Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/5685
Tipo: Dissertação
Título: Avaliação do crescimento e de modelos de regressão aleatória em caprinos da raça Alpina
Título(s) alternativo(s): Evaluation of growth curve and use of random regression models in Alpina goat bread
Autor(es): Oliveira, Joashllenny Alves de
Primeiro Orientador: Euclydes, Ricardo Frederico
Primeiro coorientador: Torres, Robledo de Almeida
Segundo coorientador: Machado, Thea Mirian Medeiros
Primeiro avaliador: Campelo, José Elivalto Guimarães
Abstract: Foram utilizados 1.501 registros de pesos corporais do nascimento aos 196 dias de idade de 118 machos e 103 fêmeas, totalizando 221 crias de caprinos da raça Alpina, pertencente à Empresa Estadual de Pesquisa Agropecuária da Paraíba (EMEPA PB), coletados no período de 2002 a 2009. A primeira análise destes dados foi avaliar entre os modelos não-lineares (Brody, Gompertz, Logístico, Richards e Von Bertalanffy) aquele que melhor fez a descrição da curva média de crescimento e analisar a influência de efeitos de ambiente sobre os parâmetros estimados. Os parâmetros: A, peso à idade adulta; B, constante de integração aos pesos iniciais do animal; k, taxa de maturação; e m, ponto de inflexão, foram estimados utilizando o procedimento NLIN do SAS. Dessa forma, com base em critérios de ajuste, tais como: C%, percentual de convergência; DMA, desvio médio absoluto dos resíduos; QMR, quadrado médio de resíduo; e R2, coeficiente de determinação, foi observado que o modelo não-linear Gompertz mostrou um ajuste médio ligeiramente superior aos demais modelos, para descrever a curva de crescimento em caprinos da raça Alpina. Os parâmetros A e k estimados pelo modelo de Gompertz foram 25,2136kg e 0,0163, respectivamente. Foi observado ainda, que ocorreu um acentuado decréscimo da taxa de crescimento absoluto (TCA) na fase pós-desmama, devendo ser adotado um regime alimentar adequado para acompanhar as exigências de nutrientes dos animais nesta fase. Os efeitos de ambiente mostraram-se significativos (P < 0,05) para os parâmetros A e k, sendo que a correlação estimada para estes parâmetros (A e k) foi negativa (-0,5435), indicando que os animais mais precoces possuem menor probabilidade de atingir pesos elevados à idade adulta. Já para a segunda análise destes dados foi para comparar diferentes modelos de regressão aleatória, ajustados por meio de funções polinomiais de Legendre de diferentes ordens, e com a inclusão dos efeitos genético aditivo direto, genético materno, ambiente permanente animal e ambiente materno, para avaliar o que melhor se ajusta ao estudo genético da curva de crescimento destes animais em estudo. As ordens de ajuste 3 (função quadrática) e 4 (função cúbica) foram utilizadas descrição das estruturas de covariâncias em função do tempo nos modelos de regressão aleatória, comparados pelo logaritmo da função de máxima verossimilhança (Log L), critérios de informação de Akaike (AIC) e Bayesiano de Schwarz (BIC). Com isso, foram escolhidos dois melhores modelos e posteriormente, comparados pelo TRV (teste estatístico da razão verossimilhança) (P<0,01) a fim de verificar a possível diferença entre estes modelos. Foi utilizado o programa WOMBAT para estimar os componentes de variância. Os modelos que descrevem as mudanças nas covariâncias ao longo da curva média de crescimento pela função polinomial de Legendre com ordens 3,4 (efeitos genético aditivo direto e ambiente permanente de animal) e 3,3,4 (efeitos genético aditivo direto, genético materno e ambiente permanente do animal) foram os que obtiveram melhor ajuste em caprinos da raça Alpina.
It was used 1,501 records of body weights from birth to 196 days of age from 118 males and 103 females, in a total of 221 Alpina goats breed, from State Company for Agricultural Research in Paraiba (EMEPA - PB), collected between 2002 to 2009. The first analysis was to evaluate different non-linear models (Brody, Gompertz, Logistic, Richards and von Bertalanffy) that better describe the average growth curve and analyze the influence of environmental effects on the estimated parameters. The parameters: A is asymptotic value; B is integration constant; k is maturing rate; and m is inflection point, were estimated using NLIN procedure of SAS. By the goodness of fit criteria, as residual mean square (QMR), coefficient of determination (R2), convergence percentage (C%) and absolute mean error (DMA), it was found that the Gompertz model had higher goodness of fit then the other models to describe the growth curve of Alpina goats breed. The parameters A and k estimated by the Gompertz model were 25.2136 kg and 0.0163, respectively. It was found a significant reduction of absolute growth rate in the post-weaning period, and should be adopted adequate dietthe animal nutritional requirements in this period. The effects of environment influenced significantly (P <0.05) the parameters A and k. The correlation between estimated parameters and k was negative (-0.5435), indicating that the earliest animals have less probability to reach higher weights at adult age. For the second analysis of these dataset, it was compared different random regression models, adjusted by different orders Legendre polynomials, and the inclusion of additive genetic direct, maternal additive genetic, animal permanent environmental and maternal permanent environmental effects, to evaluate the best model to fit the growth curve of these animals in the study. Adjust orders Legendre polynomials of 3 (quadratic function) and 4 (cubic function) were used to describe the structures of (co) variance function in time from random regression models, compared by the maximum likelihood logarithm (Log L), Akaike information criterion (AIC) and Schwarz Bayesian information (BIC). Thus, it was found the two best models and then they were compared by the LRT (likelihood ratio test) (P <0.01) to verify the possible difference between these models. WOMBAT program was used to estimate the components of (co)variances. The best models that describe the changes in (co) variance structure in the average growth curve was obtained by Legendre polynomial function with orders 3,4 (additive genetic effects and animal permanent environmental) and 3,3,4 (additive genetic effects, maternal additive genetic and animal permanent environment) in Alpina goats breed.
Palavras-chave: Endogamia
Curva de crescimento
Parda Alpina
Anglo-nubiana
Endogamy
Growth curve
Alpina brown
Anglo-nubian
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIA::GENETICA E MELHORAMENTO DOS ANIMAIS DOMESTICOS
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul
Programa: Mestrado em Zootecnia
Citação: OLIVEIRA, Joashllenny Alves de. Evaluation of growth curve and use of random regression models in Alpina goat bread. 2011. 90 f. Dissertação (Mestrado em Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2011.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/5685
Data do documento: 24-Fev-2011
Aparece nas coleções:Zootecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf971,91 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.