Locus  

Impactos e realidade dos incêndios florestais nas unidades de conservação brasileiras

Show simple item record

dc.creator Bontempo, Gínia César
dc.date.accessioned 2015-03-26T12:27:10Z
dc.date.available 2012-04-14
dc.date.available 2015-03-26T12:27:10Z
dc.date.issued 2011-07-08
dc.identifier.citation BONTEMPO, Gínia César. Wildfire impacts and situation in protected areas in Brazil. 2011. 142 f. Tese (Doutorado em Manejo Florestal; Meio Ambiente e Conservação da Natureza; Silvicultura; Tecnologia e Utilização de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2011. por
dc.identifier.uri http://locus.ufv.br/handle/123456789/564
dc.description.abstract Esta pesquisa teve como objetivos identificar e avaliar, qualitativamente, os impactos ambientais decorrentes do uso do fogo no manejo do solo; avaliar as condições de prevenção e combate a incêndios florestais nas unidades de conservação federais; e avaliar a aplicabilidade do Registro de Ocorrência de Incêndio (ROI) bem como fornecer subsídios para seu melhor preenchimento e utilização por parte dos gestores das unidades de conservação. A metodologia usada foi essencialmente descritiva. Os procedimentos metodológicos utilizados foram a pesquisa bibliográfica; as técnicas de Avaliação de Impactos Ambientais: Ad Hoc, Rede de Interação e Check-list; a pesquisa documental; o levantamento das condições de prevenção e combate a incêndios florestais das unidades de conservação federais por meio da aplicação de questionário on line; e a pesquisa de campo no Parque Nacional do Caparaó por meio da realização de entrevista junto à equipe técnica e da observação não participante da atuação dos brigadistas. A coleta de dados ocorreu entre os meses de abril de 2010 e março de 2011. Os dados obtidos foram analisados utilizando-se a estatística descritiva. Foram identificados 79 impactos ambientais, sendo dez deles no meio físico (12,5%), 25 no meio biótico (31,5%) e 44 no meio antrópico (56%). Apenas 16 impactos foram considerados positivos (20%) e nove deles (56%) dizem respeito ao uso da técnica da queima controlada. A grande quantidade de impactos considerados regionais (45; 57%) indica a repercussão do uso do fogo no ambiente. Sessenta e sete impactos foram considerados reversíveis (85%), o que indica a possibilidade de reverter a maior parte dos impactos identificados. Entre as unidades pesquisadas, 77% não têm pessoal permanente para atuar na prevenção e combate a incêndios florestais e 48% delas não tiveram brigadistas contratados temporariamente em 2010. Das unidades avaliadas, 66% não têm infraestrutura adequada; 54% não têm equipamentos de proteção individual suficientes; 63% não têm equipamentos e ferramentas suficientes; 67% não têm sistemas de comunicação e localização suficientes; e 64% das unidades não têm meios de transporte suficientes para a prevenção e combate a incêndios florestais. O grau de satisfação para cada um dos itens mencionados alcançou frequência sempre superior a 50% no somatório das categorias muito baixo , baixo e médio dentre as cinco categorias analisadas. Apenas 14% das unidades pesquisadas preenchem o Registro de Ocorrência de Incêndio (ROI) em todas as vezes que ocorre o incêndio. O preenchimento do ROI envolve a participação de diferentes colaboradores incluindo membros da equipe técnica e brigadistas. Foram listadas 23 diferentes habilidades e competências necessárias ao preenchimento do ROI, relacionadas aos campos das ciências naturais e sociais. São necessários 16 diferentes instrumentos e equipamentos para a obtenção dos dados. É possível obter as informações solicitadas no ROI, desde que haja recursos humanos, capacitação e equipamentos para tal. Por meio deste estudo foi possível concluir que o uso do fogo gera, principalmente, impactos negativos, regionais e reversíveis, o que reforça a importância e a necessidade de políticas públicas e programas de educação ambiental direcionados ao uso do fogo na agropecuária; é urgente o investimento em recursos humanos e financeiros para adequação das unidades de conservação na prevenção e combate a incêndios florestais; o ROI é um instrumento adequado e fundamental na elaboração de estratégias regionais e nacionais de prevenção da ocorrência de incêndios florestais nas unidades de conservação. pt_BR
