Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/5550
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.authorLima, Carlos Eduardo Pacheco
dc.date.accessioned2015-03-26T13:53:38Z-
dc.date.available2007-12-14
dc.date.available2015-03-26T13:53:38Z-
dc.date.issued2007-03-09
dc.identifier.citationLIMA, Carlos Eduardo Pacheco. Production of soils and aquifers vulnerability maps to heavy metals contamination for the State of Minas Gerais, Brazil. 2007. 104 f. Dissertação (Mestrado em Fertilidade do solo e nutrição de plantas; Gênese, Morfologia e Classificação, Mineralogia, Química,) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2007.por
dc.identifier.urihttp://locus.ufv.br/handle/123456789/5550-
dc.description.abstractO estudo da vulnerabilidade de ambientes à contaminação por compostos químicos apresenta-se hoje como uma importante ferramenta para tomada de decisões referentes ao uso, ocupação e manejo dos solos e aquíferos. Em sistemas tropicais úmidos, onde o manto de intemperismo é profundo e bem desenvolvido, a reatividade do solo torna-se mais importante do que a permeabilidade dos mesmos quando se trata das principais classes taxonômicas de ocorrência. Dessa forma, está sendo proposto nesse trabalho que mapas de vulnerabilidade de solos sejam incorporados na análise do índice final de vulnerabilidade de aqüíferos DRASTIC. Foram realizadas correções e melhoramentos no mapeamento da vulnerabilidade dos solos à contaminação por metais pesados para o estado de Minas Gerais e o mapeamento de vulnerabilidade de aqüíferos à contaminação por esses elementos utilizando o método DRASTIC modificado por PISCOPO (2001). As principais modificações com relação ao mapa de vulnerabilidade dos solos foram: (1) aumento no número de perfis registrados de 178 para 329 e posterior utilização dos mesmos gerando maior confiabilidade nos resultados obtidos, (2) modificação da forma de definição do índice para solos pouco desenvolvidos como os NEOSSOLOS LITÓLICOS e (3) construção de um banco de dados único para os solos do estado de Minas Gerais. Os resultados mostram que solos férricos e perférricos apresentaram menor vulnerabilidade, o que indica que a fração oxídica foi a principal responsável por esse fato. Essas manchas se concentram no sul do estado, triângulo mineiro e quadrilátero ferrífero. Já para vulnerabilidade de aqüíferos, os resultados mostram que aqüíferos porosos e cársticos como os sistemas Urucuia-Aerado (cretáceo e cenozóico), Bauru- Caiuá (paleozóico) e Bambuí (proterozóico) apresentaram maiores vulnerabilidades. No caso do sistema aqüífero Bambuí os resultados mostram que áreas onde materiais pelíticos e metapelíticos são encontrados apresentaram menor vulnerabilidade enquanto que áreas cársticas apresentaram vulnerabilidade elevada. O sistema aqüífero escudo oriental apresentou maiores vulnerabilidades a leste graças à grande recarga associada, à vunerabilidade média dos solos à contaminação por metais pesados e ao meio geológico extremamente fraturado constituído de granitos e gnaisses do Arqueano. Os menores índices de vulnerabilidade nesse sistema aqüífero foram encontrados para regiões com relevo muito acidentado, sobretudo áreas de Quartzito, nas serras do Espinhaço, Canastra e Saudade. Já o sistema qüífero Serra-Geral, de idade Paleozóica, apesar do extremo fraturamento, apresentou junto à grande proteção proporcionada pelos solos que o cobrem os menores índices de vulnerabilidade.pt_BR
dc.description.abstractThe study of environmental vulnerability to chemicals nowadays is an important tool to make decisions refering to the use, occupation and management of soils and aquifers. In humid tropical systems where the weathered mantle is depth and well developed, the soil reactivity becomes more important than its permeability. In this way, it is being proposed in this work to consider soils vulnerability maps in analysis of final DRASTIC index of aquifer vulnerability. Corrections and improvements were accomplished in the soils vulnerability mapping to heavy metals contamination for the State of Minas Gerais and the aquifers vulnerability mapping were determined using DRASTIC modified by PISCOPO (2001). The mainly changes in the soil vulnerability map were: (1) increasing in registered profiles numbers of 178 for 329 and its latter utilization, generating larger results reliability, (2) changes in the less developed soils analysis methods, like the Leptosols (FAO classification) and (3) unique data base construction of Minas Gerais soils. The results show that soils with high amounts of Fe2O3 presented lowest vulnerabilities. It indicates that this soils oxide fraction were the main responsible for it. These soils concentrate in the south, centre and western of the state in regions called Sul de Minas, Quadrilátero Ferrífero e Triângulo Mineiro . However for aquifers vulnerability, the results show that porous and karts aquifers like Urucuia- Aerado (Cretaceous and Cenozoic), Bauru-Cauiá (Paleozoic) and Bambuí (Proterozoic) systems presented higher vulnerability. In the case of Bambuí aquifer system the results show that areas formed by pelitic and metapelitc rocks possess the lowest vulnerability while areas formed by karts possess the highest vulnerability. The aquifer system Escudo Oriental presented in the east the larger vulnerability due to high recharge associated, the average soils vulnerability to heavy metals contamination and the extremely fractured aquifer media formed by Achean granites and gneisses. In this aquifer system, the smallest vulnerability index were observed in very uneven relief areas, especially Quartizites areas, in Serra do Espinhaço , Serra da da Saudade and Serra da Canastra . The aquifer system Serra-Geral , of the Paleozoic, despite of the extremely fractured basalts, presented the smallest ulnerability index of all state due to extreme soils protection.eng
dc.description.sponsorship
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Viçosapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectÍndice hídrico ótimopor
dc.subjectDensidade relativapor
dc.subjectProctorpor
dc.subjectOptimum hydric indexeng
dc.subjectRelative densityeng
dc.subjectProctoreng
dc.titleProdução de mapas de vulnerabilidade de solos e aqüíferos à contaminação por metais pesados para o estado de Minas Geraispor
dc.title.alternativeProduction of soils and aquifers vulnerability maps to heavy metals contamination for the State of Minas Gerais, Brazileng
dc.typeDissertaçãopor
dc.contributor.authorLatteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4737807U4por
dc.contributor.advisor-co1Ker, João Carlos
dc.contributor.advisor-co1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4763842Z5por
dc.contributor.advisor-co2Fernandes Filho, Elpídio Inácio
dc.contributor.advisor-co2Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4703656Z4por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.departmentFertilidade do solo e nutrição de plantas; Gênese, Morfologia e Classificação, Mineralogia, Química,por
dc.publisher.programMestrado em Solos e Nutrição de Plantaspor
dc.publisher.initialsUFVpor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::CIENCIA DO SOLOpor
dc.contributor.advisor1Fontes, Maurício Paulo Ferreira
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4721443T4por
dc.contributor.referee1Fontes, Luiz Eduardo Ferreira
dc.contributor.referee1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4783256H7por
dc.contributor.referee2Horn, Adolf Heinrich
dc.contributor.referee2Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4787247T7por
Aparece nas coleções:Solos e Nutrição de Plantas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf4,98 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.