Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/6243
Tipo: Dissertação
Título: Educação e alocação ocupacional no Brasil: uma análise dos efeitos do descasamento entre a formação profissional e o posto de trabalho sobre os salários
Education and Occupational Allocation in Brazil : An Analysis of the Effects of Mismatch Between Vocational Education and Job on Wages
Autor(es): Vieira, Rhayana Holz
Abstract: A escolaridade desempenha um papel primordial para explicar os rendimentos auferidos no mercado de trabalho, bem como os diferentes rendimentos evidenciados entre trabalhadores. No entanto, com a expansão do nível médio de escolaridade dos trabalhadores dos Estados Unidos, outros fatores foram importantes para explicar os rendimentos destes trabalhadores. Tais fatores são associados à ocupação do trabalhador, no sentido que evidenciou que muitos possuíam maior nível educacional do que a ocupação exigia. Essa constatação fez surgir as análises voltadas para os sobre-educados, os subeducados e os compatíveis na relação escolaridade/ocupação, abrangendo a literatura denominada incompatibilidade vertical. À medida que os estudos internacionais voltados para essa temática avançaram, foi evidenciado que a sobre-educação é um fator que traz penalidades aos rendimentos dos indivíduos no mercado de trabalho quando estes são comparados aos trabalhadores que possuem a escolaridade compatível com a exigida pela ocupação. No entanto, novas possibilidades de descasamentos ou incompatibilidade surgiram, uma vez que o profissional ainda poderia está compatível para a ocupação, contudo, fosse incompatível com o tipo de área exigido para aquela ocupação. Essa dinâmica e percepção fez com que houvesse uma discussão em torno da incompatibilidade horizontal, em que avalia o tipo de formação e a área da ocupação. As avaliações internacionais sugeriram que os reflexos nos rendimentos quando atua-se em desvio de área varia de acordo com a área analisada. Mediante ao exposto, o presente trabalho buscou avaliar os reflexos nos rendimentos verificados no mercado de trabalho brasileiro mediante a sobre-educação e também ao desvio de área, buscando colaborar para a temática ainda tão escassa no Brasil. Para tanto, selecionou-se cinco grupos de profissionais graduados: médicos, engenheiros civis e de construção, engenheiros mecânicos e metalúrgicos, bacharéis em direito e economistas. Assim, utilizando os dados do Censo Demográfico de 2010 e a Classificação Brasileira de Ocupações (CBO) foi possível construir dois grupos de variáveis, uma relativa aos sobre-educados e outra relativa aos que estão em desvio de área. Como são avaliadas cinco profissões foi necessário associar cada profissão aos dois tipos de descasamento. Através da modelagem de regressão quantílica, em que possibilita a análise mais detalhada dos efeitos da sobre-educação e do desvio de área ao longo da distribuição de rendimentos, identificou-se que para todas as profissões ser sobre-educado resulta em perda salarial quando compara-se com indivíduos que são compatíveis na ocupação. Analisando os indivíduos que estão em desvio de área, percebe-se que para a maioria dos profissionais existe uma perda salarial associada a esta situação, no entanto, para os engenheiros civis e de construção e os economistas verificou-se o oposto, na medida que em alguns quantis o desvio de área traz prêmios salariais.
Schooling plays a leading role to explain earned income in labor market, as well as the different earnings noticed among workers. However, with the expansion of the workers’ average level of schooling in the United States, other factors became important to explain workers’ earnings. These factors are associated with the worker’s occupation in the sense that many workers had higher education than required by their occupation, from this circumstance several studies on over-education, vs under-education and well-matched education emerge. These are contained in the vertical mismatch literature. With the current progress of the international research on this subject, it has been shown that over-education is a factor that can result in penalties to workers’ earnings in the labor market when compared to workers that have a level of schooling compatible with their occupation. Additionally, new possibilities of mismatch have emerged, for example despite the occupation being incompatible with the area of education, the worker could still be compatible with the occupation. This dynamic and perception made for the emergence of a debate on the horizontal mismatch which evaluates the kind of educational background and the area of occupation of the worker. International assessment suggests that the influence of schooling on earnings when the individual works in a different area of expertise varies according to the occupation analyzed. From the context presented above, this research evaluates the influence on earnings verified in the Brazilian labor market through the analysis of over-education and over-qualification with regard to skill sets, thus aiming to contribute to the ongoing studies on this subject in Brazil. To quantify, the following five groups of graduate professionals were selected: Physicians, Civil Engineers, Mechanical and Metallurgical Engineers, Lawyers, and Economists'. Using data from the Demographic Census of 2010 and the Brazilian Classification of Occupations (CBO) it was possible to build two groups of variables, one related to over-education and the other related with over-qualification. As these relate to the analysis of the five professions, it becomes necessary to associate each of them with the two types of mismatch. With regards to the modeling, the quantile regression method was used as it makes possible the detailed analysis of the effects of over-education and over-qualification on earnings distribution. Results showed that for all professions, being over-educated implied in wage loss when in comparison with individuals that were in compatible occupations. Studying the individuals that were over-qualified it was possible to see that for most professionals, there was a wage loss associated to this situation. For civil engineers and economists the results were different, once in some quantiles the over-qualifications resulted in wage bonuses.
Palavras-chave: Profissionais de nível superior - Emprego - Salários
Mercado de trabalho
Renda
CNPq: http://lattes.cnpq.br/4027566518192064
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: VIEIRA, Rhayana Holz. Educação e alocação ocupacional no Brasil: uma análise dos efeitos do descasamento entre a formação profissional e o posto de trabalho sobre os salários. 2015. 73f. Dissertação (Mestrado em Economia) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2015.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/6243
Data do documento: 20-Mar-2015
Aparece nas coleções:Economia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo645,36 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.