Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/6417
Tipo: Dissertação
Título: Diversidade genética e patogênica de Pochonia chlamydosporia para o controle de Meloidogyne enterolobii
Genetic and pathogenic diversity of Pochonia chlamydosporia to control Meloidogyne enterolobii
Autor(es): Araújo, Elder Oliveira de
Abstract: O potencial de exploração de Pochonia chlamydosporia (Pc) requer a elucidação de vários fatores ecológicos, incluindo preferências tróficas e especificidade do hospedeiro. Com isso, 41 isolados dessa espécie foram avaliados in vitro quanto à sua capacidade parasítica de ovos de Meloidogyne enterolobii e diversidade genética. Dentre eles, os isolados Pc-02, Pc-10, Pc-46, Pc-47, Pc-48, Pc-52, Pc-53, Pc-54 e Esp- 123 proporcionaram maior controle e foram selecionados para estudos em casa de vegetação. No ensaio in vivo, todos isolados apresentaram redução do número de ovos, porém o Pc-02 e Pc-10 se destacaram, promovendo maior crescimento das plantas de tomate. Em relação ao número de galhas e massa fresca de raiz, não houve diferença significativa entre os tratamentos. Com o levantamento de espécies de Meloidogyne em Ubajara-CE, foi detectado M. enterolobii em 61% das glebas, considerado um nível altíssimo, por se tratar de um nematoide muito agressivo. No estudo da variabilidade genética dos isolados de P. chlamydosporia foram utilizados os marcadores IRAP e REMAP. Verificou-se que na análise dos padrões eletroforéticos combinados dessas técnicas, 17 loci foram amplificados, sendo que 82,3% foram polimórficos. Os dois conjuntos de primers baseados em elementos transponíveis, demonstraram reprodutibilidade e foram capazes de gerar amplificações em 78% dos isolados. A diversidade gênica (H E ) foi de 0,23 (0,17) e a análise de agrupamento revelou dois principais grupos com suporte de bootstrap de 85. Esses valores confirmam o potencial dessas técnicas para estudos de variabilidade de P. chlamydosporia. Além disso, as técnicas IRAP e REMAP revelaram proximidade genética dos isolados Pc-02 e Pc-10, o que pode explicar a correlação desses isolados com sua virulência, bem como a capacidade de promoção de crescimento proporcionada em tomateiros. As amplificações geradas revelaram a existência de sequências especificas para os isolados, mostrando o potencial desses marcadores para serem utilizados em estudos de diversidade de P. chlamydosporia.
It performance depends of ecological issues, host specificity and trophic fungus preference. Above all, this work evaluated in vitro the activity of 41 isolate of Pochonia chlamydosporia against Meloidogyne enterolobii and the genetic diversity into the isolate populations. The highest number of control were found to Pc-02, Pc-10, Pc-46, Pc-47, Pc-48, Pc-52, Pc-53, Pc-54 e Esp-123 isolates which were selected to green house tests. In this experiment, all the isolates previously selected reduced the number of nematodes eggs. In addition to that, tomato plants treated with Pc-02 and Pc- 10 were higher than others treatments. About galls and fresh root mass, there were any differences between the treatments tested. Another test was conduced in the Ubajara- Amway (CE-Brazil) farm. It showed that 61% of areas evaluated were infected by M. entelorobii.. Genetic variability studies with the same P. chlamydosporia isolates were conduced using the molecular markers: IRAP and REMAP. The electrophoretic patterns combined shown that 17 loci were amplified (82,3% polymorphic). The two primer sets based on transposable elements showed reproducibility. Furthermore, both were able of amplifying 78% of isolates. The genetic diversity (H E ) data was of 0,23 (0,17) and cluster analysis revealed two main groups supporting bootstrap of 85. Accordingly the results, these technics are efficient for genetic variability studies of P. chlamydosporia populations. Therewithal, the IRAP and REMAP technics revealed that Pc-02 and Pc-10 have genetic proximity what explain the virulence correlation and growth promoting in tomato plants. The amplification revealed the existence of specific sequences for each isolate, what means that these molecular markers evaluated have a great potential to genetic variability studies for P. chlamydosporia.
Palavras-chave: Controle biológico
Fungos fitopatogênicos - Variedades
Pachonia chlamydosporia
Meloidogyne enterolobii
CNPq: Fitopatologia
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: ARAÚJO, Elder Oliveira de. Diversidade genética e patogênica de Pochonia chlamydosporia para o controle de Meloidogyne enterolobii. 2014. 56 f. Dissertação (Mestrado em Fitopatologia) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2014.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/6417
Data do documento: 26-Nov-2014
Aparece nas coleções:Fitopatologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdfTexto completo1,61 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.