Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/5583
Tipo: Dissertação
Título: Características morfogênicas e estruturais do Panicum maximum Jacq cv. Milênio sob adubação
Título(s) alternativo(s): Morphogenetic and structural traits of Panicum maximum cv Jacq. Milênio under fertilization
Autor(es): Rodrigues, Juliana Ferraz Huback
Primeiro Orientador: Fonseca, Dilermando Miranda da
Primeiro coorientador: Cantarutti, Reinaldo Bertola
Segundo coorientador: Ribeiro Junior, José Ivo
Primeiro avaliador: Queiroz, Augusto César de
Segundo avaliador: Pereira, Odilon Gomes
Terceiro avaliador: Nascimento Júnior, Domicio do
Abstract: O experimento foi conduzido em casa de vegetação no Departamento de Zootecnia, sob luz e temperatura ambiente, no campus da Universidade Federal de Viçosa, Minas Gerais. Avaliou-se o P. maximum cv. Milênio (BRA 006998) cultivado em vasos plásticos com orifícios para drenagem do excesso de água. Os tratamentos foram constituídos de um arranjo fatorial 4x4x4 correspondente a quatro doses de nitrogênio (N), quatro de fósforo (P) e quatro de potássio (K) no delineamento inteiramente ao acaso, com duas repetições. As doses dos nutrientes foram: 0, 80,120 e 160 mg.dm-3 de N, na forma de uréia, 50, 100, 200 e 300 mg.dm-3 de P, na forma de superfosfato triplo, e de 0, 80, 120 e 160 mg dm-3 de K, na forma de cloreto de potássio. Para avaliações das características morfogênicas e estruturais foram marcados três perfilhos por vaso, mensurados três vezes por semana. Através das medidas registradas foram estimadas as características morfogênicas: TApF, FILO, TAlF, TAlC ,TSF e estruturais: RFC, DVF, NFV, CFF e NPerf. Após total senescência da primeira folha completamente expandida, em duas plantas de cada unidade experimental cessaram-se as avaliações, efetuando-se o corte das plantas para estimativa da produção total de MS por vaso, produção de MSF e MSC. Após as avaliações, os resultados foram reduzidos às médias dos tratamentos, sendo analisados pela análise de fatores, adotando-se como critérios de seleção dos fatores, as cargas fatoriais e a comunalidade. Com o objetivo de condensar as informações, contidas nas 23 variáveis originais estudadas, em um conjunto menor de fatores, com um mínimo de perda dessas informações, foram feitas duas análises de fatores. Uma, considerando dez características morfogênicas e estruturais e a segunda análise de fatores, avaliando as outras treze características de produção. As variáveis observadas foram agrupadas por meio de suas correlações e cada grupo de variáveis representa um fator. Depois de estimados os escores fatoriais foram feitas análises de superfície em função das combinações das doses de N, P e K. A análise fatorial pelo método dos componentes principais proporcionou redução de dez variáveis, relacionadas às características morfogênicas e estruturais do capim-milênio sob adubação, para três fatores com retenção de 79,07% da variação total dos dados e apenas 20,91% de perda de informação. O primeiro fator explicou 47,61% da variância total dos dados, correlacionando-se positivamente com as variáveis TApF (0,9114), TAlF (0,8907), TSF (0,8361), TAlC (0,7752) e negativamente com a variável FILO (-0,8851) e DVF (-0,8031). Em razão dos elevados coeficientes de correlação desses fatores convencionou-se denominá-los de características morfogênicas do capim-milênio (Fator CM). O segundo fator explicou 17,91% da variância total dos dados, apresentando correlação positiva com as variáveis NPerf (0,8954) e CFF (0,62155) e correlação negativa com a característica RFC (-0,7809) indicando que esse fator estaria associado às Características Estruturais dessa planta forrageira (Fator CE). O terceiro fator, denominado Número de Folhas Vivas (Fator NFV) do capim-milênio, explicou 13,54% da variância total dos dados e correlacionou-se exclusivamente de forma positiva com a característica NFV (0,8075). Os valores observados dos escores fatoriais das CM apresentaram tendência polinomial (P<0,01) e a análise de variância revelou significância (P<0,01) para as doses de N, K, bem como para a interação negativa entre as doses desses dois nutrientes aplicados. Não foi observado, para essas variáveis, efeito significativo do P. Os escores fatoriais estimados das CM apresentaram tendência linear crescente para as doses de N aplicadas e linear decrescente para as doses de K. Observou-se, no capimmilênio, resposta positiva das variáveis TApF, TAlF, TAlC e TSF (Fator CM) às doses de N. A DVF apresentou correlação negativa com as demais variáveis. O Fator CE variou significativamente (P<0,01) com as doses de N e K, sendo a interação entre os dois nutrientes não significativa (P>0,01). A equação de regressão polinomial apresentou ajuste ao modelo quadrático e linear crescente, em função das doses de N e K, respectivamente. Observou-se correlação