Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/5602
Tipo: Dissertação
Título: Uso de virginiamicina em equinos mestiços submetidos a dietas com alto teor de carboidratos
Título(s) alternativo(s): Use of virginiamycin in horses crossbred submitted to the diet with high carbohydrate content
Autor(es): Castro, Marcos Vinícius Alvim de
Primeiro Orientador: Leão, Maria Ignez
Primeiro coorientador: Ribeiro Filho, José Dantas
Segundo coorientador: Donzele, Juarez Lopes
Primeiro avaliador: Vendramini, Orlando Marcelo
Segundo avaliador: Guimarães, José Domingos
Abstract: Foram utilizados seis equinos, fêmeas hígidas, adultas, 3/4 e 1/2 sangue Bretão, com média de peso de 400 kg em um delineamento experimental quadrado latino 3 X 3, com o objetivo de determinação dos níveis de virginiamicina no controle de parâmetros fisiológicos e hematológicos dos animais tratados com concentrados com alto teor de carboidratos. Os animais foram divididos em três grupos experimentais sendo dois animais por grupo. Cada ciclo experimental foi constituído de 3 dias de coleta e 12 dias de descanso. Ao final deste período, os animais eram então trocados de grupo de modo que, ao final do experimento, todos os animais passaram por todos os tratamentos propostos. O grupo 1 (controle) recebeu ração basal rica em carboidratos, composta por milho, farelo de soja e sal mineral. Os grupos 2 e 3 receberam esta mesma ração basal e 2 e 6 g/100 kg de peso corporal de virginiamicina, respectivamente, via sonda nasogástrica. Como volumoso, todos os animais receberam feno de Tifton 85 (Cynodon dactylon) ad libitum. Foram feitas coletas de sangue para a avaliação das concentrações séricas de glicose e ácido láctico. Amostras de fezes também foram coletadas para mensuração dos teores de umidade e pH. Outros parâmetros como a freqüência cardíaca, freqüência respiratória temperatura retal e temperatura dos cascos foram mensuradas com o intuito de detectar alterações clínicas decorrentes desta dieta. Apesar dos animais receberam grande quantidade de concentrado rico em carboidratos, os níveis não foram suficientes para desencadear uma resposta fisiológica diante do desafio proposto. A Virginiamicina administrada por via sonda nasogástrica, nas doses de 2 e 6 g/kg de peso corporal, divididas em duas doses diárias, com intervalo de 12 horas, não ocasionou alteração em parâmetros clínicos e laboratoriais mensurados neste estudo, podendo a mesma ser utilizada em equinos.
We used six horses, healthy female, adult, 3 / 4 and 1 / 2 blood Breton, with an average weight of 400 kg in a Latin square experimental design 3 X 3, with the objective of determining the levels of virginiamycin to control parameters physiological and hematological animals treated with concentrates with high content of carbohydrates. The animals were divided into three experimental groups and two animals per group. Each experimental cycle consisted of 3 days of collection and 12 days of rest. At the end of this period, the animals were then exchanged group so that at the end of the experiment, all animals underwent all the treatments offered. Group 1 (control) received basal diet rich in carbohydrates, consisting of corn, soybean meal and mineral salt. Groups 2 and 3 received the same basal diet and 2 and 6 g/100 kg body weight of virginiamycin, respectively, via nasogastric tube. As forage, all animals received hay of Tifton 85 (Cynodon dactylon) ad libitum. Collections were made for the evaluation of blood serum concentrations of glucose and lactic acid. Samples of feces were also collected for measurement of moisture contents and pH. Other parameters such as heart rate, respiratory rate and rectal temperature were measured temperature of the hull in order to detect clinical changes resulting from this diet. Despite the large number of animals received concentrate rich in carbohydrates, the levels were not sufficient to trigger a physiological response in the face of challenge proposed. The virginiamycin administered via nasogastric tube, in doses of 2 and 6 g / kg body weight divided into two doses daily, with an interval of 12 hours, caused no change in clinical and laboratory parameters measured in this study, it can be used in horses.
Palavras-chave: Equino
Carboidrato
Virginiamicina
Horse
Carbohydrate
Virginiamycin
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIA::NUTRICAO E ALIMENTACAO ANIMAL
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul
Programa: Mestrado em Zootecnia
Citação: CASTRO, Marcos Vinícius Alvim de. Use of virginiamycin in horses crossbred submitted to the diet with high carbohydrate content. 2009. 44 f. Dissertação (Mestrado em Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2009.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/5602
Data do documento: 26-Fev-2009
Aparece nas coleções:Zootecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf465,34 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.