Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/6301
Tipo: Dissertação
Título: Relationships between pre-service teachers' emotions and beliefs about learning and teaching English
Relações entre crenças e emoções de professores em formação inicial sobre o ensino e aprendizagem de Língua Inglesa
Autor(es): Rodrigues, Neide Nunes
Abstract: Studies on language learning and teaching have focused for a long time on the cognitive dimension of these processes and not so much on the role emotions play on them (ARAGÃO, 2005; SWAIN, 2011; CANDIDO RIBEIRO, 2012; BARCELOS 2013). Recently, researchers have argued that investigating the relationship between the two concepts helps us to broaden our understanding of the many issues related to this topic (SWAIN, 2011; BARCELOS, 2013). In an attempt to contribute to research on this area, this study investigated pre-service teachers in the Languages and Literatures Program (LLP) of a federal university of the southeastern of Brazil, who were taking the English Teaching Practicum I. The study aimed at identifying pre-service English teachers’ beliefs, emotions, and possible relationships between them. In order to achieve these aims, the following research questions guided the study: 1) What beliefs do pre-service teachers hold about English learning and teaching?; 2) Which emotions did they experience as language learners and during the Practicum?; 3) Is there a relationship between their emotions and beliefs? If so, how do they interact with each other? The theoretical framework was based on studies on beliefs (PAJARES, 1992; BARCELOS, 2000, 2001, 2004 2006, 2007, 2007b, 2013; VIEIRA-ABRAHÃO, 2002; BARCELOS & KALAJA, 2011, 2013; KALAJA & BARCELOS, 2003, 2011), emotions ZEMBYLAS, 2002a, 2002b, 2003, 2004; ARAGÃO, 2008; CANDIDO RIBEIRO, 2012), and the relationships between them (FRIJDA et al, 2000; FRIJDA & MESQUITA, 2000; HARMON- JONES, 2000; FORGAS, 2000; SWAIN, 2011; BARCELOS, 2013; GOLOMBEK & DORAN, 2014). Two semi-structured questionnaires, a semi-structured interview, a written narrative, participants’ class observation diaries, final reports, field notes, and researcher’s journal were used as data collection instruments. The findings revealed that pre-service teachers’ emotions and beliefs about learning and teaching English related in dynamic, complex, interactive, reciprocal, and dissonant ways provoking belief formation, change and strengthening. These relationships were closely associated to pre-service teachers’ actions, identities, and the nature of the interactions they established with others within specific social, historical, and political contexts.
Estudos sobre o ensino e a aprendizagem de línguas têm focado por muito tempo na dimensão cognitiva desses processos e dado pouca atenção ao papel que as emoções neles desempenham (ARAGÃO, 2005; SWAIN, 2011; CANDIDO RIBEIRO, 2012; BARCELOS 2013). Atualmente, pesquisadores vêm argumentando que a investigação sobre a relação entre os dois conceitos pode nos ajudar a ampliar nossa compreensão sobre as várias questões relacionadas ao tema (SWAIN, 2011; BARCELOS, 2013). Numa tentativa de contribuir com a pesquisa sobre o assunto, este estudo investigou professores pré-serviço do curso de Letras de uma universidade federal, localizada na região sudeste do Brasil, que estavam cursando a disciplina de Estágio Supervisionado de Língua Inglesa I. O estudo teve como objetivos identificar as crenças e emoções desses professores assim como a relação entre elas. Para alcançá-los, as seguintes perguntas de pesquisa guiaram este estudo: 1) Quais crenças os professores pre-serviço possuem sobre os processos de ensino e aprendizagem de Língua Inglesa? 2) Que emoções eles vivenciaram como alunos e durante o estágio? 3) Há alguma relação entre suas crenças e emoções? Se sim, como elas se relacionam? O referencial teórico foi baseado em estudos sobre crenças (PAJARES, 1992; BARCELOS, 2000, 2001, 2004 2006, 2007, 2007b, 2013; VIEIRA-ABRAHÃO, 2002; BARCELOS & KALAJA, 2011, 2013; KALAJA & BARCELOS, 2003, 2011) emoções (ZEMBYLAS, 2002a, 2002b, 2003, 2004; ARAGÃO, 2008; CANDIDO RIBEIRO, 2012), e as relações entre elas (FRIJDA et al, 2000; FRIJDA & MESQUITA, 2000; HARMON-JONES, 2000; FORGAS, 2000; SWAIN, 2011; BARCELOS, 2013; GOLOMBEK & DORAN, 2014). Dois questionários semi-estruturados, uma entrevista semi-estruturada, uma narrativa escrita, diário de observação de aulas dos participantes, relatório final, notas de campo e diário de pesquisa foram utilizados como instrumentos de coleta de dados. Os resultados revelaram que as emoções e crenças dos professores pré-serviço sobre o ensino e aprendizagem de inglês interagiram de forma dinâmica, complexa, interativa, recíproca e dissonante, provocando a formação, mudança e fortalecimento de crenças. Essas interações tiveram relação com suas ações, identidades e a natureza de suas interações dentro de contextos sócio-hitóricos e políticos específicos.
Palavras-chave: Língua inglesa - Estudo e ensino
Professores de língua - Informação
Emoção
Aprendizagem
CNPq: Lingüística Aplicada
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: RODRIGUES, Neide Nunes. Relationships between pre-service teachers' emotions and beliefs about learning and teaching English. 2015. 156f. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2015.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/6301
Data do documento: 30-Mar-2015
Aparece nas coleções:Letras

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo1,36 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.