Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/5716
Tipo: Dissertação
Título: Exigências nutricionais, validação de equações para a estimação da composição do corpo vazio e uso da creatinina para estimar a proporção de tecido muscular em bovinos Nelore
Título(s) alternativo(s): Nutritional requirements, validation of equations for estimating empty body composition and creatinine use to estimate the proportion of muscle tissue in Nellore bulls
Autor(es): Silva, Luiz Fernando Costa e
Primeiro Orientador: Valadares Filho, Sebastião de Campos
Primeiro coorientador: Detmann, Edenio
Segundo coorientador: Marcondes, Marcos Inácio
Primeiro avaliador: Chizzotti, Mario Luiz
Segundo avaliador: Valadares, Rilene Ferreira Diniz
Abstract: O presente trabalho foi desenvolvido a partir de quatro experimentos com os objetivos de avaliar o consumo, digestibilidade, desempenho, eficiência microbiana, avaliar a equação para predição do consumo de matéria seca proposta pelo BR CORTE (2010) e estimar o peso à maturidade de bovinos Nelore não castrados; estimar as exigências nutricionais de proteína e energia de bovinos Nelore não castrados; avaliar equações para predição da composição corporal obtidas por Marcondes et al. (2011), pelo BR CORTE (2006 e 2010) e por Hankins & Howe (1946), a partir da seção compreendida entre a 9ª e 11ª costelas; e estimar a quantidade de tecido muscular e proteína bruta presente na carcaça e no corpo vazio a partir da excreção de creatinina urinária e, inversamente, a excreção de creatinina urinária a partir do peso corporal em jejum (PCJ). No experimento 1, foram utilizados 37 bovinos da raça Nelore não castrados, com peso médio inicial de 259±24,9 kg e 14±1 meses de idade. Cinco animais foram abatidos ao início do experimento (grupo referência), quatro foram alimentados ao nível de mantença e os 28 restantes foram alimentados à vontade e distribuídos em 4 grupos, sendo cada grupo abatido a cada 42 dias. A dieta foi composta por 55% de silagem de milho e 45% de concentrado na base da matéria seca. Quando expresso em kg/dia, foi observada diferença apenas para os consumos de extrato etéreo e fibra em detergente neutro em função dos tempos de confinamento. Apesar de ter havido diferença em relação ao consumo dos nutrientes, esta não afetou a digestibilidade dos mesmos, com exceção para o coeficiente de digestibilidade do extrato etéreo. A equação proposta pelo BR CORTE (2010) estima corretamente o consumo de matéria seca de bovinos Nelore não castrados. O GMD não foi influenciado pelo tempo de confinamento. Não foram observadas diferenças para a eficiência microbiana, sendo obtido o valor médio de 141,50 g de PBmic/kg de NDT. Os tecidos muscular e ósseo e a proteína bruta, a matéria mineral e a água presentes no corpo vazio aumentam quando o animal cresce, porém em menor proporção. A velocidade de deposição do tecido adiposo e o extrato etéreo presentes no corpo vazio aumentam quando o animal atinge o peso à maturidade, que foi estimado em 455,6 kg de PCVZ, ou ainda, 497,3 kg de PC, considerando o momento em que o animal atinge 22% de extrato etéreo no PCVZ. Portanto, conclui-se que o período de confinamento não influencia os consumos diários de matéria seca e de alguns nutrientes, bem como o ganho médio diário e a eficiência microbiana, e que machos Nelore não castrados atingem a maturidade com 455,6 kg de PCVZ (497,3 kg de PC). No experimento 2, foram utilizadas as meias carcaças esquerdas dos mesmos animais abatidos no experimento 1, que foram completamente dissecadas para avaliação das composições física e química. As composições químicas corporais foram obtidas pelas análises químicas dos tecidos. As exigências de energia líquida e metabolizável para mantença de bovinos Nelore não castrados são 76,5 e 113,84 kcal/PCVZ0,75/dia, respectivamente. As eficiências de deposição da energia na forma de proteína e gordura são de 0,18 e 0,71, respectivamente. As equações obtidas para a energia retida (ER) e proteína retida (PR) foram: ER (Mcal/dia) = 0,0555 × PCVZ0,75 × GPCVZ1,095 e PR (g/dia) = 263,37 × GPCVZ 23,21 × ER. As eficiências de utilização da energia metabolizável para mantença (km) e para ganho (kg) foram de 0,67 e 0,33, respectivamente. Com isso, conclui-se que as exigências de ELm e EMm para bovinos Nelore não castrados são de 76,5 e 113,84 kcal/PCVZ0,75/dia e que ELg e PLg podem ser obtidas pelas equações: ELg (Mcal/dia) = 0,0555 × PCVZ0,75 × GPCVZ1,095 e PR (g/dia) = 263,37 × GPCVZ 23,21 × ER. No experimento 3, foram contrastados os valores estimados, a partir do corte da seção compreendida entre a 9ª e 11ª costelas, pelas equações propostas por Marcondes et al. (2011), pelo BR CORTE (Marcondes et al., 2010 e Valadares Filho et