Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/5845
Tipo: Dissertação
Título: Desempenho de bovinos Nelore alimentados individualmente ou em grupo, exigências nutricionais e avaliação protéica de alimentos para ruminantes
Título(s) alternativo(s): Performance of Nellore cattle fed individualy or in group, nutrient requirements and proteic evaluation of feeds for ruminants
Autor(es): Marcondes, Marcos Inácio
Primeiro Orientador: Valadares Filho, Sebastião de Campos
Primeiro coorientador: Detmann, Edenio
Segundo coorientador: Paulino, Pedro Veiga Rodrigues
Primeiro avaliador: Valadares, Rilene Ferreira Diniz
Segundo avaliador: Paulino, Mário Fonseca
Abstract: O presente trabalho foi desenvolvido a partir de quatro experimentos. Os dois primeiros foram conduzidos com os objetivos de avaliar a produção de matéria seca fecal (MSF) obtida a partir de coleta total ou estimada com o uso de óxido crômico (Cr2O3), dióxido de titânio (TiO2), lignina isolada, purificada e enriquecida de Eucalyptus grandis (LIPE®), fibra em detergente ácido (FDAi) e neutro (FDNi) indigestíveis, adotando-se dois períodos de coleta (três ou cinco dias); avaliar o uso de Cr2O3 ou TiO2 para estimar o consumo de concentrado, e da FDAi e FDNi para estimar o de volumoso; e determinar o consumo de matéria seca (CMS), os coeficientes de digestibilidade da matéria seca e dos nutrientes e a produção de proteína microbiana em animais Nelore de três classes sexuais. No primeiro experimento, foram utilizadas quatro novilhas mestiças, alimentadas com cana-de-açúcar, corrigida com 1,0% de uréia/sulfato de amônio na base da matéria natural, à vontade e oferta de concentrado na base de 1,0 % do peso vivo, fornecido separado do volumoso. Utilizou-se delineamento em sub-blocos, em esquema de parcelas sub-sub-divididas, tendo nas subparcelas os métodos para estimar a MSF e nas sub-sub-parcelas os dias de coleta. O Cr2O3 e o TiO2 foram administrados ao concentrado, na dose de 10 g/animal, e a LIPE® foi colocada via fístula ruminal, na quantidade de 0,5 g/animal. No segundo experimento, foram utilizados 18 animais, distribuídos em delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial 2x3, sendo dois níveis de oferta de concentrado e três classes sexuais. As dietas foram isoprotéicas (12,5% PB) e o volumoso utilizado foi a silagem de milho. A síntese ruminal de compostos nitrogenados foi estimada pela excreção urinária de derivados de purinas. Todos os indicadores estimaram adequadamente a produção de MSF, independente do período de coleta, com exceção da FDAi. Não houve diferença entre o Cr2O3 e o TiO2 para estimar o consumo individual de concentrado (P>0,05). Não houve diferença (P>0,05) entre as classes sexuais e o nível de oferta de concentrado para o CMS e as digestibilidades dos nutrientes, com exceção do extrato etéreo. A eficiência microbiana média encontrada foi de 133,42 g de PB microbiana/kg de NDT. Portanto, recomenda-se utilizar três dias para coletas de fezes, por ser mais barato e menos trabalhos. A escolha entre Cr2O3 e o TiO2 para estimar o consumo de concentrado dependerá de sua disponibilidade e preço, e da facilidade de análises. A FDNi pode ser utilizada para se estimar o consumo individual de volumoso. Não houve diferenças para os consumos de matéria seca entre machos inteiros (MI), machos castrados (MC) e fêmeas (FE) da raça Nelore. A classe sexual não influenciou a produção de proteína microbiana. O terceiro experimento foi conduzido com os objetivos de estimar o consumo individual de matéria seca, de concentrado e de volumoso, de animais alimentados em grupo; avaliar o CMS, o ganho médio diário (GMD) e a conversão alimentar (CA) de animais de três classes sexuais, alimentados individualmente ou em grupo, recebendo dois níveis de oferta de concentrado; e determinar o efeito de níveis de oferta de concentrado (1,00 ou 1,25% do peso vivo) e de classe sexual sobre as características de carcaça de animais Nelore, terminados em confinamento. Também foi objetivo validar as equações de Hankins e Howe (1946), para estimação da composição física da carcaça, e de Paulino (2002) para estimação da composição de macrominerais no corpo vazio de bovinos Nelore; determinar as exigências de energia metabolizável para mantença e exigências líquidas de proteína, energia e macrominerais para ganho, além da eficiência de transformação das exigências líquidas de proteína em exigências de proteína metabolizável, em bovinos Nelore. Foram utilizados 45 bovinos Nelore (15 MC, 15 MI e 15 FE), sendo que nove animais (três de cada classe