Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/5808
Tipo: Dissertação
Título: Estratégias de suplementação para novilhas de corte em pastejo no período da seca
Título(s) alternativo(s): Supplementation strategies for grazing beef heifers during the dry season
Autor(es): Carvalho, Victor Valério de
Primeiro Orientador: Paulino, Mário Fonseca
Primeiro coorientador: Detmann, Edenio
Primeiro avaliador: Chizzotti, Mario Luiz
Segundo avaliador: Rennó, Luciana Navajas
Terceiro avaliador: Moraes, Eduardo Henrique Bevitori Kling de
Abstract: Esta dissertação foi elaborada a partir de dois experimentos com novilhas Nelore submetidas a diferentes estratégias de suplementação em pasto. No primeiro experimento objetivou-se avaliar os efeitos da substituição progressiva do farelo de soja por farelo de trigo e uréia em suplementos múltiplos, sobre o desempenho, o consumo, a digestibilidade, a síntese ruminal de proteína microbiana e o balanço de compostos nitrogenados em novilhas de corte prenhez em pasto de Brachiaria decumbens Stapf no período da seca. Foram utilizadas 45 novilhas Nelore prenhez (5-6 meses de gestação) com idade e peso médio inicial de 26 meses e 410±2,9 kg, respectivamente. O experimento foi conduzido segundo delineamento inteiramente casualizado com cinco tratamentos e nove repetições. Os suplementos continham aproximadamente 30% de proteína bruta (PB) e substituição progressiva do farelo de soja por farelo de trigo e uréia em 33, 67 e 100%. Aos animais do tratamento controle (MM) foi fornecida suplementação mineral ad libitum e aos demais tratamentos foi fornecidos 1,0 kg/animal/dia de suplemento múltiplo. O consumo de matéria seca (MS), matéria orgânica (MO), proteína bruta (PB) e a matéria orgânica digerida (MOD) foram superiores (P<0,10) para os animais que receberam suplementação múltipla em relação aos que receberam suplementação mineral. Observou-se efeito quadrático do nível de substituição de farelo de soja por farelo de trigo e uréia sobre o consumo de MS de pasto (MSP), de FDN digerida (FDNd), de matéria orgânica digerida (MOD) e de FDNcp em g/kg de peso corporal (PC). A suplementação múltipla aumentou os coeficientes de digestibilidade aparente total da MO e da PB e os níveis de matéria orgânica digerida em g/kg de MS (DOM). Houve efeito linear negativo do nível de substituição no suplemento sobre os coeficientes de digestibilidade da FDNcp, da PB e DOM. O nível de substituição influenciou de forma quadrática a digestibilidade da MO. Não foram observados (P<0,10) efeitos dos níveis de substituição no suplemento sobre a síntese microbiana (NMIC), NMIC relativo (NMICR), eficiência de síntese microbiana (EFM) e sobre as concentrações de nitrogênio ureico no soro (NUS) e na urina (NUU). Conclui-se que a suplementação múltipla melhora o desempenho produtivo de novilhas prenhez em pasto de Brachiaria decumbens no período da seca, e que a substituição do farelo de soja por farelo de trigo e uréia em suplementos múltiplos não compromete o desempenho produtivo desses animais. No segundo experimento objetivou-se avaliar o efeito da adição de complexo enzimático (Allzyme SSF®), levedura ativa (Yea-Sacc®) e monensina sódica (Rumensin®) em suplementos múltiplos sobre o desempenho, consumo, digestibilidade, síntese ruminal de proteína microbiana e o balanço de compostos nitrogenados novilhas Nelore em pasto de Brachiaria Decumbens Stapf. no período da seca. Foram utilizadas 35 novilhas de corte Nelore com idade e peso médio inicial de 21 meses e 383±6 kg, respectivamente. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado com cinco tratamentos e sete repetições. Os tratamentos foram: suplementação mineral ofertada ad libitum (MM); apenas suplemento múltiplo (S); suplemento mais complexo enzimático (ALLZYME SSF®) (S+E); suplemento mais levedura ativa (Yea-sacc®) (S+L); suplemento mais monensina sódica (Rumensin®) (S+M). Os suplementos múltiplos foram ofertados em 1 kg/animal/ dia e continham aproximadamente 25% de PB. O ganho médio diário (GMD) e também o peso corporal final (PCF) foram superiores (P<0,10) para os animais suplementados, quando comparados aos do tratamento controle (MM). Não houve diferença (P>0,10) para GMD e PCF entre os animais que receberam apenas suplemento (S) e os animais que receberam suplemento aditivado (S+E), (S+L), (S+M). Não foram verificados efeitos positivos da utilização dos aditivos sobre o consumo de nutrientes. A adição de monensina sódica diminuiu o consumo de MSP e de FDNcp em g/kg de peso corporal. Não houve efeito positivo dos aditivos sobre os coeficientes de digestibilidades da MO, da FDN e da PB quando comparados aos animais que receberam suplemento sem aditivo ou apenas mistura mineral. A eficiência microbiana não diferiu entre os tratamentos. Conclui-se que a utilização de complexo enzimático, levedura ativa e monensina sódica adicionados individualmente em suplemento múltiplo, não melhora o desempenho produtivo de novilhas de corte prenhez em pasto de Brachiaria decumbens no período da seca.
