Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/5593
Tipo: Dissertação
Título: Avaliação de diferentes níveis de mistura mineral e uréia na suplementação de novilhas Gir e mestiças recriadas a pasto na região da Zona da Mata mineira durante o período da seca
Título(s) alternativo(s): Evaluation of different levels of mineral mixture and urea in supplementation of Gyr and crossbred heifers reared at pasture in the Zona da Mata region of Minas Gerais State, Brazil, during the dry season
Autor(es): Mendonça, Bruno Pietsch Cunha
Primeiro Orientador: Lana, Rogério de Paula
Primeiro coorientador: Mâncio, Antonio Bento
Segundo coorientador: Detmann, Edenio
Primeiro avaliador: Leão, Maria Ignez
Segundo avaliador: Veloso, Cristina Mattos
Abstract: Avaliaram-se o ganho de peso, o consumo de nutrientes e a digestibilidade dos nutrientes na dieta de novilhas mestiças no período da seca na região da Zona da Mata de Minas Gerais. O experimento foi realizado em uma área de 17,5 ha de pastagem formada de Brachiaria decumbens. A área foi dividida em cinco piquetes de 3,5 ha e estes foram diferidos em março para poder acumular massa forrageira suficiente para o uso no mês de julho de 2007. Trinta e cinco novilhas Gir e mestiças foram distribuídas em cinco tratamentos, cada um com sete repetições. As novilhas foram alimentadas com suplemento à base de milho moído, uréia mais sulfato de amônia e mistura mineral, apresentando teores de proteína entre 32 e 72 %. Os tratamentos 1 (mistura mineral), 2 (10 % mistura mineral, 10 % uréia e 80 % milho), 3 (10 % mistura mineral, 25 % uréia e 65 % milho), 4 (25 % mistura mineral, 10 % uréia e 65 % milho) e 5 (25 % mistura mineral, 25% uréia e 50 % milho) foram fornecidos às novilhas, todos os dias, por volta das 10 horas da manhã. O experimento foi analisado em delineamento inteiramente casualizado, com cinco tratamentos e sete repetições e, na avaliação da digestibilidade dos nutrientes, quatro tratamentos e sete repetições. Os tratamentos consistiram de um esquema fatorial tipo 2 x 2 + 1, sendo dois níveis de uréia (10 e 25 % do suplemento), dois níveis de sal mineral (10 e 25 %) e um tratamento testemunha (somente sal mineral), sendo analisados por contrastes ortogonais completos, ao nível de 5 % de probabilidade. A uréia e o sal mineral, em altos níveis, são efetivos em controlar o consumo de suplementos por bovinos em crescimento, em pastagem, no período da seca e, quanto maiores seus níveis, menor o consumo de suplementos. O tratamento contendo 25 % de uréia e 10 % de sal mineral proporcionou o maior ganho diário de peso e a maior relação de ganho de peso em função do consumo de suplemento e uma das maiores relações de ganho de peso em função do consumo de uréia, sendo confirmados ao considerar o diferencial de ganho de peso em função do diferencial de consumo de suplemento. Entretanto, suplementos contendo elevados níveis de uréia devem conter quantidade adequada de sal mineral para evitar seu consumo excessivo, bem como devem ser seguidos os procedimentos adequados para o correto uso da uréia, para evitar intoxicação pelo seu consumo excessivo.
It was evaluated the weight gain, intake and digestibility of nutrients in the diet of crossbred heifers in the period of dry season of Zona da Mata region of Minas Gerais state, Brazil. The experiment was performed in an area of 17.5 hectares formed with Brachiaria decumbens. The area was divided in five paddocks of 3.5 hectares, that were differed in March for mass accumulation enough for use in July of 2007. Thirtyfive Gyr and crossbred heifers were distributed in five treatments, each one with seven repetitions. The heifers were fed with supplement based on corn, urea more ammonia sulfate and mineral mixture, presenting protein levels between 32 and 72 %. The treatments 1 (mineral mix), 2 (10 % mineral mix, 10 % urea and 80 % corn), 3 (10 % mineral mix, 25 % urea and 65 % corn), 4 (25 % mineral mix, 10 % urea and 65 % corn) and 5 (25 % mineral mix, 25 % urea and 50 % corn) were supplied to the heifers everyday around 10:00 a.m. The treatments were evaluated by regression in a completely randomized design, with five treatments and seven repetitions and, in the evaluation of nutrient digestibilities, four treatments and seven repetitions. The treatments consisted of a 2 x 2 + 1 factorial arrangement, being two levels of urea (10 and 25 % of the supplement), two levels of mineral salt (10 and 25 %) and control (only mineral salt), being analyzed by complete orthogonal contrasts at 5 % of probability. The ureia and mineral salt in high levels were effective in controlling the intake of supplements by growing bovine in pasture during the dry season, in which the larger levels decreased the intake of supplements. The treatment containing 25 % of urea and 10 % of mineral salt provided the largest weight gain and the largest ratio weight gain to supplement intake, and one of the largest ratio of weight gain to urea intake, being confirmed when considering the differential of weight gain as a function of the differential of supplement intake. However, supplements containing high urea levels should contain appropriate amount of mineral salt to avoid excessive consumption, as well as appropriate procedures should be followed for the correct use of the urea, to avoid intoxication by excessive consumption.
Palavras-chave: Suplementação
Uréia
Mistura mineral
Supplementation
Urea
Mineral mixture
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIA::NUTRICAO E ALIMENTACAO ANIMAL
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul
Programa: Mestrado em Zootecnia
Citação: MENDONÇA, Bruno Pietsch Cunha. Evaluation of different levels of mineral mixture and urea in supplementation of Gyr and crossbred heifers reared at pasture in the Zona da Mata region of Minas Gerais State, Brazil, during the dry season. 2008. 36 f. Dissertação (Mestrado em Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2008.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/5593
Data do documento: 25-Fev-2008
Aparece nas coleções:Zootecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf232,32 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.