sexual) foram abatidos ao início do experimento para constituir o grupo referência. Os 36 animais restantes, sendo 12 de cada classe sexual, foram distribuídos em dois esquemas de alimentação (individual ou em grupo), alimentados com dois níveis de oferta de concentrado (1,00 ou 1,25% do PV), perfazendo um esquema fatorial 2x2x3. O experimento teve a duração de 112 dias. Para a estimativa do CMS individual dos animais alimentados em grupo foi utilizada a LIPE® para estimar a produção fecal, o Cr2O3 e o TiO2 para estimar o consumo de concentrado e a FDNi e FDAi para estimar o consumo de volumoso. Ao final do experimento, todos os animais alimentados individualmente foram abatidos para determinação do peso de corpo vazio e composição corporal, sendo que suas meias-carcaças direitas foram divididas em cinco cortes comerciais. Da meia-carcaça esquerda foi retirada a seção HH. As exigências líquidas para ganho de peso foram obtidas derivando-se a equação de predição do conteúdo corporal de cada nutriente, em função do logaritmo do peso de corpo vazio (PCVZ). As exigências de energia metabolizável para mantença foram estimadas a partir da regressão linear da energia retida (ER) em função do consumo de energia metabolizável. A eficiência de conversão das exigências líquidas de proteína em exigências de proteína metabolizável foi obtida pela equação de regressão entre a proteína retida e o consumo de proteína metabolizável. Não houve efeito (P>0,05) do nível de concentrado e do esquema de alimentação sobre o CMS, o GMD e a CA dos animais. Os machos inteiros foram superiores aos MC no rendimento de alguns cortes básicos e estes foram superiores às FE. A equação proposta por Paulino (2002) foi eficiente para se estimar a concentração de Ca no corpo vazio. Para todos minerais estudados foram propostas novas equações para estimar o conteúdo corporal a partir da sua concentração na seção HH. As equações obtidas para estimativa da energia retida foram: ER = 0,0559*PCVZ0,75*GPCVZ1,1037 (MI); ER = 0,0738*PCVZ0,75* GPCVZ0,9688 (MC); ER = 0,1020*PCVZ0,75*GPCVZ1,0408 (FE). O esquema de alimentação não alterou o CMS nem o GMD de animais Nelore de diferentes classes sexuais. Os machos inteiros ganharam aproximadamente 24% a mais de peso do que MC. Os machos castrados ganharam aproximadamente 22% a mais de peso do que FE. Ofertas de concentrado entre 1,00 e 1,25% do PV não influenciaram as principais características de carcaça e seu rendimento, em bovinos Nelore. Os machos inteiros foram mais eficientes que MC e FE, na deposição de carne e apresentaram maiores rendimentos em alguns cortes básicos. As exigências líquidas de energia para ganho aumentaram na medida em que se aumentou o peso vivo dos animais enquanto as exigências líquidas de proteína para ganho diminuíram na medida em que se aumentou o peso vivo dos animais. As exigências líquidas de energia para mantença foram maiores em fêmeas em relação à machos e a eficiência de conversão das exigências líquidas de proteína em exigências de proteína metabolizável foi aproximadamente 50%. Conclui-se que é possível estimar a composição de macrominerais no corpo vazio de bovinos Nelore a partir da seção HH. O quarto experimento teve o objetivo de determinar as frações A e B bem como a taxa de degradação ruminal (Kd), da matéria seca e da proteína bruta, de 27 alimentos utilizados na alimentação de bovinos. Além disso, foi objetivo do trabalho determinar a digestibilidade intestinal da proteína não degradada no rúmen pelas técnicas do saco de náilon móvel e de três estágios. Foram utilizadas quatro fêmeas da raça Nelore, fistuladas no rúmen e no duodeno, e mantidas em sistema de alimentação à vontade, à base de silagem de milho e concentrado. Para a obtenção da degradabilidade ruminal da MS e da PB, os alimentos foram incubados nos tempos 0, 2, 4, 6, 12, 16, 24, 48 e 72 horas, sendo posteriormente determinadas a MS e N total dos resíduos da incubação. As degradabilidades ruminais da PB foram calculadas utilizando-se o modelo proposto por Ørskov e McDonald (1979). Para determinação da digestibilidade intestinal (DI) da proteína bruta foram utilizadas as técnicas do saco de náilon móvel e de três estágios. A maioria dos dados de degradação ruminal da matéria seca e da proteína bruta obtidos estão de acordo com dados encontrados na literatura. A técnica dos três estágios não estimou satisfatoriamente a DI de todos os alimentos avaliados, com exceção dos alimentos protéicos. O farelo de soja foi o alimento que apresentou maior DI da PB (93,95%), seguido pelo milho (85,58%), farelo de algodão 46% de PB (84,93%) e glúten de milho (82,98%), quando se utilizou a técnica do saco de náilon móvel. Concluiu-se que a maioria dos alimentos avaliados possui digestibilidade total da PB maior ou próxima de 90%, com exceção das casca de soja, de café e de cacau e das silagens de milho e de capim-elefante. Recomenda-se a utilização da equação DIPB (%) = 5,1906 + 1,1053*X, para corrigir a DI obtida pela técnica dos três estágios para alimentos não protéicos, sendo X a DI obtida pela técnica de três estágios.