negativa da variável RFC com as variáveis CFF e NPerf que compõem o Fator CE. O fator NFV foi influenciado significativamente (P<0,01) apenas pela adubação nitrogenada, ajustando-se ao modelo quadrático. Observou- se a partir da dose de 80 mg.dm-3 de N, aumento linear dos escores fatoriais estimados desse fator com o suprimento de N até a maior dose testada de 160 mg.dm-3. Para as variáveis relacionadas à produção do capim-milênio sob adubação, a análise fatorial pelo método dos componentes principais, proporcionou a redução de treze variáveis para três fatores, com retenção de 95,12% da variação total dos dados e apenas 4,88% de perda de informação. Observou-se que o primeiro fator, denominado Fator Produção Forrageira (Fator PF) do capim-milênio, explicou 43,99% da variância total dos dados correlacionando-se positivamente com as variáveis: MSF (0,9859), MSC (0,9930), MST (0,8493), PA (0,9966), PAMM (0,9913) conforme demonstrado por suas cargas fatoriais. O segundo fator, denominado fator Crescimento Forrageiro (Fator CF) do capim-milênio, explicou 34,92% da variância total dos dados e apresentou alta correlação positiva com as variáveis % Folha (0,9502), % Colmo (0,8827), RPAR (0,9205) e correlação negativa com a MSR (-0,74482) e % Raiz (-0,9669). O terceiro fator denominado, fator Forragem Senescente (FSen) do capim-milênio, correlacionou-se de forma positiva com MSMM (0,9063) e % MM (0,8809) e de forma negativa com a variável RPAMM (-0,9095). Os valores observados dos escores fatoriais da PF apresentaram tendência polinomial (P<0,01) e a análise de variância revelou significância (P<0,01) para as doses de K aplicadas, apresentando os escores fatoriais estimados desse fator tendência quadrática para esse nutriente. As interações entre os nutrientes N e P, entre N e K e entre P e K foram significativas (P<0,01), apresentando os escores fatoriais estimados para PF do capim-milênio tendência linear crescente para as três interações, respectivamente. A análise de variância para o fator CF não apresentou significância (P>0,01) para nenhum dos três nutrientes (N, P e K) estudados. Os valores observados dos escores fatoriais da FSen apresentaram tendência polinomial (P<0,01) e a análise de variância do mesmo revelou significância (P<0,01) para as doses de N e K aplicadas. Os escores fatoriais estimados do fator FSen apresentaram tendência quadrática, com ponto de máximo, para as doses de N aplicadas e tendência linear decrescente para as doses de K, sendo o maior escore fatorial estimado para esse fator observado na maior dose de N e menor de K.
The experiment was conducted in a greenhouse under natural light and temperature, at the Department of Animal Science, University of Viçosa, Minas Gerais. The growth of P. maximum cv. Milênio (BRA 006,998) was evaluated in plastic pots with holes for drainage of excess water. The treatments consisted of a factorial arrangement 4 x 4 x 4 corresponding to four doses of nitrogen (N), phosphorus (P), and potassium (K) in the completely random design with two replications. The doses of nutrients were: 0, 80,120 and 160 mg.dm-3 of N as urea, 50, 100, 200 and 300 mg.dm-3 of P in the form of triple superphosphate, and 0, 80, 120 and 160 mg dm-3 of K in the form of potassium chloride. The morphogenic and structural traits were evaluated by marking three tillers per pot, measuring three times a week. By these measures were estimated the morphogenic traits: TApF, Filo, TAlF, TAlC, TSF, as well as, the structural traits: RFC, DVF, NFV, CFF and NPerf. The measures were ceased after the total senescence of the first leaf fully expanded in two plants of each experimental unit, making the cutting of plants to estimate the total production of MS per pot, MSF and MSC. After the evaluation, the results were reduced to the average of treatments, and analyzed by factor analysis. Two factor analysis were made for the 23 original variables (traits), aiming to condense the information in a smaller set of factors, with a minimum loss of this information. The first analyze, we considering ten morphogenetic and structural traits, and the second one, we analyzed the other thirteen production traits. The variables were grouped by their correlation and each group of variables was a factor. Response surface methodology was applied using factorial scores estimated to analyze the combinations of N, P and K. The factor analysis reduced the ten morphogenic and structural traits for three factors, with retention of 79.07% of the total variation of data and only 20.91% loss for information of the total variables. The first factor explained 47.61% of the total variance of the data, correlating positively to the variables TApF (0.9114), TAlF (0.8907), TSF (0.8361), TAlC (0.7752) and negatively with variable Filo (-0.8851) and DVF (-0.8031). Because of the high correlation