Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/5713
Tipo: Dissertação
Título: Suplementação com diferentes níveis e fontes de energia para recria de novilhos em pastagem de Panicum maximum Jacq cv Tanzânia
Título(s) alternativo(s): Supplementation with different levels and sources of energy for steers grazing Panicum maximum Jacq cv Tanzânia pasture
Autor(es): Santana, Márcia Cristina Araújo
Primeiro Orientador: Mâncio, Antonio Bento
Primeiro avaliador: Lana, Rogério de Paula
Segundo avaliador: Campos, José Maurício de Souza
Terceiro avaliador: Queiroz, Augusto César de
Quarto avaliador: Euclides, Valéria Pacheco Batista
Abstract: O presente estudo avaliou o efeito da utilização de suplementos com diferentes níveis e fontes energéticas em relação a suplementação mineral, com novilhos na fase de recria, durante o período seco do ano, em pastagem de Panicum maximum jacq cv Tanzânia. Foi avaliada a influência sobre a massa de matéria seca e componentes morfológicos; valor nutritivo da forragem; ganho de peso e consumo. Foram utilizados 48 novilhos mestiços inteiros, com idade de 12 meses e peso médio de 267 kg, em delineamento inteiramente casualizado, em um arranjo fatorial 2X3, sendo dois níveis de adubação nitrogenada e três suplementos, com quatro repetições. Os suplementos foram: mineral (SM), suplemento de base energética grão de milho (GM) e suplemento de base energética casca de soja (CS). O suplemento mineral foi considerado de nível energético zero, sendo o tratamento testemunha. Os demais suplementos foram formulados para ser isoprotéicos e isoenergéticos, com 25% PB e 75% de NDT, fornecidos a 0,8% do peso vivo (PV), por um período experimental de 85 dias. Não houve interação entre os fatores para as variáveis da forrageira avaliada. Os suplementos não influenciaram significativamente a composição morfológica, massa e o valor nutritivo da forragem. Ocorreu, porém, efeito com relação ao período para estas variáveis. A utilização de adubação nitrogenada influenciou nos teores de proteína bruta, digestibilidade e massa de matéria seca total, que aumentaram com maior nível de adubação. O capim-tanzânia manteve seu valor nutritivo durante todo período seco ocorrendo variação significativa em sua composição e produção de massa de forragem, porém ajustáveis em função do sistema de pastejo adotado. Foi verificada diferença significativa para os animais submetidos aos tratamentos com os suplementos GM e CS em relação ao suplemento mineral (SM). Estes apresentaram um ganho médio diário superior de 460 g e 500 g para os animais dos tratamentos com suplementos GM e CS, respectivamente, pesando 39 e 44 kg a mais que o tratamento testemunha (SM), que representou um ganho total de 52%. Desta forma, constatou-se que suplementação mineral (SM) não foi capaz de atender satisfatoriamente as exigências nutricionais, tendo apresentado ganho de peso aquém do que poderia ser expresso pelo animal. Não houve interação entre ganho médio diário com relação aos fatores avaliados. O consumo de matéria seca da dieta e de seus constituintes bromatológicos não foram influenciados significativamente pela utilização dos suplementos, exceto para proteína bruta que foi maior. Não foram verificados efeitos substitutivos com uso dos suplementos GM e CS. Estes suplementos foram superiores ao SM com relação a conversão alimentar. O uso da suplementação mineral em pastagens de capim Tanzânia foi capaz de promover ganhos moderados, comparados às demais suplementações utilizadas. Independente da fonte energética dos suplementos avaliados não houve diferenças quanto ao ganho médio diário. Com isso, suplementos à base de casca de soja podem ser uma fonte alimentar alternativa e satisfatória durante o período seco do ano.
This experiment was undertaken to evaluate the utilization of supplements with different levels and sources of energy in contrast with mineral supplement, for weanling cattle, during the dry season, on Panicum maximum Jacq cv Tanzânia pasture. The evaluated variables were mass of dried material and morphophysiological components; nutritive value of the pasture; live weigh gain and intake. In order to evaluate performance, 48 crossbred steers were used, with an average age of 12 months and 267 kg of initial live weight in a completely randomized design in a 2x3 factorial arrangement, being two levels of nitrogen fertilization and three supplements, with four repetitions. The supplements were: mineral (SM), supplement with corn grain (GM) or soybean hulls (CS) as energy source. The mineral supplement was considered the level zero of energy being the untreated control treatment. The other supplements had the same amount of energy and protein, 75% total digestible nutrients (NDT) and 25% crude protein (PB), which were supplied at 0.8% of live weight (PV), during 85 days. There was no interaction among the factors for the variables of the forage appraised. The supplements didn't influence the morphologic composition, mass and the nutritional value of the forage significantly. However there were no effects regarding the period for these variables. The use of nitrogen fertilization influenced the contents of crude protein, digestibility and mass of total dry matter, that increased with the highest level of nitrogen. The tanzânia grass maintained its nutritional value during all the dry period having significant variation in itscomposition and production of forage mass, however adjusting to the grazing system adopted. Significant difference was verified for the animals submitted to the treatments with the supplements GM and CS regarding to the mineral supplement (SM). These superior averages presented a daily gain of 460 g and 500 g for the animals of the treatments with supplements GM and CS, respectively. The body weight was 39 and 44 kg greater than the control treatment (SM), that represented a total superiority of 52%. By the way, it was verified that mineral supplementation (SM) was not able to supply the nutritional demands, presenting a weight gain lower than it could be expressed by the animal. There was no interaction between average daily gain and the appraised factors. The driy matter consumption of the diet and of nutrients were not significantly influenced by the use of the supplements, except for crude protein that was bigger. Substitutive effects were not verified with the use of the supplements GM and CS. These supplements were superior to SM regarding alimentary conversion. The use of the mineral supplementation in Tanzania grass pastures was able to promote moderate gains, compared to the other treatments. Independent of the energy source of the supplements there were no differences on the average dairy gain. Then, it is possible to use supplements based on soybean hulls, an alternative and satisfactory alimentary source during the dry period of the year.
Palavras-chave: Suplementação
Fontes de energia
Níveis de energia
Bovino de corte
Supplementation
Sources of energy
Levels of energy
Beef cattle
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIA::NUTRICAO E ALIMENTACAO ANIMAL
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul
Programa: Mestrado em Zootecnia
Citação: SANTANA, Márcia Cristina Araújo. Supplementation with different levels and sources of energy for steers grazing Panicum maximum Jacq cv Tanzânia pasture. 2006. 74 f. Dissertação (Mestrado em Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2006.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/5713
Data do documento: 2-Mai-2006
Aparece nas coleções:Zootecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf271,45 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.