Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/5756
Tipo: Dissertação
Título: Procedimentos metodológicos para isolamento in situ de componentes fibrosos indigestíveis em ovinos
Título(s) alternativo(s): Methodological procedures for in situ isolation of indigestible fiber components using sheep
Autor(es): Alcântara, Pedro Henrique Rezende de
Primeiro Orientador: Veloso, Cristina Mattos
Primeiro coorientador: Detmann, Edenio
Segundo coorientador: Lana, Rogério de Paula
Primeiro avaliador: Espeschit, Claudio José Borela
Segundo avaliador: Marcondes, Marcos Inácio
Terceiro avaliador: Valadares, Rilene Ferreira Diniz
Abstract: Esta dissertação foi elaborada a partir de dados gerados em dois experimentos com procedimentos para o isolamento da fibra insolúvel em detergente neutro indigestível (FDNi) e fibra insolúvel em detergente ácido indigestível (FDAi) em procedimentos in situ em ovinos. No primeiro experimento, objetivou-se determinar o tempo de incubação in situ, necessário para o isolamento da FDNi e, investigar a ocorrência de contaminação mineral em amostras incubadas no rúmen de ovinos por longos períodos. Foram utilizadas amostras de alimentos concentrados, volumosos e fezes. Todas as amostras foram processadas em moinho de facas utilizando peneira com poros de 2 mm de diâmetro. Posteriormente, as amostras foram acondicionadas em sacos de tecido não tecido (TNT, gramatura 100g/m²) de dimensão igual a 4 x 5 cm, na proporção de 20 mg de matéria seca(MS)/cm² de superfície exposta e incubados no rúmen de quatro ovinos machos, sem raça definida, fistulados no rúmen. Tal procedimento foi repetido por quatro vezes, incubando-se a cada período os grupos em animais distintos. Utilizaram-se os tempos de incubação: 0, 12, 24, 48, 72, 96, 120, 144, 168, 192, 216, 240 e 312 horas. Após a retirada dos sacos, foram determinados os teores de FDN e cinzas insolúveis em detergente neutro (CIDN). Os perfis de degradação da FDN foram interpretados de forma independente para cada material por meio de modelo logístico não linear. Os perfis de disponibilização da CIDN foram interpretados por meio de modelo assintótico de primeira ordem. Recomenda-se tempo de incubação in situ em de 168 horas para isolamento da FDNi em ovinos. Os teores de CIDN dos resíduos não degradados estabilizaram-se em média 28,9 horas após a incubação, demonstrando que as amostras não apresentaram contaminação mineral além daquela naturalmente associada à FDN. No segundo experimento, objetivou-se avaliar a influência do nível de concentrado da dieta sobre as estimativas da FDNi e FDAi de alimentos volumosos e os tempos de incubação in situ necessários para o isolamento destas frações em ovinos. Foram utilizadas para os procedimentos in situ amostras dos alimentos: cana-de-açúcar in natura, feno de tifton 85, palha de milho e silagem de milho. O processamento e acondicionamento das amostras foram realizados seguindo os procedimentos utilizados no primeiro experimento. Os tratamentos constituíram-se de dietas com diferentes relações volumoso(V):concentrado(C): 100V:0C; 80V:20C; 60V:40C e 40V:60C. Os tratamentos foram designados a quatro ovinos machos, sem raça definida, fistulados no rúmen por meio de um delineamento quadrado latino 4 x 4. Utilizou-se os mesmos tempos de incubação utilizados no primeiro experimento. Após a retirada dos sacos, estes tiveram seus teores de FDN e FDA analisados de forma sequencial. Os perfis de degradação foram inicialmente interpretados de forma individual para cada alimento em cada tratamento através de modelo logístico não linear. Procedeuse, para cada alimento incubado, a comparação entre os modelos ajustados, de modo a verificar o efeito dos tratamentos sobre as estimativas das frações indigestíveis (FDNi e FDAi) e taxa relativa à dinâmica de degradação ruminal. Observou-se efeito de tratamento (P<0,05) sobre a estimativa da FDNi e FDAi da cana-de-açúcar e silagem de milho. Para todos os alimentos foi observada influência dos tratamentos (P<0,05) sobre as taxas de degradação da FDN e FDA. Recomenda-se, para procedimentos in situ, em ovinos alimentados com até 20% de concentrado, a utilização de incubações de 120 e 144 horas, para isolamento da FDNi e FDAi, respectivamente.
