Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/5615
Tipo: Dissertação
Título: Níveis de lisina digestível e planos de nutrição para suínos machos castrados de duas linhagens genéticas
Título(s) alternativo(s): Digestible lysine levels and nutritional plans for barrows of two genetics lines
Autor(es): Fortes, Eduardo Ianino
Primeiro Orientador: Donzele, Juarez Lopes
Primeiro coorientador: Silva, Francisco Carlos de Oliveira
Segundo coorientador: Donzele, Rita Flávia Miranda de Oliveira
Primeiro avaliador: Ferreira, Aloízio Soares
Segundo avaliador: Haese, Douglas
Abstract: Objetivou-se com este estudo determinar níveis de lisina digestível e avaliar planos de nutrição para suínos machos castrados de duas linhagens genéticas. Foram utilizados 96 suínos, selecionados para deposição de carne na carcaça, distribuídos em delineamento experimental de blocos ao acaso, em esquema fatorial 4 x 2 (quatro seqüências de lisina digestível e duas linhagens) seis repetições e dois animais por unidade experimental. Os tratamentos corresponderam às seguintes seqüências de níveis de lisina digestível em forma de planos de nutrição: P1= 0,80 - 0,70 - 0,60%; P2= 0,90 - 0,80 - 0,70%; P3= 1,00 - 0,90 - 0,80% e P4= 1,10 - 1,00 - 0,90% utilizados respectivamente nas fases de 63 a 103; 104 a 133 e de 134 a 163 dias de idade. Os resultados foram discutidos de forma segmentada em duas etapas, na primeira foram avaliados níveis de lisina digestível (0,8; 0,9; 1,0 e 1,1%) dos 63 aos 103 dias de idade. Na segunda foram avaliados planos nutricionais do período completo (63 aos 163 dias). Não foi verificada interação significativa entre os níveis de lisina com as linhagens genéticas em relação ao desempenho e às características de carcaça dos animais. O consumo de lisina médio diário (CLMD) foi estatisticamente diferente entre os níveis de lisina e aumentou de forma linear à medida que o nível de lisina aumentou nas dietas. No período de 63 aos 103 dias de idade houve diferença entre as linhagens avaliadas, a linhagem dois foi melhor em comparação com a linhagem um, em relação as características de carcaça (área de olho de lombo, espessura de toucinho e quantidade de carne na carcaça). No experimento, dos 63 aos 103 dias de idade, o nível de 0,8% de lisina digestível atendeu as exigências nutricionais dos animais das duas linhagens com o consumo médio diário de 16,60 gramas de lisina digestível. Os níveis de (0,8; 0,7 e 0,6% de lisina digestível) atendem as exigências nutricionais dos animais das duas linhagens genéticas testadas nos períodos de (63 a 103; 104 a 133 e 134 aos 163 dias respectivamente), o que equivaleu a um consumo médio diário de 17,50 gramas de lisina digestível.
The objective of the present study was to find the digestible lysine requirement and to evaluate nutritional plans for barrows of two different genetic lines. Different digestible lysine levels were tested to evaluate performance and carcass characteristics. Ninety six barrows selected for lean deposition were used. The animals were distributed in experimental design of randomized blocks, with 4x2 factorial arrangements (four digestible lysine levels and two genetic lines), six replications and two animals per experimental unit. The treatments corresponded of three sequences of digestible lysine levels inside four nutritional plans: P1= 0,80 - 0,70 - 0,60%; P2= 0,90 - 0,80 - 0,70%; P3= 1,00 - 0,90 - 0,80% e P4= 1,10 - 1,00 - 0,90% used in the phases of 63 to 103; 104 to 133 and 134 to 163 days old, respectively. Two experiments were carried out with this work, one of digestible lysine levels during the period of 63 to 103 days old, in which were evaluated digestible lysine levels of (0.8; 0.9; 1.0 e 1.1%), and another of nutritional plans during the period of 63 to 163 days old,. There wasn t found statistical interaction (P>0.05) between the genetic lines and lysine levels in pig performance and carcass characteristics. The daily lysine intake was affected (P<0.01) and increased linearly with the sequence of digestible lysine levels. The line two has better carcass characteristics (loin eye area, back fat thickness and lean %) than the line one in the phase from 63 to 103 days old (P<0.05). The level of 0.8% digestible lysine supplied animal s requirement of both genetic lines, during the phase of 63 to 103 days old, with an average daily intake of 16.60 grams of digestible lysine. The treatment one (0.8; 0.7; 0.6% of digestible lysine level) supplied animal's requirement as a nutritional plan in the phases of (63 to 103, 104 to 133 and 134 to 163 days old) respectively, with an average daily intake of 17.50 grams of digestible lysine.
Palavras-chave: Aminoácidos
Exigências
Genótipo
Amino acids
Requirements
Genotype
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIA::NUTRICAO E ALIMENTACAO ANIMAL::EXIGENCIAS NUTRICIONAIS DOS ANIMAIS
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul
Programa: Mestrado em Zootecnia
Citação: FORTES, Eduardo Ianino. Digestible lysine levels and nutritional plans for barrows of two genetics lines. 2009. 59 f. Dissertação (Mestrado em Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2009.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/5615
Data do documento: 28-Jul-2009
Aparece nas coleções:Zootecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf373,8 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.