dc.description.abstract The purpose of this study was to identify and qualitatively assess the environmental impacts arising from the use of fire as soil management practice; describe the conditions of forest fire prevention and control in federal protected areas; to evaluate the applicability of the Fire Occurrence Register (ROI, in Portuguese); and provide subsidies for a full completion and an enhanced application by the administration of protected areas. The applied methodology was essentially descriptive. The following methodological procedures were used: bibliographical research; techniques of Environmental Impact Assessment (Ad Hoc, Interaction Network and Check-list); documentary research; application of an online survey on the conditions of forest fire prevention and control in federal units; and field research in the National Park Caparaó, based on interviews with the technical staff and nonparticipant observation of the firefighters s work. Data were collected from April 2010 to March 2011 and analyzed using descriptive statistics. Seventy-nine environmental impacts were identified, 10 of which in the physical environment (12,5%), 25 in the biota (31,5%) and 44 in the anthropic environment (56%). Only 16 impacts were considered positive and nine were related to the use of the technique of controlled burning. The large number of impacts on a regional level (45; 57%) was an indicator of the impact fires have on the environment. Sixty-seven impacts were considered reversible (85%), indicating the possibility of reversing the majority of the identified impacts. Seventy-seven percent (77%) of the surveyed units had no permanent staff to work in forest fire prevention and control and 48% hired no firefighters on a temporary basis in 2010. In 66% of the units an adequate infrastructure was missing, 54% reported a lack of sufficient personal protective equipment, in 63% there were not enough tools and equipment, in 67% communication means were insufficient and 64% of the units did not have enough adequate means of transport for fire prevention and control. The satisfaction level of each of these items was evaluated and reached a frequency of over 50% in the sum of three (very low, low and medium) of five categories. In only 14% of the units surveyed the fire incidence report ROI was always completed, in all cases of fire occurrence. The completion of the ROI requires the participation of various collaborators including members of the technical staff and firefighters. A set of 23 different skills and competencies related to the fields of natural and social sciences were listed, which are required to complete the ROI. Sixteen different tools and equipment are needed for data collection. The information requested in the ROI can be obtained if human resources, training and equipment are provided. This study allowed the conclusions that burning generates negative, regional and reversible impacts, reinforcing the importance and need of public policies and environmental education programs on the use of fire in agriculture; that investments in human resources and funding are imperative to conform forest fire prevention and control in the protected areas; and that ROI is an appropriate and essential tool for the development of regional and national strategies for forest fire prevention in protected areas. eng
dc.description.sponsorship Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
dc.format application/pdf por
dc.language por por
dc.publisher Universidade Federal de Viçosa por
dc.rights Acesso Aberto por
dc.subject Preservação de incêndios por
dc.subject Combate a incêndio por
dc.subject Registro de Ocorrência de Incêndio por
dc.subject Preservation of fire eng
dc.subject Fire control eng
dc.subject Fire Occurrence Register eng
dc.title Impactos e realidade dos incêndios florestais nas unidades de conservação brasileiras por
dc.title.alternative Wildfire impacts and situation in protected areas in Brazil eng
dc.type Tese por
dc.contributor.advisor-co1 Ribeiro, Guido Assunção
dc.contributor.advisor-co1Lattes http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4783554H6 por
dc.contributor.advisor-co2 Doula, Sheila Maria
dc.contributor.advisor-co2Lattes http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4785704Z8 por
dc.publisher.country BR por
dc.publisher.department Manejo Florestal; Meio Ambiente e Conservação da Natureza; Silvicultura; Tecnologia e Utilização de por
dc.publisher.program Doutorado em Ciência Florestal por
dc.publisher.initials UFV por
dc.subject.cnpq CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::RECURSOS FLORESTAIS E ENGENHARIA FLORESTAL::CONSERVACAO DA NATUREZA por
dc.creator.lattes http://lattes.cnpq.br/7740263302383138 por
dc.contributor.advisor1 Lima, Gumercindo Souza
dc.contributor.advisor1Lattes http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4723065Y4 por
dc.contributor.referee1 Sant'anna, Cléverson de Mello
dc.contributor.referee1Lattes http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4799669T6 por
dc.contributor.referee2 Batista, Antônio Carlos
dc.contributor.referee2Lattes http://lattes.cnpq.br/5978707229868875 por


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

  • Ciência Florestal [680]
    Teses e dissertações defendidas no Programa de Pós-Graduação em Ciência Florestal

Show simple item record

Search DSpace


Browse

My Account