The present work was developed based on four experiments. The two firsts were conducted aiming to evaluate the fecal dry matter production using total fecal collection or estimated by chromic oxide (Cr2O3), titanium dioxide (TiO2), isolated, purified and enriched lignin of Eucalyptus grandis (LIPE®), indigestible neutral and acid detergent fiber (NDFi and ADFi, respectively), in two periods of sample collection (three or five days); to evaluate the use of Cr2O3 and TiO2 to estimate the individual intake of concentrate, and the use of NDFi and ADFi to estimate the individual intake of roughage; and to determine the dry matter intake, the digestibilities coefficients of dry matter and of the nutrients and to determine the microbial protein production in Nellore cattle of three genders. In the first experiment, four heifers were fed with sugar cane plus 1,0% of urea/ammonium sulfate on as-fed basis, ad libitum and 1,0% of live weight in concentrate, fed separate from roughage. Each animal was considered as sub-block (main plots), in a splitplitplot design, being the methods to estimate fecal dry matter the sub-plot and the sampling days the sub-sub-plot. The Cr2O3 and TiO2 were mixed in the concentrate (10 g/animal), and the LIPE® was introduced via cannula (0,5 g/animal). In the second trial, eighteen animals were used, allotted to a complete randomized design, in factorial design 2x3, being two levels of concentrate offer and three genders. The diets had 12,5% CP in the dry matter and the roughage used was corn silage. The ruminal synthesis of nitrogen compounds was estimated using the purine derivatives. All markers estimated properly the fecal dry matter production, with no effects in the sample period, excepting ADFi. There was not difference between Cr2O3 and TiO2 to estimate the individual concentrate intake (P>0,05). There was no significant difference (P>0,05) between genders and levels of concentrate in dry matter intake and nutrient digestibilities, excepted for ether extract. The average microbial efficiency was 133,42 g of microbial CP/kg of TDN. Therefore, it is recommended to use three days of sample collection period because it s cheaper and less labor intensive. The final decision when choosing between Cr2O3 and TiO2 to estimate concentrate intake has to take in account the availability, its cost and laboratorial analysis. The NDFi can be used to estimate the roughage intake. There were not differences in the dry matter intake between Nellore bulls, steers and heifers. The gender didn t influence the microbial protein production. The third experiment was developed aiming to estimate the individual intake of dry matter, concentrate and roughage of animal fed in group. To evaluate the dry matter intake (DMI), daily weight gain (DWG) and feed conversion (FC) by animals of three genders, fed individually or in group, fed two levels of concentrate offer; and determine the effect of two levels of concentrate offer (1, 0% of live weight or 1,25% of live weight) and the genders effect in carcass traits of confined Nellore cattle. It was also the objective to validate the Hankins and Howe (1946) equations, to estimate the carcass physic composition, and the Paulino (2002) equations, to estimate the empty body weight macromineral composition of Nellore cattle; determine the metabolized requirements of energy for maintenance and liquid requirements of crude protein, energy and macromineral for gain, and also the efficiency of conversion of liquid protein requirements into metabolized protein requirements in Nellore cattle. Forty five Nellore (15 bulls, 15 steers and 15 heifers) were used, being nine animals (three of each genders) slaughtered at the beginning performing the reference group. The 36 animals remaining (12 of each gender) were allotted in two levels of concentrate offer (1,0% and 1,25% of live weight) and two schemes of feeding (individually or in group), in a factorial design 2x2x3. The trial lasted 112 days. To estimate the individual DMI of the animal fed in