Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/5985
Tipo: Dissertação
Título: Silagens de cana-de-açúcar tratadas com Lactobacillus kefiri e L. brevis: efeitos no perfil fermentativo e na estabilidade aeróbia
Título(s) alternativo(s): Sugar cane silages treated with Lactobacillus kefiri and L. brevis: effects on fermentation profile and aerobic stability
Autor(es): Checoli, Marcelo Bonsi
Primeiro Orientador: Pereira, Odilon Gomes
Primeiro avaliador: Santos, Mateus Castilho
Segundo avaliador: Daniel, João Luiz Pratti
Abstract: Foi avaliado o efeito de inoculantes bacterianos contendo cepas heterofermentativas de Lactobacillus kefiri e Lactobacillus brevis no perfil fermentativo e na estabilidade aeróbia de silagens de cana-de-açúcar. Avaliaram-se quatro tratamentos: controle (C) sem aditivo; aditivo 1 (LB) cepas de bactérias heteroláticas Lactobacillus brevis aplicadas na dose de 2 x 105 unidades formadoras de colônia/g (UFC/g); aditivo 2 (LK) cepas de bactérias heteroláticas Lactobacillus kefiri aplicadas na dose de 2 x 105 ufc/g; e aditivo 3 (LBK) mescla de cepas de bactérias heteroláticas Lactobacillus brevis (1 x 105 ufc/g) e Lactobacillus kefiri (1 x 105 ufc/g) aplicadas na dose total de 2 x 105 ufc/g. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado com cinco repetições, totalizando 20 silos experimentais. Após os tratamentos, o material foi ensilado em baldes plásticos de 20 L de capacidade, obtendo-se uma massa específica de 600 kg/m3 de massa verde. Na silagem controle, foi observado menor (P<0,05) teor de matéria seca e maiores (P<0,05) teores de FDN e FDA, bem como menor (P<0,05) digestibilidade verdadeira in vitro da matéria seca. Independentemente dos tratamentos utilizados, o pH não sofreu alteração. As contagens de bactérias láticas e os teores de etanol e ácido lático foram menores (P<0,05) nas silagens inoculadas. O teor de ácido acético foi maior na silagem tratada com L. Kefiri em relação à controle e àquela tratada com Lactobacillus brevis. O teor de 1,2-propanodiol foi maior na silagem tratada com L. kefiri. Não houve efeito de tratamentos sobre a estabilidade aeróbia das silagens, porém, na temperatura acumulada em cinco dias, o L. kefiri apresentou melhor resultado. As silagens inoculadas mostraram melhor perfil fermentativo, resultando em melhor recuperação da matéria seca e consequente diminuição da deterioração aeróbia.
The aim of this study was to evaluate the effect of bacterial inoculants containing heterofermentative strains of Lactobacillus brevis and Lactobacillus kefiri on the fermentation profile and aerobic stability of sugar cane silages. Four treatments were evaluated: control (C) - without additives; Additive 1 (LB) - strain of heterolactic bacteria Lactobacillus brevis applied at a rate of 2 x 105 colony forming units/g (CFU/g), Additive 2 (LK) - strains of heterolactic bacteria Lactobacillus kefiri applied at a rate of 2 x 105 cfu/g; Additive 3 (LBK) a blend of Lactobacillus brevis (1 x 105 cfu / g) and Lactobacillus kefiri (1 x 105 cfu / g) was applied at a total rate of 2 x 105 cfu/g. The experimental design was completely randomized with five replicates for each treatment, resulting in 20 silos. After the treatments had been applied, the material was ensiled in 20 L plastic buckets, resulting in bulk density of 600 kg/m3 of fresh weight. In the control silage, there was lower dry matter content (P<0.05), and higher NDF and ADF contents (P<0.05), as well as lower in vitro true digestibility of dry matter (P<0.05). Regardless of treatments, pH did not change. The counts of lactic acid bacteria, and the contents of ethanol and lactic acid were lower (P<0.05) in the inoculated silages. Acetic acid content was higher in the silage trated with L. Kefiri, compared with the control and the silage treated with Lactobacillus brevis, while the 1,2-propanediol content was higher for the treatment with L. kefiri. There was no effect of treatments on aerobic stability of the silages; however, L. kefiri obtained the best result for temperature accumulated for 5 days. The inoculated silages had better fermentation profile, resulting in a better recovery of dry matter and consequent reduction of aerobic deterioration.
Palavras-chave: Cana-de-açúcar
Silagem
Lactobacillus - Fermentação
Sugar cane
Silage
Lactobacillus - Fermentation
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIA::PASTAGEM E FORRAGICULTURA::AVALIACAO, PRODUCAO E CONSERVACAO DE FORRAGENS
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul
Programa: Mestrado Profissionalizante em Zootecnia
Citação: CHECOLI, Marcelo Bonsi. Sugar cane silages treated with Lactobacillus kefiri and L. brevis: effects on fermentation profile and aerobic stability. 2014. 35 f. Dissertação (Mestrado em Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2014.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/5985
Data do documento: 28-Jul-2014
Aparece nas coleções:Zootecnia - Mestrado Profissional

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf421,59 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.