Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/5978
Tipo: Dissertação
Título: Desempenho e viabilidade econômica da suplementação proteica de novilhos de corte em pasto no período das águas e transição águas-seca
Título(s) alternativo(s): Performance and economic viability of protein supplementation for grazing cattle steers in the dry-wet transition season
Autor(es): Pereira Junior, Wolney Alvim
Primeiro Orientador: Paulino, Mário Fonseca
Primeiro avaliador: Zervoudakis, Joanis Tilemahos
Segundo avaliador: Veloso, Cristina Mattos
Abstract: Neste experimento, o objetivo foi avaliar o desempenho e viabilidade econômica da suplementação proteica de bovinos de corte em pasto no período das águas e transição águas-seca. Foram utilizados 80 novilhos Nelore não castrados, com média de peso corporal em jejum de 371±11,3 kg. Os tratamentos experimentais foram: SM Suplemento Mineral; SMP 20% FS Suplementação Mineral Proteica com 20% de PB, composta de milho, farelo de soja, ureia e mistura mineral, com ingestão média diária de 410 g/animal; SMP 40% UR Suplementação Mineral Proteica com 40% de PB, composta de milho, ureia e mistura mineral, com ingestão média diária de 223 g/animal; e SMP 40% UP Suplementação Mineral Proteica com 40% de PB, composta de milho, ureia, ureia protegida e mistura mineral, com ingestão média diária de 236 g/animal. O delineamento utilizado foi o inteiramente casualizado com 20 repetições por tratamento. Empregou-se o teste de Tukey na análise estatística dos dados. Houve diferença nos resultados (P<0,05) do SMP 40% UP, comparado com o SM, com ganhos médios diários de 1,06 kg/animal para SMP 40% UP e 0,95 kg/animal para SM. Não ocorreu diferença no ganho médio diário (GMD) (P>0,05) entre SMP 40% UP, SMP 40% UR e SMP 20% FS. Houve diferença (P<0,10) na taxa de acúmulo de gordura no músculo Longissimus dorsi (TAEGLD) no tratamento SMP 40% UP, que apresentou 0,018 mm de acúmulo de gordura/dia em relação ao tratamento SMP 40% UR, que teve 0,011 mm de acúmulo de gordura/dia. A taxa de acúmulo de gordura no músculo Longissimus dorsi (TAEGLD) não diferiu (P>0,10) entre os tratamentos SMP 40% UP, SMP 20% FS e SM. Não houve efeito (P>0,10) em nenhum dos tratamentos sobre a taxa de acúmulo de gordura na região da garupa (TAGP8). Todos os tratamentos apresentaram margem líquida positiva. A melhor margem líquida foi observada no tratamento SMP 40% UP, ou seja, R$123,92 por animal/período, enquanto a menor, no tratamento SMP 20% FS, ou seja, R$98,91 por animal/período. O maior diferencial de margem líquida em relação ao tratamento SM foi verificado no tratamento SMP 40% UP, R$9,29 por animal/período ou 8,1% de receita adicional. Na simulação de integração de produção em pasto com o sistema de confinamento, observou-se que os suplementos SM e SMP 20% FS não reduziram o tempo de permanência dos animais no confinamento. Os animais suplementados com SMP 40% UR podem diminuir o tempo de confinamento em dois dias, com economia de R$9,60, enquanto aqueles suplementados com SMP 40% UP, reduzir o tempo de confinamento em cinco dias, com economia de R$24,00.
The objective of this experiment was to evaluate performance and economic viability of protein supplementation of grazing beef cattle in the dry-wet transition season. Eight non-castrated Nellore steers with body weight in fasting of 371±11.3 kg were used in the experiment. The experimental treatments were the following: MS Mineral supplement; PMS 20% FS Protein mineral supplementation with 20% CP composed of corn, soybean meal, urea and mineral mixture with daily average intake of 410 g/animal; PMS 40% UR protein mineral supplementation with 40% of CP, composed of corn, urea and mineral mixture with average daily intake of 223 g/animal; and PMS 40% UP Protein Mineral Supplementation with 40% of CP, composed of corn, urea, protect urea and mineral mixture with daily average intake of 236 g/animal. It was used a complete random design with 20 replicates per treatment and the test of Tuckey in the statistical analysis of the data. There was a difference in the results (P<0.05) of PMS 40% UP compared with MS with daily average gains of 1.06 kg/animal for PMS 40% UP and 0.95 kg/animal for MS, respectively. There were no differences in the daily average gain (DAG) (P>0.05) between PMS 40% UP, PMS40% UR and PMS 20% FS. There was difference (P<0.10) in the fat accumulation rate in longissimus dorsi muscle in the treatment PMS 40% UP, which presented 0.018 mm of fat accumulation/day in relation to the treatment PMS 40% UR, which presented 0.011 mm of fat accumulation/day. Fat accumulation rate in longissimus dorsi did not differ (P>0.10) among treatments PMS 40% UP, PMS 20% FS and MS. It was not found any effect (P>0.10) on any of the treatments on fat accumulation rate in the rump region (FARP8). All treatments presented a positive net margin. The best net margin was observed for treatment PMS 40% UP, that is, R$123.92 per animal/period, whereas the smallest was observed in treatment PMS 20% FS, that is, R$98.91 per animal/period. The greatest differential of net margin in relation to treatment MS was found in treatment PMS 40% UP, R$9.29 per animal/period or 8,1% of additional revenue. When simulating pasture production integration with confinement system, it was found that supplements PM and PMS 20% did not reduce permanence time of animals in confinement. Animals supplemented with PMS 40% UR can reduce confinement period by two days, saving R$9.60, whereas those supplemented with PMS 40% UP can reduce condiment period by five days saving R$24.00.
Palavras-chave: Bovinos
Forragem
Ganho de peso
Cattle
Forage
Weight gain
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIA::NUTRICAO E ALIMENTACAO ANIMAL
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul
Programa: Mestrado Profissionalizante em Zootecnia
Citação: PEREIRA JUNIOR, Wolney Alvim. Performance and economic viability of protein supplementation for grazing cattle steers in the dry-wet transition season. 2012. 45 f. Dissertação (Mestrado em Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2012.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/5978
Data do documento: 5-Jun-2012
Aparece nas coleções:Zootecnia - Mestrado Profissional

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf263,76 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.