Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/5786
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.authorSilva, Alex Lopes da
dc.date.accessioned2015-03-26T13:55:19Z-
dc.date.available2014-01-17
dc.date.available2015-03-26T13:55:19Z-
dc.date.issued2013-07-22
dc.identifier.citationSILVA, Alex Lopes da. Performance and energy and protein nutritional requirements of crossbred HolsteinxGir dairy calves at different feeding plans. 2013. 71 f. Dissertação (Mestrado em Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2013.por
dc.identifier.urihttp://locus.ufv.br/handle/123456789/5786-
dc.description.abstractObjetivou-se avaliar o consumo, a digestibilidade, o desempenho e o balanço de nitrogênio, e determinar as exigências nutricionais de energia e proteína, de bezerros mestiços HolandêsxGir lactentes, até os 60 dias de vida. Foram utilizados 39 bezerros mestiços, não castrados, com grau de sangue variando de aproximadamente 1/2 a 3/4 HolandêsxGir e com um peso vivo medio inicial de 36+-0,95 kg. , Cinco animais foram designados como grupo referência, sendo abatidos aos 4 dias de vida, para estimar a composição corporal inicial dos animais mantidos em alimentação. Os demais bezerros foram distribuídos, de acordo com um delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial 3X2, sendo três níveis de leite (2,4 ou 8 litros/dia) e dois níveis de concentrado (com ou sem acesso ad libitum à ração concentrada). Aos 15 e 45 dias de vida, quatro animais de cada tratamento foram submetidos a ensaios de digestibilidade com coleta total de fezes, urina por24 horas. Aos 60 dias de vida todos os animais submetidos aos tratamentos foram abatidos, sendo coletadas amostras de componentes não-carcaça (CNC), componentes carcaça (CAR) e calculado o peso de corpo vazio (PCVZ) de cada animal. Procedimento idêntico foi aplicado aos animais do grupo referência. As amostras de alimentos, fezes e de componentes corporais foram avaliadas quanto aos seus teores de materia seca (MS), materia orgânica (MO), proteína bruta (PB) e extrato etéreo (EE). As amostras de fezes e concentrado também foram avaliadas quanto aos seus teores de fibra em detergente neutro corrigida para cinzas e proteína (FDNcp). As amostras de urina foram utilizadas para estimar a excreção urinaria de nitrogênio. Os consumos de matéria seca e de matéria orgânica de concentrado e o de fibra em detergente neutro reduziram de acordo com o aumento dos níveis de leite. A digestibilidade dos nutrientes foi maior nos níveis mais elevados de leite e não apresentou efeito da inclusão de concentrado. Os animais que receberam ração concentrada apresentaram desempenho superior, exceto para os rendimentos de carcaça quente e ñia. Os animais que recebiam maiores volumes de leite também apresentaram desempenho superior aos demais. A excreção de nitrogênio fecal foi maior para os animais que receberam concentrado e não foi alterada pelos níveis de leite. A exigência de energia líquida para mantença foi de 70,8 kcal/PCVZ^O,75 /dia e a exigência de energia metabolizavel para mantença de 99,85 kcal/PCVZ^0,75 /dia. A exigência de energia líquida para ganho, em Mcal/dia, pode ser estimada pela equação 0,0882 x PCVZ^O,75 x GPCVZ^O,9050. A eficiência de utilização da energia metabolizavel para ganho de uma dieta mista foi de 51,58% e a eficiência de uma dieta contendo somente leite de 57,39%. A exigência de proteína metabolizavel para mantença foi de 3,16 g/PV^O,75 . E a exigência de proteína liquida para cada kg de ganho, em g/dia, pode ser estimada através da equação 119 x PCVZ^0,0663. A eficiência de utilização da proteína para ganho foi de 72,9%. Conclui-se que o consumo de materia seca de concentrado e afetado negativamente pelo consumo de matéria seca de leite e que o desempenho e a retenção de nitrogênio aumentam de acordo com o aumento do consumo de materia seca. A eficiência de utilização da energia para ganho do leite e maior do que do concentrado, sendo estes valores 57,39 e 39,30%, respectivamente. A exigência de proteína liquida para ganho aumenta de acordo com o aumento do peso de corpo vazio e a eficiência de uso da proteína metabolizavel para ganho esta relacionada ao perfil aminoacídico da dieta.pt_BR
