Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/5780
Tipo: Dissertação
Título: Aminoácidos de cadeia ramificada e suas relações com lisina digestível para frangos de corte
Título(s) alternativo(s): Levels of Leucine, Isoleucine and Valine in diet for broilers
Autor(es): Maia, Rosana Cardoso
Primeiro Orientador: Rostagno, Horácio Santiago
Primeiro coorientador: Albino, Luiz Fernando Teixeira
Segundo coorientador: Hannas, Melissa Izabel
Primeiro avaliador: Rodrigueiro, Ramalho José Barbosa
Abstract: Foram realizados dois experimento no Setor de Avicultura do Departamento de Zootecnia da Universidade Federal de Viçosa a fim de avaliar diferentes relações leucina (Leu), isoleucina (Ile) e valina (Val) digestíveis com lisina (Lis) digestível sobre os coeficientes de digestibilidade ileal aparente (CDIap) da proteína bruta e dos aminoácidos e o desempenho. Foram utilizados 512 frangos de corte, Cobb 500 machos, no período de 14 a 23 dias idade alojados em baterias metálicas e distribuídos em delineamento experimental em blocos casualizados por fileira de gaiola, e em arranjo fatorial 2x2x2 ( duas relações Leu:Lis digestíveis (107 e 150%), duas relações Ile:Lis digestíveis (67 e 80%) e duas relações Val:Lis digestíveis (77 e 90%)), compondo 8 tratamentos, 8 repetições e 7 aves por unidade experimental. Os tratamentos foram: T1 = 107%, 67% e 77% ; T2 = 107%, 67% e 90% ; T3 = 107%, 80% e 77% ; T4 = 107%, 80% e 90% ; T5 = 150%, 67% e 77% ; T6 = 150%, 67% e 90% ; T7 = 150%, 80% e 77%; T8 = 150%, 80% e 90% . O nível de lisina das dietas experimentais foi calculado para ser 94% do valor recomendado por Rostagno et al. (2011), sendo utilizado o valor de 1,1%. Para a determinação dos coeficientes de digestibilidade, foi utilizada a metodologia de coleta ileal com o uso da cinza insolúvel em ácido (CAI) como indicador ao nível de 1% na ração. Os tratamentos de 2 a 8 foram formados pela substituição de L-leucina, de L-valina e de L-isoleucina ao amido. Água e ração foram fornecidos à vontade. Ao final do experimento foram avaliados o ganho de peso, o consumo de ração, a conversão alimentar, o peso e rendimento de peito e analisados na dieta e na digesta ileal o conteúdo de aminoácidos, nitrogênio, matéria seca e CAI, para os cálculos dos CDIap da proteína bruta e dos aminoácidos. Não foi observado interação significativa entre as relações de valina, de isoleucina e de leucina (P>0,05) para os parâmetros de desempenho, de peso e de rendimento de peito. O aumento da relação de Leu/Lis digestível em 43% reduziu(P<0,0065) o ganho de peso, piorou (P<0,0050) a conversão alimentar, entretanto não afetou o consumo de ração, o peso e o rendimento do peito. O aumento da relação de leucina, isoleucina ou valina digestíveis com lisina digestível em 13%, 13% ou 43% respectivamente, em dietas para frangos de corte, melhora o CDIap da proteína bruta e da maioria dos aminoácidos. A utilização do excesso de isoleucina em dietas com excesso de valina reduz o CDIap dos aminoácidos metionina, histidina, glicina, serina, alanina e ácido aspártico. O aumento das relações de isoleucina e valina em 13% nas rações associado aos níveis adequados de leucina prejudica a digestibilidade de leucina, valina e metionina, sendo a metionina também prejudicada pelo aumento de isoleucina em 13% associado ao aumento de leucina em 43% e níveis adequados de valina.
An experiment was conducted at the Poultry Unit of the Department of Animal Science, Federal University of Viçosa to evaluate different relationships leucine (Leu), isoleucine (Ile) and valine (Val) with digestible lysine (Lys) on performance and digestible coefficients apparent ileal digestibility (CDIap) of crude protein and amino acids. Were used 512 broiler chickens, Cobb 500 males, with 14 to 23 days old and housed in cages distributed in randomized complete block design with row of cage, and 2x2x2 factorial arrangement (two relationships Leu: Lys digestible (107 and 150%), two relations Ile: Lys digestible (67 and 80%) and two relations Val: Lys digestible (77 and 90%)), comprising 8 treatments, 8 replicates of 7 birds per experimental unit. The treatments were: T1 = 107%, 67% and 77%, T2 = 107%, 67% and 90%, T3 = 107%, 80% and 77%, T4 = 107%, 80% and 90%, T5 = 150%, 67% and 77%, T6 = 150%, 67% and 90%, T7 = 150%, 80% and 77%; T8 = 150%, 80% and 90%. The lysine level of experimental diets was calculated to be 94% of the recommended amount in Brazilian tables for poultry and swine (2011), by using the value of 1.1%. To determine the digestibility coefficients, we used the methodology of collecting ileal with the use of acid insoluble ash (CAI) as an indicator of the level of 1% in the diet. Treatments 2-8 were formed by the replacement of L-leucine, L-isoleucine and L-valine to the starch. Water and food were provided ad libitum. At the end of the experiment, weight gain, feed intake, feed conversion, weight and breast yield and analyzed the diet and ileal digesta content of amino acids, nitrogen, dry matter and CAI for the calculations of CDIap crude protein and amino acids. There was no significant interaction between the relations of valine, isoleucine and leucine (P> 0.05) for the parameters of performance, weight and breast yield. The increase in the ratio of Leu / Lys digestible in 43%, decrease (P <0.0065) weight gain, worsened (P <0.0050) feed conversion, however did not affect feed intake, weight income and chest. The increase ratio of leucine, isoleucine or valine with digestible lysine in 13%, 13% and 43% respectively in diets for broilers, improves CDIap crude protein and most amino acids. The use of excess isoleucine diets with excess valine reduces CDIap of methionine, histidine, glycine, serine, alanine and aspartic acid. The increase ratios of isoleucine and valine by 13% in the feed associated with adequate levels of leucine impairs the digestibility of leucine, valine and methionine, which is also hampered by the increasing isoleucine 13% leucine associated with increased levels by 43% and suitable valine.
Palavras-chave: Aminoácidos
Digestibilidade
Frangos de corte
Amino acids
Digestibility
Broilers
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIA::NUTRICAO E ALIMENTACAO ANIMAL::AVALIACAO DE ALIMENTOS PARA ANIMAIS
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul
Programa: Mestrado em Zootecnia
Citação: MAIA, Rosana Cardoso. Levels of Leucine, Isoleucine and Valine in diet for broilers. 2013. 100 f. Dissertação (Mestrado em Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2013.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/5780
Data do documento: 19-Fev-2013
Aparece nas coleções:Zootecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf1,77 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.