Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/5569
Tipo: Dissertação
Título: Capim-elefante com e sem emurchecimento, acrescido de farelo de mandioca na produção de silagem
Título(s) alternativo(s): Elephant grass with and without wilting, added of cassava meal in silage production
Autor(es): Oliveira, Aline Cardoso
Primeiro Orientador: Garcia, Rasmo
Primeiro coorientador: Pereira, Odilon Gomes
Segundo coorientador: Pires, Aureliano José Vieira
Primeiro avaliador: Obeid, Jose Antonio
Segundo avaliador: Veloso, Cristina Mattos
Terceiro avaliador: Ribeiro, Karina Guimarães
Abstract: Dois experimentos foram conduzidos, no delineamento inteiramente casualizado, para avaliar o valor nutritivo, as características fermentativas e as perdas da silagem de capim-elefante produzida com e sem emurchecimento e acrescida de farelo de mandioca nos níveis 0; 7,5; 15 e 22,5 % da (MN) e determinar as frações protéicas e dos carboidratos da silagem. Foram utilizados silos de PVC com 50 cm de altura e 10 cm de diâmetro, providos de válvula de Bunsen, para saída de gases oriundos da fermentação, e areia no fundo, para captação dos efluentes. No experimento I, a associação do emurchecimento com o farelo de mandioca elevou os teores de matéria seca (MS), minimizou as perdas de MS e reduziu os teores de proteína bruta (PB), nitrogênio insolúvel em detergente ácido, fibra em detergente neutro, fibra em detergente neutro isenta de cinzas e proteína, fibra em detergente ácido e celulose. A adição de farelo de mandioca na produção da silagem de capim-elefante reduziu os teores de extrato etéreo, hemicelulose e lignina e aumentou o teor de matéria orgânica, a digestibilidade in vitro da MS e os nutrientes digestíveis totais. O emurchecimento teve efeito apenas sobre os teores de nitrogênio insolúvel em detergente neutro. Em relação às variáveis inerentes às características fermentativas das silagens, o pH e o ácido butírico apresentaram comportamento quadrático, o pH apresentou valor mínimo de 3,7 % no nível de 15,9 % de farelo de mandioca, nas silagens não emurchecidas, valor dentro da faixa considerada satisfatória para obtenção de silagem de qualidade. Quanto ao nitrogênio amoniacal e ácido acético, observou-se comportamento quadrático e linear decrescente para as silagens sem e com emurchecimento, respectivamente. No tocante ao ácido propiônico, verificou-se comportamento linear decrescente nas silagens sem emurchecimento e, nas silagens emurchecidas, não se constatou efeito sobre esta variável. Houve efeito de emurchecimento e de níveis de farelo de mandioca apenas sobre o valor de ácido lático das silagens, que reduziu linearmente. O emurchecimento, bem como o farelo de mandioca podem ser utilizados para elevar os teores de MS da silagem. No experimento II, foram determinadas e avaliadas as frações que constituem os carboidratos totais (CHO) e a PB das silagens. A análise de regressão detectou elevação linear do teor de CHO em função da adição de farelo de mandioca. A associação do emurchecimento com os diferentes níveis de farelo de mandioca influenciaram as frações de CHO (A+B1 e B2), mas não tiveram efeito sobre as frações nitrogenadas (A, B1+B2). A adição de farelo de mandioca reduziu linearmente a fração C dos CHO. No que concerne às frações B3 e C das silagens, observa-se que as mesmas apresentaram interação significativa entre emurchecimento e níveis de farelo de mandioca, constatando-se efeito quadrático para os teores da fração B3 e efeito linear decrescente para a fração C.
Two experiments were conducted, on a completely randomized design, to evaluate the nutritive value, fermentative characteristics and losses of elephant grass silage produced with and without wilting and added of cassava meal (0; 7,5; 15 e 22,5 % da MN), and to determine protein and carbohydrate fractions of silage. It were used PVC silos with 50 cm height and 10 cm diameter, fitted with a Bunsen type valve to eliminate gas produced by fermentation and sand placed in the bottom to capture effluents. In experiment I, wilting associated with cassava meal was efficient to increase dry matter (DM) content, minimize DM losses and reduce crude protein (CP), acid detergent insoluble nitrogen, neutral detergent fiber, neutral detergent fiber ash and protein free, acid detergent fiber, and celluloses contents. Cassava meal addition in elephant grass silage production caused reduction in ether extract, hemicelluloses and lignin contents and increased organic matter content, in vitro DM digestibility, and total digestible nutrients. The wilting treatment had effect only in neutral detergent insoluble nitrogen content. Relative to variables inherent to silages fermentative characteristics, pH and butyric acid presented quadratic behavior, with pH showing minimum value of 3.7 % in 15.9 % cassava meal level, in no wilting silages, value within the range considered satisfactory to obtain silage of quality. Concerning to ammonia nitrogen and acetic acid, it was observed quadratic and decreasing linear behavior for silages without and with wilting, respectively. In regard to propionic acid, it was verified a decreasing linear behavior in silages without wilting and, in wilted silages there was no effect on this variable. There was wilting and cassava meal levels effect only on silages lactic acid value, which reduced linearly. Wilting and cassava meal can be used to increase silage DM content. In experiment II, the fractions that compose total carbohydrates (TC) and CP of the silages were determined and evaluated. The regression analysis detected a linear rising of TC content as function of cassava meal addition. The association of wilting with different levels of cassava meal influenced the TC fractions (A+B1 and B2), but had no effect on nitrogen fractions (A and B1+B2). Cassava meal addition reduced linearly the TC C fraction. Silages fractions B3 and C presented significant interaction between wilting and cassava meal levels, verifying quadratic effect of B3 fraction content and decreasing linear effect of C fraction.
Palavras-chave: Composição química
Digestibilidade
Efluentes
Pennisetum purpureum
Chemical composition
Digestibility
Effluents
Pennisetum purpureum
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIA::PASTAGEM E FORRAGICULTURA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul
Programa: Mestrado em Zootecnia
Citação: OLIVEIRA, Aline Cardoso. Elephant grass with and without wilting, added of cassava meal in silage production. 2008. 69 f. Dissertação (Mestrado em Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2008.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/5569
Data do documento: 22-Fev-2008
Aparece nas coleções:Zootecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf253,7 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.