Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/5547
Tipo: Dissertação
Título: Resistência do arroz à mancha-parda mediada por silício e manganês
Título(s) alternativo(s): Rice resistance to the brown spot mediated by silicon and manganese
Autor(es): Zanão Júnior, Luiz Antônio
Primeiro Orientador: Fontes, Renildes Lúcio Ferreira
Primeiro coorientador: Rodrigues, Fabrício de ávila
Segundo coorientador: Neves, Júlio César Lima
Primeiro avaliador: Korndörfer, Gaspar Henrique
Segundo avaliador: Martinez, Hermínia Emília Prieto
Terceiro avaliador: Pereira, Olinto Liparini
Abstract: As doenças das plantas são responsáveis pela redução significativa da produção de alimentos no mundo. Para o seu controle, cada vez mais são utilizados defensivos agrícolas que podem causar problemas ambientais, econômicos e sociais, havendo a necessidade de se buscar alternativas de controle menos agressivas ao socioecossistema. A nutrição adequada da planta, com enfoque nos elementos mais promissores para o aumento da resistência das plantas às doenças como o Si e o Mn, é uma dessas alternativas. Utilizando plantas de arroz cultivadas sob diferentes doses de Si e Mn objetivou-se com este trabalho: a) avaliar o acúmulo de massa da matéria seca de plantas, ângulo de inserção foliar e teores e acúmulo de macronutrintes, micronutrientes catiônicos e Si nas raízes, bainhas e folhas, b) avaliar a espessura das epiderme abaxial e adaxial das folhas c) avaliar o acúmulo de compostos fenólicos solúveis e lignina nas folhas de plantas inoculadas e não inoculadas com o fungo Bipolaris oryzae, causador da mancha-parda do arroz e d) avaliar o efeito de Si e Mn na resistência do arroz a esta doença. Em 4 experimentos em solução nutritiva, delineamento em blocos casualizados, os tratamentos foram dispostos em esquema fatorial 2 x 3 (0 e 2 mmol L-1 Si; 0,5; 2,5 e 10 µmol L-1 Mn), com 5 repetições. Cada unidade experimental foi composta de um vaso plástico com 4 L de solução nutritiva, com 6 plantas de arroz (cv. Metica-1). No primeiro e segundo experimentos não ocorreu a inoculação das plantas com o fungo (B. oryzae) e foram determinados a massa da matéria seca das folhas, bainhas e raízes e o teor e acúmulo de macronutrientes, micronutrientes catiônicos e Si nestes três componentes das plantas, aos 45 dias após a germinação. Adicionalmente, foram feitos estudos anatômicos para de determinar a espessura da epiderme adaxial e abaxial. No terceiro experimento as plantas foram inoculadas com o fungo aos 45 dias após a germinação determinando-se o período de incubação; lesões cm-2 de folha; severidade e área abaixo da curva de progresso da doença. No quarto experimento determinou-se o acúmulo foliar de compostos fenólicos solúveis totais e lignina em plantas inoculadas e não inoculadas com o fungo. Foi feita a análise de variância dos dados (Teste F, 5% e 1% de significância) e o ajuste de equações de regressão para as respostas às doses de Mn, dentro de cada nível de Si. Verificou-se efeito positivo significativo do Si em todas as variáveis avaliadas relacionadas à produção de massa seca do arroz, arquitetura da planta, componentes de resistência às doenças e acúmulo/teores de macronutrientes, micronutrientes catiônicos e Si nas raízes, bainhas e follhas e espessura da epiderme adaxial e abaxial. Com a adição do Si, houve aumento na produção de massa seca de raízes, bainhas e folhas, espessura da epiderme foliar e menor ângulo de inserção foliar que conferiu melhoria na arquitetura da planta. Quanto à resistência do arroz à mancha-parda, o Si proporcionou prolongamento no período de incubação da doença em aproximadamente 9 h, aumento no acúmulo de compostos fenólicos solúveis e lignina nas folhas inoculadas e redução na severidade da mancha-parda em até 96%, reduzindo também o número de lesões cm-2 e a área abaixo da curva do progresso da doença. Houve efeito significativo do Mn para a maioria das características avaliadas, porém, isso ocorreu apenas na ausência de Si na solução nutritiva.
