Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/5782
Tipo: Dissertação
Título: Consumo e exigências de energia de bezerros da raça Holandesa
Título(s) alternativo(s): Predicting dry matter intake and energy requirement of Holstein calves
Autor(es): Lima, Jéssika Carolina Moutinho
Primeiro Orientador: Marcondes, Marcos Inácio
Primeiro avaliador: Valadares Filho, Sebastião de Campos
Segundo avaliador: Chizzotti, Mario Luiz
Terceiro avaliador: Paulino, Pedro Veiga Rodrigues
Quarto avaliador: Machado, Fernanda Samarini
Abstract: O presente trabalho foi desenvolvido com intuito de avaliar o efeito do volume de leite fornecido sobre o consumo de nutrientes e exigências de energia em bezerros lactentes. Foram utilizados 42 bezerros machos, da raça Holandesa, com idade inicial de 3 dias e peso corporal médio inicial de 35,56 ± 5,86 kg, os quais foram distribuídos em delineamento inteiramente casualizado (DIC) em quatro tratamentos, constituídos de diferentes quantidades de leite. Dez animais foram aleatoriamente selecionados para compor o grupo referência, sendo abatidos após o nascimento, com 3 dias de idade. Os animais remanescentes foram aleitados até atingirem 58 dias de vida. Os tratamentos foram: 2,0; 4,0; 6,0 e 8,0 litros de leite/dia, fornecidos em duas refeições, e ração concentrada oferecida ad libitum comum aos animais de todos os tratamentos. Cada tratamento foi avaliado em 8 animais, sendo que, desses 4 foram abatidos aos 59 dias e 4 passaram a receber feno de Coast cross (Cynodon dactylon) ad libitum, mais ração concentrada e, posteriormente, abatidos aos 87 dias de vida. Para avaliação da digestibilidade das dietas, foram realizadas coletas totais de fezes nas idades médias de 17, 42 e 75 dias de vida, compreendendo 24 horas de coleta. Ao final do experimento os animais foram abatidos para quantificação do peso de corpo vazio (PCVZ) e da composição química corporal. As equações preditas para CMSTotal e CMSLeite para bezerros lactentes da raça Holandesa, foram respectivamente: CMSTotal = 0,061±0,074 + 0,549±0,072 × CMSLeite + 0,188±0,087 × GMD + 0,006±0,002 × PV e CMSLeite = 1,382 + 2,750 × GMD &#8210; 0,039 × PV, onde: CMSTotal é o consumo de matéria seca total (kg/dia); CMSLeite é o consumo de matéria seca proveniente do leite (kg/dia), GMD é o ganho médio diário (kg/dia), PV é o peso vivo (kg). Não foi observado efeito quadrático da quantidade de leite ingerida sobre os consumos de matéria seca (MS) (P = 0,656), proteína bruta (PB) (P = 0,646), extrato etéreo (EE) (P = 0,418) e carboidratos totais (CHOT) (P = 0,827). Entretanto, verificou-se efeito linear da quantidade de leite (P < 0,01) sobre o consumo esses no período de 4 a 59 dias de vida. No pós-desmame não ocorreu os efeitos quadrático e linear do volume de leite sobre os consumos de MS, PB, EE e CHOT, que nesse período médias de, respectivamente: 1,767; 0,336; 0,026 e 1,365 kg/dia. A digestibilidade da MS (P = 0,665) e dos nutrientes, PB (P = 0,902), EE (P = 0,944) e CHOT (P = 0,889) não foram influenciadas pelo efeito quadrático da quantidade de leite ingerida. Todavia, o leite teve efeito linear sobre a digestibilidade da MS e dos nutrientes (P < 0,01) no período de 4 a 59 dias de vida, não sendo observadas diferenças nessas variáveis no período pós-desmama. A digestibilidades médias da MS, PB, EE e CHOT durante o período de 60 a 87 dias foram, respectivamente: 84,29; 83,98; 77,19 e 87,83%. O ganho médio diário (GMD, P = 0,885), ganho de peso de corpo vazio (GPCVZ, P = 0,794), ganho de peso da carcaça (GPCAR P = 0,950), rendimento de carcaça quente (RCq) e rendimento de carcaça frio (RCf) não foram influenciadas pelo efeito quadrático da quantidade de leite ingerida durante o aleitamento, sendo observado somente efeito linear (P < 0,01) da quantidade de leite ingerida. No pós-desmame não foram observados efeitos quadrático e linear sobre essas variáveis, esses animais apresentaram médias de 0,807 kg/dia para GMD; 0,510 kg/dia para GPCVZ; 0,331 kg/dia para GPCAR; 0,497 kg/dia para RCq e 0,510 kg/dia para RCf. Quando avaliado o GMD, GPCVZ e GPCAR para o período de 4 a 87 dias de vida dos animais (médio), observou-se que essas variáveis foram influenciadas somente pelo efeito linear da quantidade de leite fornecida (P < 0,01). As eficiências de utilização da energia metabolizável para mantença (km) e para ganho (kg) foram de 59,91 e 41,46%, respectivamente. Conclui-se que as exigências de ELm e EMm para bezerros lactentes da raça Holandesa são de 78,6 e 131,2 kcal/PCVZ0,75/dia e que ELg pode ser obtidas pela equação alométrica: ELg (Mcal / kg PCVZ /dia) = 1,039 × PCVZ0,094.
