Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/5619
Tipo: Dissertação
Título: Resfriamento do piso da maternidade para porcas em lactação no verão
Título(s) alternativo(s): Floor cooling in farrowing room to lactating sows in the summer
Autor(es): Lima, Anderson Lazarini
Primeiro Orientador: Donzele, Rita Flávia Miranda de Oliveira
Primeiro coorientador: Donzele, Juarez Lopes
Segundo coorientador: Fernandes, Haroldo Carlos
Primeiro avaliador: Barbosa, Walter Amaral
Segundo avaliador: Kill, João Luis
Abstract: Este estudo foi realizado para avaliar o efeito do resfriamento do piso da gaiola de maternidade no desempenho produtivo de porcas em lactação recebendo diferentes quantidades de ração no período de verão. Foram utilizadas 42 porcas de 1o a 5o partos, distribuídas em três tratamentos (piso não resfriado e consumo à vontade; piso resfriado e consumo de 5,5 kg/dia; e piso resfriado e consumo à vontade), em delineamento de blocos ao acaso com 14 repetições, no qual cada porca foi considerada uma unidade experimental. Na distribuição dos animais nos tratamentos, a fim de garantir maior uniformidade, foram considerados o peso corporal e a ordem de parto das porcas. As porcas foram mantidas no experimento do parto até o desmame, realizado aos 21 dias de lactação. Os animais foram alimentados com a mesma ração de lactação e receberam água à vontade. O ambiente térmico no interior das maternidades foi monitorado por meio de termômetros de máxima e mínima, de bulbo seco e bulbo úmido e de globo negro. Os dados de temperatura foram posteriormente convertidos no índice de temperatura de globo e umidade (ITGU) para caracterizar o ambiente térmico em que estes animais foram alojados. As porcas mantidas em gaiola com piso resfriado e que receberam ração à vontade apresentaram maiores consumos de ração, de energia metabolizável e de lisina digestível. Maior mobilização de reservas corporais foi verificada nos animais mantidos em piso resfriado com restrição do consumo de ração. O intervalo desmame-estro também foi maior nestes animais. Os leitões das porcas mantidas em piso resfriado tiveram maior peso ao desmame e maior ganho de peso diário. O resfriamento do piso também influenciou as variáveis fisiológicas determinadas, uma vez que os animais apresentaram menor freqüência respiratória e mais baixas temperatura retal e temperaturas superficiais da nuca, pernil e peito. O resfriamento do piso da gaiola de maternidade favorece a dissipação de calor corporal, melhorando a condição térmica, a capacidade de consumo e o desempenho produtivo das porcas em lactação durante o verão.
This study was realized to evaluate the effect of cooling the cage floor under the lactating sows on productive performance receiving different amounts of feed in the summer. Forty two sows with different parturition orders were used (1º to 5º), distributed in three treatments (floor not cooled and free intake; floor cooled and 5,5 kg/day of intake; floor cooled and free intake), in a completely randomized experimental block design, with 14 repetitions, being each animal considered an experimental unit. The animals were distributed in treatments considering the order of parturition and body weight. The sows were in experiment during 21 days. Duringthis period received the same food and the water ad libitum. The data of the temperature of dry bulb, humidity bulb and black globe were registered in the experimental period and converted in to the index of temperature of black globe and humidity (ITGU), which was used to characterize the thermal environment in which the sows were maintained. The sows were maintained in cage with cooled floor and received food ad libitum showed larger feed intake, metabolizable energy and digestible lysine. The animals maintained in cooled floor and received restricted food showed larger mobilization of body reserves. The period to return estrus to was larger in the same animals. The piglets of sows that maintained in cooled floor showed larger weight at weaning and weight gain per day. Cooling floor too affect the physiologic parameters, with the animals submitted to the cooled floor presenting smaller values in respiratory frequency, rectal temperature and superficial temperatures. The cooling the cage floor under the lactating sows, favors the dissipation of heat, improves the thermal condition, the capacity of feed intake and productive performance of lactating sows in the summer.
Palavras-chave: Bioclimatologia
Produção animal
Suinocultura
Desempenho
Bioclimatology
Livestock
Swine
Performance
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::MEDICINA VETERINARIA::REPRODUCAO ANIMAL
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul
Programa: Mestrado em Zootecnia
Citação: LIMA, Anderson Lazarini. Floor cooling in farrowing room to lactating sows in the summer. 2008. 54 f. Dissertação (Mestrado em Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2008.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/5619
Data do documento: 29-Jul-2008
Aparece nas coleções:Zootecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf194,62 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.