Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/570
Tipo: Tese
Título: Penetração e retenção de arseniato de cobre cromatado em madeira de eucalipto
Título(s) alternativo(s): Penetration and retention of chromated copper arsenate in eucalypt timber
Autor(es): Evangelista, Wescley Viana
Primeiro Orientador: Silva, José de Castro
Primeiro coorientador: Carvalho, Ana Márcia Macedo Ladeira
Segundo coorientador: Vital, Benedito Rocha
Primeiro avaliador: Cabral, Carla Piscilla Távora
Segundo avaliador: Oliveira, José Tarcisio da Silva
Abstract: O objetivo deste trabalho foi avaliar a penetração e retenção de arseniato de cobre cromatado (CCA tipo C) nas madeiras de Eucalyptus citriodora, Eucalyptus cloeziana, Eucalyptus camaldulensis x Eucalyptus grandis e de um híbrido natural de Eucalyptus urophylla, com origem paternal desconhecida, visando à produção de moirões. As árvores tinham idade próxima de 5,5 anos e eram provenientes de plantios comerciais da empresa Aperam Bioenergia Ltda., localizada em Itamarandiba, Minas Gerais. De cada espécie e híbrido foram tomadas 36 árvores, utilizando-se a seção correspondente às três primeiras toras, cada uma delas com 3 m de comprimento a partir da base. De cada tora, foram avaliados a relação cerne-alburno, a massa específica básica e o teor de umidade, bem como a penetração e retenção de CCA. Para o estudo da penetração e retenção na madeira, foram aplicados 36 tratamentos, correspondendo a três princípios ativos da solução preservativa (1,5, 2,0 e 2,5%), três tempos de pressão em autoclave (60, 90 e 120 min) e quatro espécies/híbridos. O tratamento preservativo foi realizado com a aplicação de vácuo inicial a 560 mmHg, por 30 min, seguido de pressão em autoclave a 12,5 kgf/cm2, para cada tempo de pressão proposto, finalizandose com vácuo final de 560 mmHg, por 10 min. Para cada tratamento preservativo, foramutilizados três moirões de cada espécie e híbrido, totalizando 12 moirões. Cada tratamento teve quatro repetições. Antes e depois de cada tratamento preservativo, cada moirão teve a sua massa determinada, sendo a retenção estimada pela diferença de massa obtida. De cada moirão tratado, retiraram-se amostras de madeira para avaliação da retenção, através de espectrometria de raios X. A penetração foi determinada com a aplicação de solução de cromoazurol-S, na superfície transversal da madeira. Da madeira não tratada, selecionaram-se quatro árvores e suas três primeiras toras, de cada espécie e híbrido, para avaliação das fibras, vasos e raios da madeira. Os resultados mostraram diferenças entre as espécies e híbridos nas propriedades da madeira. As madeiras de Eucalyptus citriodora e Eucalyptus cloeziana apresentaram maior massa específica, menor teor de umidade e relação cerne-alburno quando comparadas aos híbridos. Independentemente da espécie ou híbrido, as menores e as maiores retenções foram sempre observadas nos tratamentos que utilizaram solução preservativa de 1,5 e 2,5% de princípio ativo, respectivamente. Em geral, todas as madeiras apresentaram penetração de CCA em todo o alburno, independentemente do tratamento. A metodologia por diferença de massa mostrou-se inadequada para a avaliação da retenção quando comparada com a espectrometria de raios X. Concluiu-se que a concentração de 2,0% de princípio ativo e o tempo de pressão de 60 min mostraram-se suficientes para garantir a retenção mínima de 6,5 kg/m3 de madeira tratada, conforme estabelecida pela Norma NBR 9480, para uso em contato com o solo. Para uso sem contato com o solo, a concentração de 1,5% e o tempo de pressão de 60 min foram suficientes para o atendimento dos valores prescritos na referida norma.
The objective of this work was to evaluate the penetration and the retention of chromated copper arsenate (CCA type C) in the woods of Eucalyptus citriodora, of Eucalyptus cloeziana, of Eucalyptus camaldulensis x Eucalyptus grandis and of a natural hybrid of Eucalyptus urophylla of unknown paternal origin, all intended to produce fence posts. The trees had ages close to five and a half years and came from commercial plantings belonging to Aperam Bioenergia Ltda., a firm located in Itamarandiba, State of Minas Gerais. The ratio heartwood/sapwood, the specific gravity and the moisture content were determined for each log, as well as the penetration and the retention of CCA. Thirty-six treatments were adopted for the two last situations: three solution concentrations of the active ingredients (1.5, 2.0 and 2.5%), three lengths of time under pressure (60, 90 and 120 minutes) and the four species or hybrid of wood. The treatment itself consisted of applying a 560 mmHg initial vacuum for 30 minutes followed by a positive pressure of 12.5 kgf/cm2 during each of the intended times. A final vacuum of also 560 mmHg was applied after this for 10 minutes. Each run consisted of using this treatment in a pressure vessel filled with 3 fence posts of each wood species or hybrid, totaling twelve. Each treatment was repeated four times. Every post was weighed before and after the treatment, the difference between the two weightsgiving the retention. A sample of the treated wood was cut from each post to again evaluate the retention by X-ray spectrometry. The penetration was determined by applying chromoazurol S to a transversal section of the post. The three first untreated logs of four trees of each species and hybrid were selected for anatomical measurement of fibers, vessels and rays of the wood. The results showed the species and hybrid all have different wood properties. The woods of Eucalyptus citriodora and of Eucalyptus cloeziana are denser and have lower moisture content and heartwood/sapwood ratio. Independently of species or hybrid, the lowest or highest retentions were always found when 1.5 or 2.5% solutions were respectively used. In general, the sapwood of the wood was always completely impregnated, regardless of the treatment. Using weight difference to calculate retention was considered inadequate when compared to the X-ray methodology. The 2.0% active ingredient solution and the 60 minutes under pressure were considered sufficient to attain the minimum retention of 6.5 kg/m3 prescribed by the NBR 9480 Standard for wood that is to be used in contact with the soil. Without such contact, a 1.5 % solution and 60 minutes are enough.
Palavras-chave: Eucalipto
CCA tipos C
Retenção
Penetração
Madeira
Eucalyptus
CCA type C, Retention, Penetration, Wood
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::RECURSOS FLORESTAIS E ENGENHARIA FLORESTAL::TECNOLOGIA E UTILIZACAO DE PRODUTOS FLORESTAIS
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Manejo Florestal; Meio Ambiente e Conservação da Natureza; Silvicultura; Tecnologia e Utilização de
Programa: Doutorado em Ciência Florestal
Citação: EVANGELISTA, Wescley Viana. Penetration and retention of chromated copper arsenate in eucalypt timber. 2011. 126 f. Tese (Doutorado em Manejo Florestal; Meio Ambiente e Conservação da Natureza; Silvicultura; Tecnologia e Utilização de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2011.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/570
Data do documento: 28-Jul-2011
Aparece nas coleções:Ciência Florestal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf2,77 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.