This dissertation was prepared from data generated in two experiments with procedures for the in situ isolation of indigestible neutral detergent fiber (iNDF) and indigestible acid detergent fiber (iADF) using sheep. The first experiment aimed to determine the in situ incubation time needed for the isolation of iNDF, and investigate the occurrence of mineral contamination in long term incubations in sheep. Samples concentrates, roughages and faeces were used. All samples were ground through in a cutting mill utilizing sieve with pores of 2mm diameter. Subsequently, the samples were placed in 4 x 5 cm non-woven textile fabric (NWT - 100g / m²) bags at the rate of 20 mg of dry matter (DM) / cm ² of exposed area and incubated in the rumen of four male sheep. This procedure was repeated four times, and incubated at every period groups among animals. The following incubation times were used: 0, 12, 24, 48, 72, 96, 120, 144, 168, 192, 216, 240 and 312 hours. After the bags had been removed, the contents of neutral detergent fiber (NDF) and neutral detergent insoluble ash (NDIA) of the residues were analyzed. The NDF degradation profiles were interpreted independently for each material by a non-linear logistic model. The profiles of availability of mineral associated with undegraded NDF were interpreted by a asymptotic model of the first order. Incubation times in sheep of 168 hours are recommended for isolation of NDFi. The content of mineral associated with undegraded NDF stabilized on average 28,9 hours after incubation, showing that samples were not contaminated by mineral, beyond that naturally associated with NDF. In the second experiment, the objective was to evaluate the influence of concentrate level in the diet on the estimates of roughages iNDF and iADF, and, incubation time needed for the in situ isolation of these fractions in sheep. The following forages were used for in situ procedures: in natura sugarcane, Tifton 85 hay, corn straw and corn silage. The samples processing and packaging were carried out following the procedures used in the first experiment. The treatments consisted on diets with different roughage (R): concentrate (C) proportions: 100V: 0C; 80V: 20C, 60V: 40C, 40F: 60C. Treatments were assigned to four male sheep breed, rumen using a Latin square design 4 x 4. The same incubation times used in the first experiment were applied in this experiment. After removal of the bags, they had their NDF and ADF contents analyzed sequentially. The degradation profiles were initially interpreted individually for each forage in each treatment using a non-linear logistic model. For each incubated roughage, the adjusted models were compared to check the effect of treatments on the indigestible fractions (iNDF and iADF) estimates and the fiber degradation rate. It was observed treatment effect (P <0.05) on the iNDFi and iADF estimates for in natura sugarcane and corn silage. It was observed influence of the treatments (P <0.05) on the degradation rates of NDF and ADF to the four roughages It is recommended that for in situ procedures using sheep fed up to 20% concentrate, incubations times of 120 and 144 hours be used for isolation of iNDF and iADF, respectively.
Palavras-chave: Fisiologia
Nutrição
Produção e reprodução de ruminantes
Physiology, Nutrition
Production and reproduction of ruminants
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIA::NUTRICAO E ALIMENTACAO ANIMAL
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul
Programa: Mestrado em Zootecnia
Citação: ALCÂNTARA, Pedro Henrique Rezende de. Procedimentos metodológicos para isolamento in situ de componentes fibrosos indigestíveis em ovinos. 2012. 51 f. Dissertação (Mestrado em Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2012.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/5756
Data do documento: 29-Out-2012
Aparece nas coleções:Zootecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf591,71 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.