Plant diseases markedly reduce the world food production and their control is more and more being made by using chemical defensives which may cause environmental, economical and social problems. It is needed to search alternatives for controlling the plant diseases lowering the harm caused to the environment. The correct plant nutrition, focusing the more promissing elements for increasing the plant resistance to diseases, as Si and Mn, is one of these alternatives. The aim of this work was, using rice plants cultivated under different doses of Si and Mn, to evaluate: a) the dry matter yield, the angular degree of foliar insertion and the accumulation of macronutrients, cationic micronutrients and Si in the roots, sheaths and leaves, b) the thickness of the leaf abaxial and adaxial epidermis c) the accumulation of soluble phenolic compounds and lignin in the leaves of plants inoculated and non-inoculated with the fungi (Bipolaris oryzae) wich causes the brown spot disesase in rice d) the Si and Mn effects in the rice resistance to the brown spot. Four trials in nutrient solution were carried out in the randomly block design in a fatorial 2 x 3 (0 and 2 mmol L-1 Si; 0.5; 2.5 and 10 µmol L-1 Mn), with 5 replications. The experimental unit was a 4 L plastic recipient with nutrient solution and 2-4 rice plants (Metica-1 cultivar). In the first and second trials no fungi (B. oryzae) inoculation was made and it was determined dry matter yield of roots, sheaths and leaves and the accumulation of macronutrients, cationic micronutrients and Si in roots, sheaths and leaves, at the 45th day after seed germination. Additionally, anatomic studies were done for determination of the thickness of the abaxial and adaxial leaf epidermis. In the third trial, the plants were inoculated with the fungi at the 45th after seed germination and it was determined the length of the incubation time of the disease; lesions per cm2 of leaf area; severity and area underneath the curve of disease progression. In the fourth experiment it were determined the accumulation of total soluble phenolic compounds and lignin in the fungi inoculated and non-inoculated plants. It was made the analysis of variance of the data (F Test, 5% and 1% probability) and the adjustment of regression equations for the responses to Mn, within each Si level. There was a positive and significant effect of the applied Si for all variables related to rice dry matter, to plant architecture, to disease plant resistance, to concentration/accumulation of macronutrients, cationic micronutrients and Si in the plant roots, sheath and leaves, and to the thickness of the adaxial and abaxial epidermis. With the addition of Si, there was increase in the root, sheath and leaf dry matter yield, increase of the thickness of the leaf epidermis and decrease of the angle of foliar insertion witch improved the plant architecture. For the rice resistance to the brown spot disease, the applied Si promoted a prolongment of the disease incubation time of about 9 h, the accumulation of phenolic compounds and lignin in the inoculated leaves, the alleviation of the brown spot severity up to 96%, the decrease of the number of lesion per cm2, and the decrease of the area underneath the disease progress curve. There were significant effects of Mn for most of the characteristics evaluated, however, this was observed only in the treatments with the zero Si dose.
Palavras-chave: Nutrição mineral
Ácido monosilícico
Doenças de plantas
Mineral nutrition
Monosilicon acid
Plant diseases
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::CIENCIA DO SOLO
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Fertilidade do solo e nutrição de plantas; Gênese, Morfologia e Classificação, Mineralogia, Química,
Programa: Mestrado em Solos e Nutrição de Plantas
Citação: ZANÃO JÚNIOR, Luiz Antônio. Rice resistance to the brown spot mediated by silicon and manganese. 2007. 139 f. Dissertação (Mestrado em Fertilidade do solo e nutrição de plantas; Gênese, Morfologia e Classificação, Mineralogia, Química,) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2007.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/5547
Data do documento: 20-Mar-2007
Aparece nas coleções:Solos e Nutrição de Plantas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf1,23 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.