group, the LIPE® was used to estimate the fecal dry matter production, the Cr2O3 and TiO2 to estimate the individual concentrate intake and NDFi and ADFi were used to estimate the individual roughage intake. At the end of the experiment all animals fed individually were slaughtered to determine the empty body weight and corporal composition, being the right carcass divided in five commercial cuts. From left carcass the HH section was obtained. The liquid requirements for gain were obtained by deriving the equation of corporal content of each nutrient, in function of log of empty body weight. The metabolized energy requirements for maintenance were estimated by a regression of retained energy and metabolized energy intake. The efficiency of conversion into metabolized protein was estimated by regressing the protein retained and metabolized protein intake. There were not effects (P>0,05) of concentrate level and feed scheme in DMI, DWG and FC. Bulls were superior to steers in some weights of the commercial cuts and steers were superior to females. Paulino s (2002) equation was efficient to estimate Ca concentration in the empty body weight. For all macromineral were proposed news equations to estimate its contents in empty body weight using the HH section. The equations obtained for retained energy were: RE = 0,0559*EBW0,75*EBWG1,1037 (bulls); RE = 0,0738*EBW0,75* EBWG0,9688 (steers); RE = 0,1020*EBW0,75*EBWG1,0408 (females). The feed scheme did not influence the DMI and DWG of Nellore cattle of three genders. Bulls grow 24% faster than steers and steers grow 22% faster than females. The concentrate offer between 1,0 and 1,25% of live weight did not influence carcass traits in Nellore cattle. Bulls were more efficient in meat deposition and had higher yield in some commercial cuts. Liquid energy requirements for gain increase with higher live weights while liquid protein requirements for gain decrease with higher live weights. The metabolized energy requirements for maintenance were higher for females and the efficiency of conversion into metabolized protein is about 50%. It can be concluded that is possible to estimate the macromineral composition using the HH section in Nellore cattle. The fourth experiment was developed aiming to determine the fraction A, B and kd of dry matter and crude protein of 27 feeds used for ruminants in Brazil. It was also the objective of the trial to determine the intestinal digestibility of rumen undegraded protein by the three steps and the mobile nylon bag techniques. Four Nellore females, cannulated in rumen and duodenum, were fed ad libitum with corn silage and concentrate. The Orskov and McDonald (1979) model was used to obtain the rumen degradability of DM and CP, and the times of incubation were 0, 2, 4, 6, 12, 16, 24, 48 and 72 hours, being after that determined the DM and total nitrogen in the residues of incubation. To determine the intestinal digestibility (ID) of CP was used the three steps and the mobile nylon bag techniques. The ruminal degradation of DM and CP data were similar to literature. The three step technique did not estimate properly the ID of all feed evaluated, excepted for the proteic feeds. The soybean meal (93,95%) had the higher ID of CP using the mobile nylon bag technique, and corn (85,58%), cotton seed meal 46% of CP (84,93%), corn gluten (82,98%) comes after. It can be concluded that the most feeds have total CP digestibility higher or next to 90%, excepting for soybean, coffee and cacao hulls and elephant-grass and corn silage. It is recommended to use the equation IDCP (%) = 5,1906 + 1,1053*X, to correct the ID obtained by the three steps technique for non-proteic feeds, being X the ID obtained by the three steps technique.
Palavras-chave: Bovino
Nutrição
Necessidades
Digestibilidade intestinal
Consumo em grupo
Indicadores
Bovine
Nutrition requirements
Digestibility
Intake in group
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIA::NUTRICAO E ALIMENTACAO ANIMAL
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul
Programa: Mestrado em Zootecnia
Citação: MARCONDES, Marcos Inácio. Performance of Nellore cattle fed individualy or in group, nutrient requirements and proteic evaluation of feeds for ruminants. 2007. 152 f. Dissertação (Mestrado em Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2007.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/5845
Data do documento: 12-Mar-2007
Aparece nas coleções:Zootecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf496,39 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.