coefficients of these factors, it was conventionally called to the morphogenetic traits of the grass milênio (CM Factor). The second factor explained 17.91% of the total variance of the data, showing a positive correlation with the variables NPerf (0.8954) and CFF (0.62155), and negative correlation with the characteristic RFC (-0.7809) indicating that this factor is associated with the "structural traits" of this forage plant (Factor EC). The third factor, called "Number of Leaves Live" (Factor NFV) of grass milênio, explained 13.54% of the total variance of the data and it was correlated only with a positive characteristic NFV (0.8075). The observed values of the factorial scores of CM showed a polynomial tendency (P<0.01) and the analysis of variance was significant (P<0.01) for N, K, as well as, for the negative interaction between the doses of these two nutrients applied. It was not observed for these variables, significant effect of P. The factorial scores of CM had estimated linear trend to the increasing levels of nitrogen and applied to the linear decreasing doses of K. It was in grass-millennium, positive response of the variables TApF, TAlF, TAIC and TSF (Factor CM) at doses of N. The DVF showed negative correlation with other variables. The factor EC varied significantly (P<0.01) with doses of N and K, and the interaction between the two nutrients was not significant (P>0.01). The equation of polynomial regression showed adjustment to the linear and quadratic effects, according to the rates of N and K, respectively. There was a negative correlation of variable RFC with the CFF and the NPerf variables, which integrated the Factor EC. The factor NFV was influenced significantly (P<0.01) only by nitrogen fertilization, adjusting for the quadratic effect. It was observed from the dose of 80 mg.dm-3 N, linear increase in scores factorial estimated that factor with the supply of N to the highest dose tested of 160 mg.dm-3. For the variables related to the production of grass milênio under fertilization, the factor analysis by the method of principal components, provided the reduction from thirteen variables to three factors, with retention of 95.12% of the total variation of data and only 4.88% loss of information. It was observed that the first factor, called Factor "forage production" (Factor PF) of grass milênio, explained 43.99% of the total variance of the data correlated positively with the variables: MSF (0.9859), MSC (0.9930), MST (0.8493), BP (0.9966), PAMM (0.9913) as demonstrated by their factor loading. The second factor, called factor "Growth forage" (Factor CF) of grass milênio, explained 34.92% of the total variance of the data showed high and positive correlation with the variables Leaf % (0.9502), Colmo % (0, 8827), RPAR (0.9205) and negative correlation with MSR (- 0.74482) and Root % (-0.9669). The third factor, called factor "Grass senescent" (FSen) of grass milênio, it was correlated with a positive MSMM (0.9063) and MM % (0.8809) and a negative impact on variable RPAMM (-0.9095). The observed values of the factorial scores of PF had a polynomial tendency (P<0.01). This analysis showed significance (P<0.01) for the doses of K provided in the solution, giving the factorial scores estimated quadratic trend for this factor for K nutrient. The interactions between the nutrients N and P, and between K and N, and between P and K were significant (P<0.01), giving the factorial scores estimated for the grass milênio PF the linear growing inclination for the three interactions, respectively. The analysis of variance factor for the FA showed no significance (P>0.01) for any of the three nutrients (N, P and K) studied. The observed values of the factorial scores of FSen a polynomial tendency (P<0.01). The analysis of variance showed the same significance (P<0.01) for the doses of N and K. The factorial scores of the estimated factor FSen tended square, with point of maximum for levels of nitrogen, and linear trend for the decreasing levels of K, as well as, the greatest factor scores estimated in the larget dose of N and smaller of K.
Palavras-chave: Morfogênese
Panicum maximum cv. Milênio
Pastagem
Morphogenesis
Panicum maximum cv Milênio
Pasture
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIA::PASTAGEM E FORRAGICULTURA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul
Programa: Mestrado em Zootecnia
Citação: RODRIGUES, Juliana Ferraz Huback. Morphogenetic and structural traits of Panicum maximum cv Jacq. Milênio under fertilization. 2006. 68 f. Dissertação (Mestrado em Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2006.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/5583
Data do documento: 22-Fev-2006
Aparece nas coleções:Zootecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf310,71 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.