Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/6348
Tipo: Dissertação
Título: Resposta ao etileno e ação do 1-MCP e do STS na longevidade de pimenteiras ornamentais
Response to ethylene and 1-MCP and STS action on longevity of ornamental pepper
Autor(es): Oliveira, Milena Maria Tomaz de
Abstract: O objetivo desse estudo foi avaliar a resposta ao etileno e a ação do l-MCP e STS sobre a longevidade em variedades comerciais de pimenteira ornamental das espécies C.annuum e C. frutescens cultivadas em vaso. Plantas das variedades comerciais de pimenteiras ornamentais “Espaguetinho", “Etna”, “Peppa" e "Karneval" foram tratadas com 10 uL L'1 de etileno por 48 horas e avaliadas quanto a responsividade. As variedades classificadas como altamente sensíveis à ação do etileno, “Espaguetinho", “Peppa" e “Karneval" foram tratadas com os inibidores da ação do etileno, 1- Metilciclopropeno (l-MCP) e Tiossulfato de prata (STS). Na avaliação da qualidade e longevidade, após a aplicação dos tratamentos, as plantas foram transferidas para o interior de uma sala para simulação de interior (lojas, floriculturas, supermercados e casa do consumidor final) a 20-25 ºC e 7-10 umol s"1 m'2 de luz fluorescente em regime de 12 horas, irrigadas com 150 ml de água/vaso quando necessário. A avaliação da resposta mostrou que a variedade comercial “Etna”, exibiu resposta moderada a exposição a 10 uL L'1 de etileno por 48 horas. “Espaguetinhoº, “Peppa" e “Karneval", foram classificadas como altamente sensíveis ao etileno, com descarte no lº dia de prateleira pela perda total de seus atributos ornamentais. As folhas das quatro variedades demonstraram maior resposta ao etileno que os frutos pela alta taxa de abscisão. Nas plantas das quatro variedades houve uma redução nos teores de clorofila e balanço de nitrogênio. Os conteúdos de flavonóides permaneceram praticamente inalterados ao longo da vida em vaso. A exposição a 10 uL L'1 de etileno por 48 horas afetou a qualidade e a longevidade das plantas, reduzindo drasticamente a vida de prateleira. Os inibidores da ação do etileno, l-MCP e STS foram eficientes. Nas variedades “Espaguetinho", “Peppa" e “Karneval" o pré- tratamento com l-MCP, mesmo seguido de etileno, foi eficaz em inibir a ação do etileno e reduzir a abscisão de folhas e frutos. A aplicação de STS isolado teve efeito positivo sobre a longevidade, não havendo indícios de fitotoxidez. O tratamento com STS quando seguido por exposição ao etileno, não causou inibição da ação do etileno, tendo efeito semelhante aos controles ou etileno isolado. Nas plantas das quatro variedades houve redução nos teores de clorofila e balanço de nitrogênio. Os conteúdos de flavonóides, não foram afetados ao longo da vida em vaso. A exposição ao etileno provocou uma drástica redução na qualidade visual, longevidade e vida em vaso das variedades comerciais “Espaguetinho", “Etna”, “Peppa" e “Karneval", em resposta ao etileno. Entretanto, a ação dos anti etilenos, l-MCP e STS, mostrou efeito positivo no controle das ações deletérias provocados pela ação do etileno, preservando a qualidade e favorecendo a longevidade de pimenteiras ornamentais em vaso.
The aim of this study was to evaluate the response to ethylene and the action of 1- MCP and STS on longevity in commercial varieties of ornamental pepper of C. annuum and C. frutescens species grown in pots. Plants of the commercial varieties of ornamental pepper ‘Espaguetinho’, ‘Etna’, ‘Peppa’ and ‘Karneval’ were treated with 10 uL L'l ethylene for 48 hours and evaluated for responsiveness. Varieties which are classified as highly sensitive to the action of ethylene, ‘Espaguetinho’, ‘Peppa’ and ‘Karneval’ were treated with ethylene action inhibitor, 1- Methylcyclopropene (l-MCP) and Silver Thiosulfate (STS). In assessing the quality and longevity, after the treatments, the plants were transferred to the interior of a room for indoor simulation (shops, flower shops, supermarkets and home of the final consumer) at 20-25 oC and 7-10 umol s"1 m"2 fluorescent light 12 hour basis, irrigated with 150 ml of water/pot when required. The evaluation showed that the response of the commercial variety ‘Etna’, exhibited moderate response to exposure to 10 uL L'l ethylene for 48 hours. ‘Espaguetinho’, ‘Peppa’ and ‘Karneval’, were classified as highly sensitive to ethylene, with disposal on lst day shelf by the total loss of their ornamental attributes. The leaves of four varieties showed greater response to ethylene that the fruit by the high rate of abscission. In plants of four varieties there was a reduction in chlorophyll content and nitrogen balance. The flavonoid content remained practically unchanged over the life of the vessel. The exposure to 10 uL L'l ethylene for 48 hours affect the quality and longevity of plants, drastically reducing the shelf life. The ethylene action inhibitor, l-MCP and STS were efficient. In varieties ‘Espaguetinho’, ‘Peppa’ and ‘Karneval’ pretreatment with l-MCP, even followed ethylene was effective in inhibiting the ethylene action and reduce leaf and fruit abscission. STS applying isolated had a positive effect on longevity, with no evidence of toxicity symptoms. Treatment with STS when followed by exposure to ethylene, caused no inhibition of ethylene action, and effect similar to controls or isolated ethylene. In plants of four varieties decreased content of chlorophyll and nitrogen balance. The content of flavonoids were not affected during the life of the vessel. The exposure to ethylene caused a drastic reduction in visual quality, longevity and pot life of commercial varieties ‘Espaguetinho’, ‘Etna’, ‘Peppa’ and ‘Karneval’ in response to ethylene. However, the action of anti ethylenes l-MCP and STS showed positive effect in controlling the harmful effects caused by the action of ethylene, preserving the quality and promoting the longevity of ornamental pepper pot.
Palavras-chave: Capsicum annuum
Capsicum frutescens
Plantas - Efeito do etileno
CNPq: Fisiologia das plantas cultivadas
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/6348
Data do documento: 19-Fev-2015
Aparece nas coleções:Fisiologia Vegetal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdfTexto completo925,27 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.