al., 2006) e por Hankins & Howe (1946) com os valores observados por este experimento para a composição física e química da carcaça e química do corpo vazio além da composição química dos componentes não carcaça. As equações propostas por Marcondes et al. (2011) estimam adequadamente a composição física da carcaça, enquanto o tecido muscular foi subestimado e o adiposo superestimado pelas equações de Hankins & Howe (1946). As equações propostas pelo BR CORTE (2010) estimam corretamente a composição química da carcaça e do corpo vazio, enquanto a água da carcaça foi subestimada pelas equações de Hankins & Howe (1946). As equações propostas pelo BR CORTE (2006) não estimaram de forma adequada a composição química da carcaça e do corpo vazio. Somente alguns componentes não carcaça foram estimados corretamente pelas equações propostas pelo BR CORTE (2010). Assim, conclui-se que as equações propostas por Marcondes et al (2011) estimam adequadamente a composição física da carcaça, enquanto as propostas pelo BR CORTE (2010) estimam adequadamente a composição química da carcaça e do corpo vazio. Não se recomenda a utilização das equações propostas por Hankins & Howe (1946) para estimar a composição física e química da carcaça de bovinos Nelore não castrados. Com relação aos componentes não carcaça, somente alguns constituintes são estimados adequadamente pelas equações propostas pelo BR CORTE (2010). No experimento 4, foram coletados dados de tecido muscular, proteína bruta na carcaça e no corpo vazio e peso corporal de seis experimentos para estimar as quantidades de tecido muscular e proteína bruta na carcaça e no corpo vazio a partir da ECU e, inversamente, a excreção de creatinina urinária (ECU) a partir do peso corporal em jejum (PCJ). A quantidade de tecido muscular presente na carcaça (Mcarc) de bovinos Nelore (machos não castrados e fêmeas) pode ser estimada por: Mcarc (kg) = 14,4040 × ECU (g/dia). As quantidades de PB presentes na carcaça (PBcarc) e no corpo vazio (PBPCVZ) podem ser estimadas por PBcarc = 3,8508 × ECU (g/dia) e PBPCVZ = 5,8636 × ECU (g/dia). Já a excreção de creatinina urinária (ECU) de animais Nelore pode ser obtida pela equação: ECU (g/dia) = 0,0345 × PCJ0,9491. Portanto, conclui-se que para cada 1 grama de excreção de creatinina urinária, existe 14,40 kg de tecido muscular, 3,85 kg de PBcarc e 5,86 kg de PBPCVZ presente em fêmeas e machos não castrados da raça Nelore. A excreção de creatinina urinária em zebuínos pode ser estimada a partir do peso corporal pela equação: ECU (g/dia) = 0,0345 × PCJ0,9491.
The study was conducted by four experiments with the aim of to evaluate the intake, digestibility, performance, microbial efficiency, evaluate the equation for predicting dry matter intake obtained by BR CORTE (2010) and estimate the maturity weight of Nellore bulls; estimate the nutritional requirements of protein and energy of Nellore bulls; evaluate the equation for predicting body composition obtained by Marcondes et al. (2011), pelo BR CORTE (2006 and 2010), described by Valadares Filho et al. (2006) and Marcondes et al. (2010), respectively, and by Hankins & Howe (1946), by the 9-10-11ª rib cut; and estimate the muscle and crude protein content in carcass and crude protein content in empty body by the urinary creatinine excretion and, inversely, estimate the urinary creatinine excretion by shrunk body weight (SBW). In the experiment I, thirty seven Nellore bulls with initial body weight of 259±24.9 kg and 14±1 month old. Five animals were slaughter in the before of beginning the experiment (reference group), four in maintenance and the twenty eight remaining fed ad libitum and divided in four group which each group was slaughter each 42 days. The diet was composed for 0.55 of corn silage and 0.45 of concentrate in the dry matter. When expressed in kg/day, difference was observed (P<0.05) only to intake of ether extract and neutral detergent fiber in function of feedlot periods. Difference was observed (P<0.05) only to the digestibility coefficient of ether extract. Although there were differences in relation to consumption of nutrients, this difference did not affect the digestibility of the same. The equation proposed by BR CORTE (2010) estimates correctly the dry matter intake of Nellore bulls. The ADG was not influenced (P<0.05) in function of feedlot periods. Differences was not observed (P>0.05) to the microbial efficiency which the average value obtained was 141.50 g of CPmic/kg of TDN. The muscle and bone tissue and the crude protein, mineral matter and water contents in empty body weight increases when the animal grows, but in a smaller proportion. The adipose tissue and the ether extract present in empty body increases