dc.description.abstractThe objective was to evaluate the intake, digestibility, nitrogen balance and performance, and determine the nutritional requirements of energy and protein for crossbred HolsteinxGir dairy calves until 60 days of life. Thirty nine crossbred dairy infant calves, uncastrated, with degree of blood varying of, approximately, 1/2 to 3/4 HolsteinxGir and average weight of 36+-0.95 kg, were used. Five animals were designed as reference group and were slaughtered at 4 days of life, to estimate initial body composition of animals kept in experiment. The other calves were distributed according to a completely randomized design in a factorial 3X2, with three levels of milk (2.4 or 8 liters/day) and two levels of starter (with or without ad libitum access to feed starter). At 15 and 45 days of life, 4 animals from each treatment were submitted to apparent digestibility trial with total collection of feces and urine, having duration of 24 hours. Food, feces and body components samples were evaluated for dry matter (DM), organic matter (OM), crude protein (CP) and ether extract (EE). Starter and feces samples were also evaluated for neutral detergent fiber corrected for ash and protein (NDFap). Urine samples were used to estimate the urinary nitro gen excretion and purine bases. Dry matter, organic matter, crude protein, ether extract, non-fibrous carbohydrates, metabolizable energy and digestible organic matter intakes increased according to the increase in milk volumes. Nutrients digestibility was higher for the high milk levels and effect of starter inclusion was not observed. Performance was higher for animals that received starter, except for hot and cold oarcass yield. And the performance was higher for animals that received large amounts of milk. Feoal nitrogen was higher for animals that received starter and was not altered for milk levels. Net energy requirement of maintenance was 70,8 koal/EBW^0,75 /day and the metabolizable energy requirements was 99,85 kcal/EBW^0,75 /day. Net energy requirement for gain, in Mcal/day, can be estimated by the equation: 0.0882 x EBW^0,75 x EBG^O,9050. Metabolizable energy efficiency for gain of a mixed diet was 51.58% and the efficiency for a diet containing only milk was 57.39%. Metabolizable protein requirement for maintenance was 3.16 g/LW^O,75. And the net protein requirements for gain, in g/day, can be estimated by the equation: 119 X EBW^O,0663. Metabolizable protein efficiency for gain was 72.9%. It can be conclude that starter dry matter intake is negatively influenced by milk dry matter intake and the performance and nitro gen retention increase according to dry matter intake. Energy efficiency for gain of milk is higher than that of the starter, and these values were 57.39 and 39.30%, respectively. Net protein requirement for gain increase following the increase in empty body weight and the metabolizable protein efficiency for gain is related to diet amino acid profile.eng
dc.description.sponsorshipConselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal de Viçosapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectEnergiapor
dc.subjectLeitepor
dc.subjectProteínapor
dc.subjectEnergyeng
dc.subjectMilkeng
dc.subjectProteineng
dc.titleDesempenho e exigências nutricionais de energia e proteína para bezerros mestiços HolandêsxGir lactentes sob diferentes planos de alimentaçãopor
dc.title.alternativePerformance and energy and protein nutritional requirements of crossbred HolsteinxGir dairy calves at different feeding planseng
dc.typeDissertaçãopor
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/0084562405794059por
dc.contributor.advisor-co1Detmann, Edenio
dc.contributor.advisor-co1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4760013T1por
dc.contributor.advisor-co2Campos, Mariana Magalhães
dc.contributor.advisor-co2Latteshttp://lattes.cnpq.br/6821360432795439por
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.departmentGenética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragiculpor
dc.publisher.programMestrado em Zootecniapor
dc.publisher.initialsUFVpor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIA::NUTRICAO E ALIMENTACAO ANIMAL::EXIGENCIAS NUTRICIONAIS DOS ANIMAISpor
dc.contributor.advisor1Marcondes, Marcos Inácio
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4731725A6por
dc.contributor.referee1Chizzotti, Mario Luiz
dc.contributor.referee1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4702813P0por
dc.contributor.referee2Valadares Filho, Sebastião de Campos
dc.contributor.referee2Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4787028J6por
dc.contributor.referee3Valadares, Rilene Ferreira Diniz
dc.contributor.referee3Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4787025E4por
Aparece nas coleções:Zootecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf6,01 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.