). Os teores de metais dos PD ́s foram quantificados por meio de espectrometria em emissão ótica com plasma acoplado induzido (ICP-OES) e espectrometria por absorção atômica (AAS). Em seguida, foi realizado o experimento em casa de vegetação (etapa 2), utilizando-se amostras de dois Latossolos (LVa), um argiloso (TG) e outro arenoso (TM), das cidades Viçosa/MG e Três Marias/MG, respectivamente. Como fontes de Mn, foram avaliadas amostras dos PD s in natura proveniente de cinco unidades industriais da RDM/CVRD e dois fertilizantes preparados a partir dos PD s: o sulfato de manganês (SM-PD) e o óxido de manganês (OM- PD). Foi incluído como tratamento controle um outro fertilizante sulfato de manganês comercial (SM-Com). Os materiais foram aplicados em quantidade equivalente às doses 0,0; 2,5; 5,0; 7,5 e 30,0 mg kg -1 de Mn, com exceção do OM-PD aplicado apenas nas doses 2,5 e 30,0 mg kg -1 de Mn. As plantas foram coletadas e secas em estufas com ventilação forçada de ar quente. Em seguida, determinaram-se os teores de P, Mn, Zn, Cu, Fe, Cr, Ni, Ti e Se, com ixextração de ácido nítrico e perclórico (3:1), por espectrometria de emissão óptica com plasma acoplado induzido (ICP-OES). Os dados foram submetidos à análise de regressão linear múltipla, avaliando-se a produção da massa de matéria seca, concentração e acúmulo dos elementos químicos na parte aérea e raízes das plantas de soja e eucalipto. Os resultados obtidos com os extratos solubilizados (etapa 1), apresentaram teores de As, Pb, Se, Hg, Mn, Fe e Al em valores acima dos limites máximos estabelecidos pela ABNT (Anexo G, ABNT NBR 10004, 2004). Por outro lado, os teores de metais encontrados nos extratos lixiviados não resultaram em valores elevados, segundo a referida norma. Não houve resposta significativa com as fontes de Mn aplicadas nos tratamentos, no que diz respeito à produção da massa de matéria seca das plantas de soja e eucalipto (etapa 2). Não houve também, acúmulo de metais pesados nos tecidos das mesmas em níveis que representassem qualquer risco ao seu desenvolvimento. Os PD s in natura disponibilizaram Mn às plantas cultivadas, em quantidades comparáveis às liberadas ao SM-PD, OM- PD e o SM-Com. Conclui-se que, tanto os PD s in natura, quanto aos materiais produzidos a partir dos PD s (SM-PD e OM-PD) foram eficientes como fontes de Mn às plantas de soja e eucalipto cultivadas em casa de vegetação. Os resultados obtidos indicam que o uso do PD pode ser viável, como fonte de Mn para a indústria de fertilizantes.
The dusty from the siderurgical industry (PD) it is an industrial solid residue originating from the processes of the metallurgy of the ore of manganese (Mn). This material contains significant concentration of Mn. The responsible industrial unit for the production of approximately 2000 ton/month of PD's is Rio Doce Manganês (RDM), company of the group of the Company is Worth of Rio Doce (CVRD), nowadays, Company is Worth. PD's were characterized chemically (stage 1) and soon afterwards, appraised as source of Mn for soy plants (Glicine max L.), of the variety it Conquers and eucalyptus plants (Eucalyptus globulus), of the hybrid Urograndis, vegetation home (stage 2). Para the stage 1 of the research, they were chosen ten materials of PD's collected in the industrial units of Barbacena/MG, Ouro Preto/MG, Salvador/Ba and Corumbá/MS, respectively. The samples of PD's were analyzed according to the lixiviação procedures and solubilization of solid residues (ABNT NBR 10005 and 10006, 2004). The tenors of metals of PD ́s were quantified through espectrofotometry in optic emission with plasma coupled induced (ICP-OES) and espectrofotometry for atomic absorption (AAS). Soon afterwards, the experiment was accomplished vegetation home (stage 2), being used samples of two Latossolos (LVa), a loamy one (TG) and other sandy (TM), of the cities Viçosa/MG and Three Marias/MG, respectively. As sources of Mn, were appraised samples of PD's in natura originating from five industrial units of RDM/CVRD and two prepared fertilizers starting from PD's: the sulfate of manganese (SM-PD) and the oxide of manganese (OM-PD). it was included as treatment controls another fertilizer sulfate of commercial manganese (SM- with). The materials were applied in equivalent amount to the doses 0,0; 2,5; 5,0; 7,5 and 30,0 mg kg-1 of Mn, except for applied OM-PD just in the doses 2,5 and 30,0 mg kg-1 of Mn. The plants were collected and droughts in greenhouses with ventilation forced of hot air. Soon afterwards, they were determined the tenors of P, Mn, Zn, Ass, Faith, Cr, Ni, You and If, with xiextraction of nítric acid and percloric (3:1), for espectrofotometry of optical emission with plasma coupled induced (ICP-OES). The data were submitted to the analysis of multiple lineal regression, being evaluated the production of the mass of dry matter, concentration and accumulation of the chemical elements in the aerial part and roots of the soy plants and eucalyptus. The results obtained with the extracts solubilizados (stage 1), they presented tenors of The, Pb, If, Hg, Mn, Faith and Al in values above the maximum limits established by ABNT (I Enclose G, ABNT NBR 10004, 2004). on the other hand, the tenors of metals found in the leached extracts didn't result in high values, second referred her norm. There was not significant answer with the sources of applied Mn in the treatments, in what he/she concerns the production of the mass of dry matter of the soy plants and eucalyptus (stage 2). there also was not, accumulation of heavy metals in the fabrics of the same ones in levels that represented any risk to his/her development. PD's in natura made available Mn to the cultivated plants, in amounts comparable to liberated them to SM-PD, OM-PD and the SM-COM. It is ended that, so much PD's in natura, as for the materials produced starting from PD's (SM-PD and OM-PD) they were efficient as sources of Mn to the soy plants and eucalyptus cultivated vegetation home. The obtained results indicate that the use of PD can be viable, as source of Mn for the industry of fertilizers.
Palavras-chave: Plantas - Efeito do manganês
Resíduos industriais
Manganês - Metalurgia
Ligas ferro-manganês
Sulfato de manganês
Plants - Effect of manganese
Industrial waste
MN - Metallurgy
Iron-manganese alloys
Manganese sulfate
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::CIENCIA DO SOLO
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Fertilidade do solo e nutrição de plantas; Gênese, Morfologia e Classificação, Mineralogia, Química,
Programa: Mestrado em Solos e Nutrição de Plantas
Citação: CUNHA, Fernando de Jesus. Caracterization of a dusty from the siderurgical industry to be used as source of manganese and avaliation in the agriculture potential. 2007. 116 f. Dissertação (Mestrado em Fertilidade do solo e nutrição de plantas; Gênese, Morfologia e Classificação, Mineralogia, Química,) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2007.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/5537
Data do documento: 27-Ago-2007
Aparece nas coleções:Solos e Nutrição de Plantas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf2,32 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.