the deposition rate when the animal achieves the maturity weight. The maturity weight can be estimated considering the moment that the animal achieves 22% of the ether extract in EBW. The Nellore cattle achieve the maturity weight with 455.6 kg of EBW or 497.3 kg of BW. Therefore, this study concluded that the feedlot periods do not influence the intake of dry matter and the some nutrients as well as to the average dairy gain and the microbial efficiency. The Nellore bulls achieve the maturity weight when the bulls have 455.6 kg of EBW or 497.3 kg of BW. In the experiment II, the same animals were using in the experiment I where this animals were slaughter and the left half carcass was completely dissected to evaluate the body composition. The chemical body compositions were obtained by tissue chemical analysis. The net (NEm) and metabolizable (MEm) energy requirements to maintenance of Nellore bulls are 76.5 e 113.84 kcal/EBW0.75/day, respectively. The efficiencies of energy deposition in the form of protein and fat are 0.18 and 0.71, respectively. The obtained equations to retained energy (RE) and retained protein (RP) were: RE (Mcal/day) = 0.0555 × EBW0.75 × EBG1.095 and RP (g/day) = 263.37 × EBG 23.21 × RE. The efficiencies of metabolizable energy utilization to maintenance (km) and to growth (kg) were 0.67 and 0.33, respectively. This study concluded that the NEm and MEm to Nellore bulls are 76.5 e 113.84 kcal/EBW0.75/day and the RE and RP can be obtained by the equations: RE (Mcal/day) = 0.0555 × EBW0.75 × EBG1.095 and RP (g/day) = 263.37 × EBG 23.21 × RE. In the experiment III, the predicted values of the equations by Marcondes et al. (2011), BR CORTE (Marcondes et al., 2010 and Valadares Filho et al., 2006) and Hankins & Howe (1946), by the 9-10-11th rib cut section, were compared with the observed values for this study to the carcass physical and carcass and empty body chemical composition besides the non-carcass components chemical composition. The equations by Marcondes et al. (2011) estimate the carcass physical composition while the muscle tissue was underestimated and the fat tissue was overestimated by Hankins & Howe (1946). The equations by BR CORTE (2010) estimate correctly the carcass and empty body chemical composition while the carcass water was underestimated by Hankins & Howe (1946). The equations by BR CORTE (2006) do not estimate the carcass and empty body chemical composition. Only some non-carcass components were estimated exactly by BR CORTE (2010). This study concluded the proposed equations by Marcondes et al (2011) estimate the carcass physical composition while the equations by BR CORTE (2010) estimate the carcass and empty body chemical composition. The equations by Hankins & Howe (1946) were not recommended to the utilization for estimate carcass physical and chemical compositions of Nellore bulls. Regarding non-carcass components, only some constituents are estimated by equations of BR CORTE (2010). In the experiment IV, the data of muscle tissue, carcass and empty body crude protein content and body weight were collected of six studies to estimate the muscle tissue content and carcass and empty body crude protein content by the urinary creatinine excretion (UCE) and, inversely, the UCE by the SBW. The carcass muscle content (Mcarc) of Nellore (bulls and heifers) can be estimated by: Mcarc (kg) = 14.4040 × UCE (g/day). The carcass (CPcarc) and empty body weight crude protein (CPEBW) can be estimated by CPcarc = 3.8508 × UCE (g/day) and CPEBW = 5.8636 × UCE (g/day). The UCE of Nellore can be obtained by: UCE (g/day) = 0.0345 × SBW0.9491. Therefore, this study concluded that to each one gram of urinary creatinine excretion, it has 14.40 kg of muscle tissue, 3.85 kg of CPcarc and 5.86 kg of CPEBW present in heifers and bulls Nellore. The urinary creatinine excretion in Zebu can be estimated by the shrunk body weight by: UCE (g/day) = 0.0345 × SBW0.9491.
Palavras-chave: Creatinina
Bovinos
Exigências
Creatinine
Bulls
Requirements
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIA::NUTRICAO E ALIMENTACAO ANIMAL
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul
Programa: Mestrado em Zootecnia
Citação: SILVA, Luiz Fernando Costa e. Nutritional requirements, validation of equations for estimating empty body composition and creatinine use to estimate the proportion of muscle tissue in Nellore bulls. 2011. 149 f. Dissertação (Mestrado em Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2011.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/5716
Data do documento: 15-Jul-2011
Aparece nas coleções:Zootecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf1,21 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.