The first experiment aimed to evaluate performance and nutritional characteristics of the effect of replacing soybean meal by wheat bran and urea in multiple supplements for beef heifers grazing Brachiaria decumbens Stapf. during the dry season. Forty-five Nelore beef heifers (Age: ±26 months; body weight = 410±2,9) were randomly assigned in five treatments and nine repetitions. The supplements contained approximately 30 % crude protein (CP) altered by replacement of soybean meal to wheat bran and urea in supplements (0, 33, 67 and 100%). The animals of the control treatment were provided only mineral mixture ad libitum and other treatments were provided with 1.0 kg/animal/day of multiple supplement. Supplemented heifers had higher (P<0,10) intakes of dry matter (DM), organic matter (OM), crude protein (CP) and digestible organic matter (DOM) when compared to animals in the control treatment. The replacement of soybean meal for wheat bran and urea influenced in a quadratic manner the intakes of pasture dry matter (PDM), digestible neutral detergent fiber (NDFD), digestible organic matter (DOM) and neutral detergent fiber (NDF) (g/kg BW). The supplementation increased the total tract digestibility of OM and CP, and also increased the levels of DOM (g/kg DM). The level of replacement had negative linear effect on the digestibility of neutral detergent fiber corrected for ash and protein (NDFap), CP and DOM. OM digestibility responded in a quadratic manner the increasing proportions of wheat bran and urea. The different proportions of the ingredients did not affect the microbial efficiency, neither the serum concentration of urea nitrogen, and urinary nitrogen excretion. We conclude that providing multiple supplements improve performance of beef heifers grazing Brachiaria decumbens during the dry season, and that the replacement of soybean meal for wheat bran and urea in the supplement does not compromise the performance of these animals. The second experiment aimed to evaluate nutritional characteristics and productive performance of providing different additives in supplements for Nelore beef heifers grazing Brachiaria decumbens during the dry season. Twenty-four beef heifers (21 months; 383±6 kg) were assigned in a completely randomized design with five treatments and seven repetitions. It was added individually to the supplement three different additives: Exogenous enzymes (Allzyme SSF®), Yeast culture (Yea-Sacc®) and Monensin (Rumensin®). The animals of the control treatment were provided only mineral mixture ad libitum and the other treatments were provided with 1.0 kg/animal/day of multiple supplement (25% CP). The different additives had no effect (P<0.10) on ADG and final body weight (FBW). The animals receiving supplement containing monensin had lower intake of pasture dry matter (PDM, kg) and neutral detergent fiber corrected for ash and protein (NDFap, g/kg BW). There were no positive effects on providing additives in the OM, NDF and CP total tract digestibility when compared to the control group. The microbial efficiency was not influenced by the treatments. We conclude that including exogenous enzymes, yeast culture or monensin individually in multiple supplements does not improve performance of beef heifers grazing brachiaria decumbens during the dry season.
Palavras-chave: Novilho - Alimentação e rações
Nutrição animal
Suplementos múltiplos
Enzimas fibrolíticas
Levedura
Monensina sódica
Yearling - Feeding and feeds
Animal Nutrition
Multiple supplements
Fibrolytic enzymes
Yeast
Monensin
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIA::NUTRICAO E ALIMENTACAO ANIMAL::AVALIACAO DE ALIMENTOS PARA ANIMAIS
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul
Programa: Mestrado em Zootecnia
Citação: CARVALHO, Victor Valério de. Supplementation strategies for grazing beef heifers during the dry season. 2014. 55 f. Dissertação (Mestrado em Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2014.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/5808
Data do documento: 27-Fev-2014
Aparece nas coleções:Zootecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf426,09 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.