Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/6452
Tipo: Tese
Título: Complexo teníase-cisticercose em assentamentos da Reforma Agrária do estado de Minas Gerais, Brasil
Taeniasis-cysticercosis complex in rural settlements in the state of Minas Gerais, Brazil
Autor(es): Acevedo Nieto, Emilio Campos
Abstract: Este é o primeiro estudo objetivando investigar a epidemiologia do complexo teníase- cisticercose, causado pelos parasitas Taenia solium e Taenia saginata, em assentamentos rurais da Reforma Agrária no Brasil. Para isto, 497 unidades de produção familiar foram selecionadas e amostradas aleatoriamente em 52 assentamentos do Estado de Minas Gerais. As amostras biológicas de 855 seres humanos, 1.533 bovinos e 518 suínos provenientes das referidas unidades foram coletadas e processadas. Além destas, 497 questionários epidemiológicos foram aplicados em cada unidade para coletar dados sobre a produção animal, bem como as condições sanitárias, de higiene e sociais de cada unidade de produção familiar. Amostras de fezes humanas foram analisados para detecção dos ovos Taenia spp., enquanto que amostras de sangue dos animais foram submetidas a testes sorológicos para detecção de anticorpos da cisticercose. Cinquenta casos positivos para teníase humana, sendo 3 procedentes de diagnóstico laboratorial e 47 casos reportados no questionário; 64 casos de cisticercose bovina e 17 casos de cisticercose suína também foram encontrados. A prevalência por unidade de produção familiar foi: 0,35% (3/855) para teníase através do teste fecal, 3,4% (47/1.395) para teníase através de auto-relato, 3,3% (17/518) para cisticercose suína e 4,2% (64/1.533) para a cisticercose bovina através de testes sorológicos. A distribuição espacial para cisticercose suína mostrou- se agrupada em duas regiões diferentes, enquanto para a teníase humana e cisticercose bovina mostraram-se distribuídas geograficamente dispersas. O modelo ajustado da regressão logística revelou dois fatores de risco fortemente associados com a ocorrência da cisticercose bovina: fonte de água para consumo (p=0,009) e o destino do esgoto a céu aberto (p=0,031), enquanto a queima de lixo mostrou ser um fator de proteção significativo (p <0,001); para a cisticercose suína, a criação de suínos soltos (p=0,008) e o destino do esgoto a céu aberto (p≤0.024); para a teníase humana, três importantes fatores de risco, os proprietários que viram cisticercose em seus suínos (p<0,001), água dos córregos para dessedentação dos suínos e bovinos (p = 0,040) e destino do esgoto a céu aberto (p=0,003). Este estudo evidenciou assentamentos de todas as regiões com altas prevalências e permitiu a identificação de importantes demandas sociais para o controle e prevenção do complexo teníase-cisticercose, como, investimentos em educação e saúde pública nestas áreas, com melhoria das instalações para o adequado esgotamento sanitário, proteção dos recursos hídricos e a criação de suínos em sistemas controlados. Palavras-chave: Zoonoses, teníase, cisticercose, epidemiologia, assentamentos rurais.
This is the first study aimed to investigate the epidemiology of the taeniasis- cysticercosis complex, caused by Taenia solium and Taenia saginata, in rural settlements created by the Agrarian Reform program in Brazil. A total of 497 family production units were randomly selected from 52 rural settlements from Minas Gerais State and biological samples of 855 humans, 1533 cattle and 518 pigs were collected and processed. In addition, 497 questionnaires survey were applied in each unit to collect data on animal production as well as sanitary, hygienic and social conditions of each family production unit. Human faecal samples were analyzed for detection of the Taenia spp. eggs, while animal blood samples were collected and subjected to serological testing to detect antibody of the larval stage of the tapeworm. Fifty positive cases for human taeniasis (3 diagnostic samples plus 47 clinically reported cases), 64 for bovine cysticercosis and 17 for swine cysticercosis were found from 497 households sampled. The prevalence per family production unit was: 0.35% (3/855) for taeniasis through faecal test, 3.4% (47/1,395) for taeniasis through self-reporting, 3.3% (17/518) for swine cysticercosis and 4.2% (64/1,533) for bovine cysticercosis through serological tests. The spatial profile for swine cysticercosis were clustered in two different regions, while bovine cysticercosis and human taeniasis showed dispersed geographical distribution. Two risk factors were strongly associated with the occurrence of bovine cysticercosis: stream as source of water (p=0.009) and the environment as destination of sewage(p=0.031), while burning of garbage was shown to be a significant protective factor (p<0.001). A higher risk factor for swine cysticercosis was associated with the presence of free-range pigs (p=0.008) and the environment as destination of sewage (p≤0.024). For human taeniasis, the statistic adjusted model reveled three significant risk factors: owners who have seen cysticercosis in their pigs (p<0.001), streams as sources of water for pigs and cattle (p=0.040) and outdoor human waste disposal (p=0.003). Significant endemic areas in the state of Minas Gerais have been determined in this study, and these findings suggest the importance of further investment in public health education about taeniasis-cysticercosis transmission, improvement of sanitary facilities for the settlements such as source and treatment of water, and adequate destination of sewage and appropriate garbage disposal. Awareness of taeniasis-cysticercosis among medical doctors, veterinarians, meat animal family producers and the settlers should be developed through appropriate information and education. Keywords: Zoonoses, taeniasis, cysticercosis, epidemiology, rural settlements.
Palavras-chave: Zoonoses
Teníase
Cisticercose
Epidemiologia
Assentamentos rurais
Suínos - Doenças
Bovinos - Doenças
CNPq: Medicina Veterinária Preventiva
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: ACEVEDO NIETO, Emilio Campos. Complexo teníase-cisticercose em assentamentos da Reforma Agrária do estado de Minas Gerais, Brasil. 2015. 76 f. Tese (Doutorado em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2015.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/6452
Data do documento: 27-Fev-2015
Aparece nas coleções:Medicina Veterinária

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo864,06 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.