The objective of this work was to evaluate the nutritional requirements of protein and minerals for maintenance and growth of Holstein calves from birth to 87 days old. Forty-two male Holstein calves with 3 days old and 35.56 ± 5.86 kg of initial body weight were used. Ten references animals were randomly slaughtered on the 4th day of the feeding trial. The remaining animals were allocated into 4 treatments (2.0; 4.0; 6.0; 8.0 kg/day of milk). All animals were fed with concentrate starter ad libitum throughout the experiment. From eight animals per treatment, four were slaughtered at 59 days old, while the other four were weaned at the same age and milk exchanged for Coast-cross (Cynodon spp.) hay ad libitum, they were slaughtered at 87 days of age. Three digestibility assays were conducted at the average ages of 17, 42 and 75 days in four animals per treatment, to estimate the digestible nutrients, when feces samples were collected for 24 hours. Milk, concentrate starter and hay samples were collected weekly. At the end of the experiment the animals were slaughtered for quantification of empty body weight (EBW) and body composition. The predicted equations for total dry matter intake (DMITotal) and dry matter intake of milk (DMIMilk) for suckling calves Holstein, according to average daily gain (ADG) and body weight (BW), were respectively: DMITotal= 0,061±0,074 + 0,549±0,072 × DMIMilk + 0,188±0,087 × ADG + 0,006±0,002 × BW and DMIMilk = 1,382 + 2,750 × ADG &#8210; 0,039 × BW. There wasn t any quadratic effect on the amount of milk ingested on intake of dry matter (DMI) (P = 0.656), crude protein (CP) (P = 0.646), ether extract (EE) (P = 0.418) and total carbohydrates (TC) (P = 0.827). However, there was a linear effect of the quantity of milk (P < 0.01) on the consumption of these in the period between 4 and 59 days. During post-weaning wasn t any linear and quadratic effects of the volume of milk on the DM, CP, EE, and TC, which in this period averages, respectively: 1.767, 0.336, 0.026 and 1.365 kg / day. However, the milk had a linear effect on DMI digestibility and nutrient (P < 0.01) during 4-59 days of age, no differences in these variables in the post-weaning period. The average digestibility of DMI, CP, EE, and TC during the period 60-87 days were, respectively: 84.29, 83.98, 77.19 and 87.83%. The average daily gain (ADG, P = 0.885), gain of empty body weight (EBW, P = 0.794), carcass weight gain (CWG, P = 0.950), warm carcass yield (WCY) and cold carcass yield (CCY) weren t influenced by the quadratic effect of the amount of milk intake during lactation was observed only linear effect (P < 0.01) the amount of milk ingested. During post-weaning weren t observed linear and quadratic effects on these variables, these animals showed average 0.807 kg / day for ADG; 0.510 kg / day for EBW; 0.331 kg / day for CWG; 0.497 kg / day for WCY and 0.510 kg / day for CCY. When assessed ADG, EBW and CWG for the period 4-87 days of life of animals (average), it was observed that these variables were influenced only by the linear effect of the amount of milk provided (P < 0.01). The efficiency of utilization of metabolizable energy for maintenance (km) and gain (kg) were 59.91 and 41.46%, respectively. We conclude that the requirements NEm and MEm Holstein suckling calves are 78.6 and 131.2 kcal/EBW0,75/day and NEg can be obtained by the equation: NEg (Mcal / kg EBW / day) = 1,039 × EBW0,094.
Palavras-chave: Bezerros
Raça holandesa
Proteína
Energia
Calves
Holstein calves
Protein
Energy
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIA::NUTRICAO E ALIMENTACAO ANIMAL
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul
Programa: Mestrado em Zootecnia
Citação: LIMA, Jéssika Carolina Moutinho. Predicting dry matter intake and energy requirement of Holstein calves. 2013. 55 f. Dissertação (Mestrado em Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2013.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/5782
Data do documento: 11-Mar-2013
Aparece nas coleções:Zootecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf581 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.