Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/6430
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributorRodrigues, Dalto Domingos
dc.contributorGripp Junior, Joel
dc.contributor.advisorDal Poz, William Rodrigo
dc.contributor.authorRamos, Marcony de Paulo
dc.date.accessioned2015-10-27T14:13:28Z
dc.date.available2015-10-27T14:13:28Z
dc.date.issued2015-07-08
dc.identifier.citationRAMOS, Marcony de Paulo. Análise das possibilidades de transformação de referencial e atualização de coordenadas no PPP. 2015. 99 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2015.pt-BR
dc.identifier.urihttp://www.locus.ufv.br/handle/123456789/6430
dc.description.abstractO PPP é um dos métodos de posicionamento que se encontra em evidência atualmente, devido à alta acurácia nos resultados. No Brasil, o sistema de referência oficial é o SIRGAS2000 e foi materializado na época 2000.4. Atualmente, os resultados obtidos no PPP estão referenciados ao IGb08(ITRF2008) na época do levantamento. Logo, é necessário realizar a transformação de referencial do IGb08(ITRF2008), para SIRGAS2000 e atualizar as coordenadas da época 2000.4, que é a época de materialização do SIRGAS2000, para a época do levantamento; salienta-se que o SIRGAS2000 é uma densificação regional do ITRF2000 na época 2000.4, logo, consideram-se compatíveis os dois sistemas de referência. O IBGE-PPP utiliza e disponibiliza um conjunto de parâmetros de transformação de referencial do ITRF2000(SIRGAS2000) para o IGb08(ITRF2008), e utiliza o modelo de campo de velocidade VEMOS para a atualização de coordenadas. Porém, existem outras possibilidades para realizar a transformação de referencial e atualização de coordenadas. Neste trabalho foi utilizado o conjunto de parâmetros de transformação disponibilizado pelo IBGE, além de dois conjuntos de parâmetros de transformação determinados por Petit e Luzum (2010) e Altamimi et al.(2007): Os parâmetros disponibilizados por Petit e Luzum (2010), que transforma do referencial ITRF2000 para o ITRF2008 - transformação realizada de forma direta, já os parâmetros disponibilizados por Altamimi et al.(2007) juntamente com os disponibilizados por Petit e Luzum (2010), transforma do referencial ITRF2000 para ITRF2005 e, em seguida, deste referencial para o ITRF2008, onde a transformação é realizada de forma indireta, ou seja, são realizadas duas transformações. Em conjunto com esses parâmetros de transformação foram utilizados 15 modelos de velocidades, totalizando 45 (quarenta e cinco) possibilidades de transformação de referencial e atualização de coordenadas. Para a análise dos resultados foram processados dados de todas as estações da RBMC disponíveis para o dia (15/07/2013). De acordo com os resultados obtidos verificou-se que, na média, a melhor possibilidade de transformação de referencial e atualização de coordenadas foi aquela que utiliza os parâmetros de transformação disponibilizados por Petit e Luzum (2010), juntamente com o modelo de campo de velocidade MORVEL2010. Nesse caso, na média, os valores de acurácia planimétrica foram da ordem de apenas 0,013m. Já a pior possibilidade é aquela que utiliza dos parâmetros de transformação disponibilizados pelo IBGE, juntamente com o modelo de campo de velocidade APKIM2000, onde seu valor de acurácia médio foi de 0.049m. Implicando assim que a pior possibilidade obteve valor 3.7 vezes maior que a melhor possibilidade. Salienta-se que o modelo de campo de velocidade VEMOS obteve bons resultados para todos os conjuntos de parâmetros de transformação de referencial analisados, com médias de 0.018m, 0.016m e 0.017m, para os parâmetros de xiitransformação disponibilizados por IBGE, Petit e Luzum(2010) e Altamimi et al.(2007); Petit e Luzum(2010), respectivamente. Contudo a metodologia aplicada pelo IBGE-PPP não foi a melhor opção, na média, para a transformação de referencial e atualização de coordenadas no Brasil. Contudo, a diferença com relação ao melhor resultado é de apenas 5 mm.pt-BR
dc.description.abstractThe PPP is one of the positioning methods that is in evidence currently, due to the high accuracy of its results. In Brazil, the official reference system is the SIRGAS2000 and was materialized at the epoch 2000.4. Currently, the results obtained in the PPP are referenced to IGb08 (ITRF2008) at the epoch of the survey. Therefore, it is necessary to carry out the transformation of IGb08 (ITRF2008) to SIRGAS2000 and update the coordinates of the epoch 2000.4, which is the epoch of the materialization of SIRGAS2000 to the epoch of the survey. The SIRGAS2000 is a regional densification of the ITRF2000 at the epoch 2000.4, thus both reference systems are compatible. The IBGE-PPP use and provides a set of transformation parameters of SIRGAS2000 to IGb08 (ITRF2008), and uses the velocity field model VEMOS for updating coordinates. But there are other possibilities to carry out the transformation of reference and updating coordinates. In this study we used the set of transformation parameters provided by IBGE and two sets of transformation parameters determined by Luzum and Petit (2010) Altamimi et al. (2007). The parameters available by Petit and Luzum (2010), which turns the ITRF2000 reference for IGb08 (ITRF2008), this transformation performed directly, and the parameters available by Altamimi et al. (2007) together with those provided on Luzum and Petit (2010), transforms the reference ITRF2000 to ITRF2005 and then this framework for ITRF2008, where transformation is carried out indirectly, that is, two transformations are performed. Together with these transformation parameters were used 15 velocity models, totaling 45 referential transformation possibilities and update coordinates. For the analysis of the results were processed data from all RBMC stations available for the day (15/07/2013). According to the results obtained it was found that, on average, the best possible reference system of coordinates and updating processing is the one that uses the transformation parameters available by Luzum and Petit (2010), along with the velocity field model MORVEL2010. In this case, on average, the planimetric accuracy values were the order of only 0,013m have the worst possibility is one that uses the processing parameters provided by IBGE, together with the velocity field model APKIM2000 where your average accuracy value It was 0.049m. Thus implying that the worst possible value obtained 3.7 times higher than the best possibility. Its important emphasize that the velocity field model VEMOS achieved good results for all analyzed sets of transformation parameters. How.ever the methodology applied by the IBGE-PPP was not the best option, on average, for the transformation of reference and update coordinates in Brazil. However, the difference with respect to the best result is only 5 mm.en
dc.language.isoporpt-BR
dc.publisherUniversidade Federal de Viçosapt-BR
dc.rightsAcesso Abertopt-BR
dc.subjectSistema de posicionamento globalpt-BR
dc.subjectSatélites artificiais de navegaçãopt-BR
dc.subjectGeodésiapt-BR
dc.titleAnálise das possibilidades de transformação de referencial e atualização de coordenadas no PPPpt-BR
dc.titleAnalysis of possibilities of referential transformation and updates coordinates on PPPen
dc.typeDissertaçãopt-BR
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/2233533488094532pt-BR
dc.subject.cnpqGeodésia Aplicadapt-BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal de Viçosapt-BR
dc.degree.departmentDepartamento de Engenharia Civilpt-BR
dc.degree.programMestre em Engenharia Civilpt-BR
dc.degree.localViçosa - MGpt-BR
dc.degree.date2015-07-08
dc.degree.levelMestradopt-BR
Aparece nas coleções:Engenharia Civil

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdfTexto completo5,13 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.