Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/5707
Tipo: Dissertação
Título: Effect of acclimation to high ambient temperature of pigs selected for residual feed intake
Título(s) alternativo(s): Efeito da aclimatação a altas temperaturas em suínos selecionados para consumo residual
Autor(es): Campos, Paulo Henrique Reis Furtado
Primeiro Orientador: Donzele, Rita Flávia Miranda de Oliveira
Primeiro coorientador: Donzele, Juarez Lopes
Segundo coorientador: Ferreira, Aloízio Soares
Primeiro avaliador: Renaudeau, David Leon
Segundo avaliador: Silva, Francisco Carlos de Oliveira
Resumo: Thirty-six Large White castrate males belonging to two divergent lines in residual feed intake, with average initial body weight of 50.5 ± 0.9 kg and approximately 92 days of age, were used to evaluate the effects of acclimation to high temperature on the performance, thermoregulatory responses and blood parameters of pigs divergently selected for low and high residual feed intake. The experiment was conducted in two successive replicates of 18 animals each. The first replicate was composed by ten animals with low residual feed intake and eight animals with high residual feed intake and, the second one, was composed by nine animals of each line. Pigs were housed in a climatic-controlled room where the ambient temperature was maintained at 24.2 ± 0.4oC during the first seven days and thereafter at 30.4 ± 0.7oC during 14 days. The temperature change was achieved over three hours on the eighth day of the experiment. Pigs were individually weighed at the beginning, on the eighth and on the twenty-first day of the experiment. Feed intake was daily determined by the difference between the feed allowance and refusals. Low residual feed intake pigs consumed less feed (P<0.001), had lower metabolic average daily feed intake (P<0.001), higher gain:feed ratio (P<0.001) and similar body weight gain (P>0.05) than high residual feed intake pigs. Average daily feed intake, metabolic average daily feed intake, average daily gain, and gain:feed ratio were lower (P<0.001) at 30oC than at 24oC. Rectal temperature was not influenced by line (P>0.05), whereas it was higher (P<0.001) at 30oC. Cutaneous body temperature and respiratory rate were similar for both lines at termoneutrality and increased with the ambient temperature increase, with a higher increase being observed in the RFI+ line (P<0.001). Heart rate was higher (P<0.05) in RFI+ line and higher (P<0.001) at 24oC. Blood samples were collected via catheters to measure thyroid hormones, glucose, glicerol, &#945;-amino acids, lactate, hematocrit and plasma concentrations of insulin, IGF-I and leptin. Plasma lactate concentration was higher in RFI+ pigs than in RFI- (P<0.01). Higher levels of insulin (P<0.05) and lower concentration of thyroid hormones (P<0.001) were observed at high ambient temperatures. In conclusion, this study suggests that RFI- pigs tended to be less negatively affected by high ambient temperature and also require a lower activation of thermoregulatory mechanisms to maintain homeothermy in hot conditions than RFI+ pigs.
Abstract: Trinta e seis suínos machos castrados, Large White, pertencentes a duas linhas genéticas divergentes no consumo alimentar residual, com peso inicial de 50,5 ± 0,9 kg e aproximadamente 92 dias de idade, foram utilizados para avaliar os efeitos da aclimatação ao calor no desempenho, nas respostas termorregulatórias e nos parâmetros sanguíneos de suínos selecionados para alto e baixo consumo residual. O experimento foi conduzido em dois ensaios consecutivos de 18 animais. O primeiro ensaio foi composto por dez animais pertencentes à linha de baixo consumo residual e por oito pertencentes à linha de alto consumo residual e, o segundo ensaio, foi composto por nove animais de cada linha genética. Os suínos foram alojados em uma sala climatizada na qual a temperatura ambiente foi mantida em 24,2 ± 0,4oC durante os primeiros sete dias do experimento e, posteriormente, mantida em 30,4 ± 0,7oC durante 14 dias. O aumento da temperatura da sala ocorreu no oitavo dia do experimento em um intervalo de tempo de três horas. Os animais foram pesados no início, no oitavo e no vigésimo primeiro dia do experimento. O consumo de ração foi determinado diarimente com base na diferença entre a quantidade de alimento fornecido e a quantidade de sobras. Animais com baixo consumo alimentar residual consumiram menos ração, tiveram menor consumo metabólico, melhor eficiência alimentar e ganho de peso similar aos animais de alto consumo alimentar residual. O consumo de ração diário, consumo metabólico de ração, ganho de peso diário e a eficiência alimentar diminuíram no ambiente de calor. A temperatura retal não foi influenciada pela linha genética, no entanto foi maior a 30oC. A temperatura cutânea e a freqüência respiratória não diferiram entre as linhas genéticas em ambiente termoneutro, no entanto, foi observado um aumento desses parâmetros com o aumento da temperatura ambiental, sendo este aumento superior na linha de alto consumo alimentar residual. Maiores valores de freqüência cardíaca foram observados em animais de alto consumo residual e tanbém em ambiente termoneutro. Amostras de sangue foram coletadas, por meio de cateteres, para mensurar os hormônios tireoidianos, glicose, glicerol, &#945;-aminoácidos, lactato, hematócrito,insulina, IGF-I e leptina. A concentração plasmática de lactato foi superior nos animais de alto consumo residual. Maiores níveis de insulina e menores níveis de hormônios tireoidianos foram observados em ambiente de calor em ambas linhas genéticas. Conclui-se que os efeitos negativos das altas temperaturas ambientais são menos pronunciados em suínos de baixo consumo residual e que estes necessitam de uma menor ativação dos mecanismos termorregulatórios para manter a homeotermia em ambiente de calor quando comparados à suínos de alto consumo residual.
Palavras-chave: Requirement
Production
Thermal stress
Exigência
Produção
Estresse térmico
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIA::NUTRICAO E ALIMENTACAO ANIMAL::AVALIACAO DE ALIMENTOS PARA ANIMAIS
Idioma: eng
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul
Programa: Mestrado em Zootecnia
Citação: CAMPOS, Paulo Henrique Reis Furtado. Efeito da aclimatação a altas temperaturas em suínos selecionados para consumo residual. 2011. 40 f. Dissertação (Mestrado em Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2011.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/5707
Data do documento: 18-Jul-2011
Aparece nas coleções:Zootecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf276,33 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.